24
08
2019

Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn

Já que ontem mencionei a Julia Quinn na lista de autoras para quem está começando a ler romances históricos… Adivinhem só? Nada mais justo que eu continue com a série de posts sobre a série Os Bridgertons. O quarto livro, Os Segredos de Colin Bridgerton, vai falar sobre o BENEDICT DE NOVO! Hahahaha, claro que não, né? Esse é o único dos livros que traz o nome do irmão Bridgerton em seu título. Então, esse é o livro em que finalmente conhecemos melhor Colin, o terceiro Bridgerton e Penelope Featherington, a mulher com quem ele anunciou que nunca se casaria. E aqui vale aquela máxima: nunca diga que dessa água não bebereis. Porque vai que bebereis e até se afogareis, não é mesmo? É, o Colin aprendeu isso na marra.

Título OriginalRomancing Mister Bridgerton
AutorJulia Quinn
Série: Os Bridgertons #4
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
AdicioneSkoob | Goodreads

Os Segredos de Colin Bridgerton

O Colin é o típico irmão de boa. Ele sempre te um sorriso no rosto e sempre traz um pouco de alegria por onde quer que passe. Porém, isso faz com que as pessoas não o levem muito a sério. Claro, devido ao status de sua família, ele é sempre reconhecido como o terceiro irmão Bridgerton. Mas isso faz com que a maioria das pessoas não o conheça de verdade. Também ajuda o fato de que Colin, já com 33 anos, sai para viajar pelo mundo e não queira se casar.

E nós já conhecemos a Penelope. Ela está sempre por ali, pois é amiga da Eloise Bridgerton. A irmã de Penelope, Felicity, também é muito amiga da irmã mais nova do Colin, Hyacinth. E Violet gosta muito de Penelope, sempre fazendo seus filhos dançarem com ela nos bailes para que não ficasse sozinha. Pois bem, Penelope é agora, oficialmente, uma solteirona. Ninguém nunca lhe propôs casamento. E também existe o pequeno detalhe de que Penelope é apaixonada por Colin desde seus dezesseis anos.

Nem Tudo É O Que Parece

Como dá para imaginar, ter ouvido da boca do próprio Colin que ele nunca se casaria com ela não foi fácil. E não importa que Colin nem sabia que ela estava ouvindo ou que nunca teve intenção de magoá-la. Mas Penelope nunca teve uma grande estima por si mesma e aceitou. Porque na cabeça dela, esse era seu futuro. Seu papel na sociedade nunca foi de brilhar. Ela sempre seria a moça mais gordinha que ninguém chama para dançar. Aquela que as mais populares acabam por tirar sarro.

Porém, um acaso fará com que fique cada vez mais próxima de Colin. Ela lê, por acidente, parte de um diário da viagem que ele escreveu sobre Chipre. E mesmo que ele se sinta um pouco invadido em sua privacidade num primeiro momento, logo descobre que gosta de conversar com Penelope sore isso. Aliás, vai aos poucos descobrindo que existem muitas coisas que gosta em Penelope. Inclusive que tem vontade de fazer muitas coisas com ela. Sabe, coisas que não se fazem com damas da sociedade com quem não queira se casar. Mas ele disse que nunca se casaria com ela… não é mesmo?

Lendo Os Segredos de Colin Bridgerton

O mais gostoso desse quarto volume da série Os Bridgertons é a maneira rápida como a história se desenvolve. Julia Quinn poderia ter criado uma grande carga dramática em torno do fato de que Penelope sempre foi apaixonada por Colin e ele nunca percebeu. Mas, ao invés disso, o que vemos em Os Segredos de Colin Bridgerton é um desenvolvimento direto do romance.

Na verdade, Penelope descobre muito sobre Colin que ela não imaginava. E o Colin que ela tinha construído na sua mente não é tão parecido com o complexo Colin da vida real. Os dois brigam e existem partes em que ficam muito bravos um com o outro. Entretanto, é bonito ver como mesmo tendo se conhecido a vida inteira, ainda havia muito o que não sabiam um sobre o outro.

E Colin vai descobrindo quem é de fato Penelope Featherington. Porque ela é muito mais do que a moça que usava as cores de vestidos mais horríveis e que, segundo Lady Whistledown, fazia com que ela se parecesse com uma fruta cítrica azeda. Também conhecemos a família de Penelope e temos vontade de dar uns tapas na mãe dela. Sério, tudo bem, ela ama a filha, mas ela poderia também apreciar a filha que tem. A parte em que Colin pede Penelope em casamento é sinceramente um teste de paciência. Dá vontade de pegar a mãe dela pelos cabelos e implorar para que ela abra os olhos para ver a filha que tem. Mas o final dessa cena em particular é bastante satisfatório.

A Identidade de Lady Whistledown

Ah, e por falar em Lady Whistledown, é nesse livro que descobrimos sua identidade. Não vou dizer aqui quem é, claro, mas posso dizer que achei bem inteligente. E faz sentido, mesmo que você não tenha pensado na possibilidade antes.

O interessante é que com a revelação da identidade de Lady Whistledown, é como se a série passasse para uma segunda fase. Não que os próximos quatro livros sejam de alguma forma piores. Só que eu senti uma certa mudança nas histórias.

Para encerrar, só quero dizer que espero que Nicola Cougan faça um belo trabalho como Penelope Featherington. Acho que Penelope é provavelmente minha protagonista preferida da série e quero muito que a sua versão nas telas mostre bem isso.

Porém, agora, tudo o que podemos fazer é esperar, não é mesmo?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
MaluSheila Da LuzLucasAlice MartinsNique Bittencourt Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Gustavo

Tenho vontade de ler essa série, mesmo não sendo muito adepto a esse estilo literário, mas estou curioso demais para ler essa obra escrita por Julia Quinn. Espero estar fazendo isso em breve.

Patricia Monteiro

Sou curiosa com essa série, só vejo críticas positivas ao trabalho de Julia Quinn, acredito que seja uma ótima autora. Essa atmosfera romântica das histórias de época é encantadora, gosto muito desse estilo.

Eduardo Moretti

Fiquei ainda mais curioso para ler Julia Quinn. Só ouço falarem bem de suas obras e adoro romances de época. Adorei a dica.

Blog Dois Pernods

Uau… Sua resenha deuxa a gente querer ler o livro ontem! Rsrs… Nem sei se o livro é tão interessante quanto ela, mas realmente deu vontade!

Nique Bittencourt

Já ouvi falar da autora e alguns títulos, fiquei interessada nessa leitura.

Alice Martins
Alice Martins

Oi Mari,

Li até esse livro na série e quero muito ler os demais, que estão na minha estante. Até o momento, este é o meu livro favorito, pois consegui me envolver com ambos os personagens com muita facilidade e amei conhecer os segredos que os dois guardam. A mãe dela realmente me fez querer dar uns tapas, pois a forma que ela trata a filha não é legal. Quanto a identidade da Lady Whistledown, já vinha desconfiando dela nos outros livros e acertei em cheio. Adorei seu post, me deixou com saudades desses dois!

Beijos!

Lucas
Lucas

QUERO terminar o ano, com pelo menos 1 livro lida Da Julia Quinn! Qual devo começar?

Sheila Da Luz

Já quero ler esse e os outros livros. Deve ser uma série maravilhosa. Que vontade de ser assinate de algum app de livros só pra ler toda hora livros como esse. Adorei a resenha e a imagem então…ficou ótima! parabéns! Bjus

Malu
Malu

Depois da Jane Austen, a Júlia é minha autora de romances históricos favorita. Amo a série Os Bridgestone. Cada livro dela é único e especial! Você soube que a Netflix comprou os direitos e vai produzir uma série? Tô super ansiosa! Parabéns pela resenha!