17
04
2017

Acabei de Ler: Marketing & Amor – Rebecca Romero

Uma das maiores vantagens de se ter um Kindle é que tenho acesso a livros que não teria de outra forma. A plataforma da Amazon permite que os autores se autopubliquem. Isso quer dizer que os escritores podem disponibilizar suas histórias sem a necessidade de uma editora. E também fica muito mais fácil para nós, leitores. É encontrar uma sinopse que pareça interessante e, com um clique, você tem ela em seu dispositivo. O melhor: é bem barato, quando não é de graça. Foi mais ou menos assim que conheci Marketing & Amor, da Rebecca Romero. É um romance que se passa em Nova York e que toca em tantos assuntos fundamentais que fiquei muito feliz de ler.

Marketing e Amor

AutorRebecca Romero
Série: Empire State #1
Páginas: 234
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar o livro, clique: Marketing & Amor (Empire State Livro 1)

(mais…)

14
04
2017

A Guerra Que Salvou A Minha Vida – Kimberly Brubaker Bradley

Esse livro foi paixão à primeira vista. O trabalho com a capa e com o interior do livro salta aos olhos. Quando fiquei sabendo qual era a história, então, soube que tinha que ter ele na coleção. A Guerra que Salvou a Minha Vida traz um olhar diferente sobre a Segunda Guerra Mundial. Apesar do título, garanto que não é um livro elogiando a guerra. Muito pelo contrário. Mas é uma obra sobre preconceitos, traumas e acima de tudo, esperança. Não há como não se apaixonar pelos seus personagens, principalmente a personagem principal, Ada.

A Guerra Que Salvou A Minha Vida

Título Original: The War That Saved My Life
AutorKimberly Brubaker Bradley
Série: The War That Saved My Life #1
Editora: Darkside Books
Páginas: 240
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar, clique: A Guerra que Salvou a Minha Vida

(mais…)

12
04
2017

Acabei de Ler: Sem Juízo – Emma Chase

Hoje, aqui no blog, mais uma das minhas leituras de romance hot. Sem Juízo é o primeiro volume de mais uma série de Emma Chase, autora de Atraído. Quando eu li Atraído, há algum tempo, lembro que achei divertidíssimo. A autora tem o dom de escrever personagens engraçados em seus romances. Além disso, para quem não sabe, Atraído é um romance “pull to publish” ou P2P. Isso quer dizer que nasceu como fanfic (nesse caso, uma fanfic de Crepúsculo) e foi tirado da internet para ser publicado. As autoras costumam mudar nomes e alguns acontecimentos, mas a estrutura Crepúsculo ainda está lá. O romance mais famoso P2P já virou até filme: 50 Tons de Cinza nasceu “Master of the Universe” e era uma fanfic entre o dominador Edward e a inocente Bella, que viraram Christian e Anna.

Mas vamos deixar isso de lado e se concentrar na leitura da vez. Sem Juízo, da Emma Chase, é um romance hot com muitas cenas explícitas, personagens divertidos e história clichê. Sinto muito, mas é bem isso. Não quero dizer que não é uma boa leitura, entretanto.

Título Original: Overruled
AutorEmma Chase
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 289
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar, clique: Sem Juízo

(mais…)

10
04
2017

Acabei de Ler: Coração de Aço – Brandon Sanderson

O poder corrompe. Essa é a principal lição que tiramos desse livro de Brandon Sanderson. A história é muito simples: várias pessoas comuns receberam superpoderes após a Calamidade, uma luz vermelha, aparecer no céu. E isso normalmente quer dizer heróis, não é? Eles protegerão os fracos e oprimidos, combaterão os criminosos, lutarão pela paz. Porém, não é bem assim. Os Épicos, como Coração de Aço, não estão aí para salvar ninguém. Aliás, viraram tiranos, se colocando acima do governo e fazendo a sua própria justiça. Os que não receberam nenhum poder ficam vivendo à sua sombra, com medo.

Título Original: Steelheart
AutorBrandon Sanderson
Série: Executores #1
Editora: Aleph
Páginas: 373
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar, clique: Coração de Aço

(mais…)

06
04
2017

Reading Planner – Como Eu Montei O Meu

Uma das coisas que mais gosto de fazer é ler. Porém, sem uma organização, minhas leituras acabam ficando bem confusas. Eu sou o tipo de leitora que lê mais de um livro ao mesmo tempo. E por mais que eu evite, se não estou envolvida na leitura, acabo abandonando-a. A vida é muito curta para perder tempo lendo livros chatos. A gente já é obrigado pela escola a ler muita coisa que não gosta. Não vou me forçar a fazer a mesma coisa nas minhas leituras de lazer. Por isso, montei um Reading Planner, ou, em português, um planner de leituras. Falei um pouco sobre ele no post sobre como planejar as suas leituras. Como eu havia prometido, vou falar agora especificamente sobre ele.

Montar um reading planner é fácil e vai ajudar bastante na organização das suas leituras.

(mais…)

04
04
2017

Acabei de Ler: Novembro, 9 – Colleen Hoover

Eu enrolei para falar de Colleen Hoover aqui no blog. Esse já deve o quinto ou sexto livro dela que eu li. Por isso, posso afirmar que demorei para falar dos livros dela por aqui. Mas depois de ler Novembro, 9, não dava mais para adiar. Já passou da hora de compartilhar com vocês meu amor por essa autora e suas obras.

novembro 9 colleen hoover

Título Original: November 9
AutorColleen Hoover
Editora: Galera Record, selo da Editora Record
Páginas: 310
Adicione: Skoob | Goodreads

(mais…)

30
03
2017

Planejando As Suas Leituras – Dicas

Muita gente quer e precisa ler mais, ou ainda ler mais de um livro ao mesmo tempo. Isso não é muito fácil, mas também não é impossível. Se você, seja por ter que estudar, seja por estar com a pilha de não lidos enorme, também quer isso, esse post é para você. Aqui tem algumas dicas para organizar suas leituras. Com um pouco de planejamento, é possível aproveitar melhor seu tempo lendo.

Por causa do blog e do meu vício em leitura, acabei desenvolvendo um sistema. Pode ser que ele ajude você. Pode ser que você tenha que adaptar as minhas dicas ao seu estilo. Mas de qualquer forma, é interessante para que você tenha novas ideias. Vamos incrementar suas leituras?

1. Prioridades

Quais leituras são mais importantes? É preciso que você tenha em mente suas prioridades antes de começar. No caso dos estudos, esses seriam os livros de matérias em que você não se sente tão seguro. Para essas matérias, você tem que dar mais atenção. No caso de leitura por lazer, você pode adotar diversos parâmetros. Por exemplo, os livros que estão há mais tempo para serem lidos. Ou então, aqueles livros de gêneros que exigem um pouco mais da sua atenção. Uma boa ideia é colocar tudo numa lista, inclusive dando ordem de prioridades. Assim, você visualizará melhor suas metas.

2. Metas

Falando mais especificamente em metas, ajuda muito quando você sabe quais seus objetivos. Se quiser ler mais, quantas páginas por dia/livros por semana? Quais tópicos, que matérias você pretende cobrir em qual espaço de tempo? Seja o mais específico possível, mas se mantenha dentro de um padrão. Se você se propor metas inalcançáveis, tudo o que vai conseguir é frustração consigo mesmo. Novamente, colocar tudo no papel ajuda e muito. Você pode também se utilizar do computador ou de aplicativos no celular, mas ainda acho o papel melhor. No computador ou no celular fica fácil demais se distrair. Aliás…

3. Tenha um horário e local específico para se concentrar em suas leituras

Não tem jeito: tem que estar concentrado para ler bem. Com um monte de distrações na hora de ler, é fácil passar páginas e páginas sem ter entendido nada. Por isso, planeje seus horários e tente se livrar das redes sociais e de televisão nesse momento. Algumas pessoas preferem ter algum barulho de fundo, como música, por exemplo. Se este é o seu caso, só cuide para que a música esteja num volume agradável. Não recomendo deixar a tv ou a Netflix ligada: a luz da tela atrapalha bastante a concentração.

O local também é importante. Certifique-se de que seja confortável, para que você não tenha que ficar se mexendo o tempo todo. Deve ser bem iluminado e com uma temperatura agradável. Também não pode ter gente passando o tempo todo: sempre vai ter alguém que vai querer parar para conversar. Se possível, avise às pessoas que estarão por ali que não pode ser incomodado. Quanto mais concentrado você estiver, melhor será seu tempo de leitura.

4. Um Planner de Leituras (Reading Planner) pode ajudar bastante

Se você já utiliza a ferramenta, sabe que um planner auxilia bastante na organização das atividades. Com as leituras, não seria diferente. No meu caso, montei um planner especificamente para as leituras. Isso não quer dizer que você não possa encaixá-lo no planner que você já utiliza, ou criar uma aba no seu planner argolado para isso. Pretendo entrar mais a fundo num post específico sobre meu reading planner, mas de uma maneira geral, utilizo para marcar os livros que estou lendo e todas as suas especificações (como gênero, autor, etc) e quando comecei e terminei cada um.

Eu também montei um Diário de Leituras. Nele, eu faço anotações sobre a leitura atual, como comentários e impressões sobre os trechos que estou lendo. Outra dica legal é utilizar pequenos marcadores, tipo post-it, para marcar os trechos mais importantes. Muita gente designa, por exemplo, uma cor diferente para cada personagem ou assunto da leitura. Tudo para que, após sua leitura, você consiga se lembrar com maior facilidade de tudo o que leu.

Essas são algumas dicas legais para planejar melhor suas leituras. Esse post é o primeiro de uma série sobre o assunto, então siga o blog nas redes sociais para ficar sabendo quando um novo post vai ao ar.

Deixe nos comentários como você organiza suas leituras. Você faz algum tipo de planejamento? O que funciona melhor para você?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

28
03
2017

Acabei de Ler: Um Presente da Tiffany – Melissa Hill

Uma das primeiras leituras desse ano foi Um Presente da Tiffany. Eu confesso, a capa foi a primeira coisa que me chamou a atenção. Mas logo que eu li a sinopse, fiquei interessada pela história. Pareceu um desses romances meio conto de fadas, em que o impossível acontece. Ao ler o livro, realmente essa impressão se confirmou, mas não da maneira que eu esperava.

Título Original: Something From Tiffany’s
AutorMelissa Hill
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Adicione: Skoob | Goodreads

(mais…)

22
03
2017

Mudanças: Como Estou Usando Meu Planner

Pode ser que eu já tenha falado aqui, mas o modo como a gente usa os planners vai mudando. Essas mudanças acontecem porque a gente vai adaptando a forma de planejar conforme nossa rotina muda. Juntando a isso o fato de que eu tenho vários planners, acabo alternando entre eles de acordo com as minhas necessidades.

Até o fim do ano passado, estava usando o Meu Querido Planner da La Pomme para tudo. O problema dele é o tamanho. Não dá para levar na bolsa, apesar de ter espaço para todas as anotações. Eu acabava usando um planner argolado no tamanho personal quando precisava carregar.

Mas aí a Meg & Meg lançou no final do ano passado lançou o seu planner. Já sou apaixonada pelos produtinhos da loja, são todos muito fofos. Tem cadernos, lápis, post-its… Tudo em cores pastéis e decorado com coraçõezinhos e detalhes em dourado. O planner segue o mesmo estilo. O meu é o dálmata pink e nem preciso dizer que me apaixonei logo de cara.

O tamanho dele é ótimo, nem tão pequeno que falte espaço, nem tão grande que atrapalhe na hora de carregar. O layout dele é vertical, ou seja, os dias da semana estão em colunas. Isso para mim é ótimo, pois é o mesmo estilo do Meu Querido Planner e do Happy Planner. Essas mudanças são essenciais para se tirar o maior proveito do planner.

Quanto à frequência do planejamento, continuo fazendo uma vez por semana. Todo domingo eu sento para preencher os planos da semana seguinte. Eu dou uma atenção especial para segunda e terça-feira, tentando detalhar o máximo possível. Durante a semana, vou complementando os dias conforme as tarefas vão sendo realizadas e os imprevistos acontecem.

No meu planejamento, acho importante ter uma certa flexibilidade. Por causa do meu estilo de vida, sim, mas também porque se eu fico muito frustrada por algo que não aconteceu, o fato de ter que mudar tudo afeta bastante o meu emocional. Por mais que fosse muito mais fácil deixar para lá, eu não consigo, então meu modo de planejar vai se adaptando a isso.

Minhas listas de tarefas acabam sendo mais sobre o trabalho, mesmo. Coloco ali as metas para o dia, o que acaba sendo um controle para que eu consiga dar atenção a todas as áreas que são minha responsabilidade.

Eu uso adesivos nesse planner também, mas não é como os layouts que eu posto no Instagram (já me segue lá?). Não uso tanto para decoração, apesar de que acabo decorando também. Uso as caixinhas para dar um destaque maior para o que é mais importante para o dia.

Mudei um pouco a maneira de planejar nos outros planners. Principalmente porque eles são datados e não tenho coragem de deixar eles em branco. Estou fazendo Memory Planner, ou seja, um diário em que coloco o que aconteceu durante a semana. Estou amando o resultado, é ótimo para olhar as semanas passadas e lembrar de tudo o que aconteceu.

Atualmente, também estou tentando encontrar maneiras de fazer um Reading Planner. Logo, logo, compartilho por aqui algumas ideias legais para quem também tem vontade de ter um.

E vocês, já mudaram a maneira de planejar?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

20
03
2017

Parceria: O Que Eu (E Todo Blogueiro Literário) Gostaríamos

Todo começo de ano, várias editoras abrem processo de seleção de blogs parceiros. Na maioria das vezes, esses blogs receberão alguns livros durante o ano para que produzam conteúdo sobre eles. É uma forma da editora mostrar seu produto diretamente para o seu público-alvo. Como meu blog fala bastante sobre livros (embora não seja exclusivamente literário) eu me inscrevo para alguns deles. Seria uma maneira de trazer conteúdo novo para vocês, leitores. Mas são seleções para parceria bem concorridas e vamos aos poucos colecionando os “nãos” que levamos.

 

Nessa última semana, porém, um desses resultados me levou a pensar no que exatamente constitui essas parcerias. Todos os blogs que não foram selecionados receberam um e-mail anunciando que existiriam 3 vagas remanescentes e que quem quisesse produzir conteúdo sobre a editora e seus livros poderia preencher um formulário. Só que isso pegou bem mal, porque parece que a editora quer divulgação gratuita sem a necessidade de qualquer contrapartida.

Essa não é uma discussão nova. Afinal, o que seria uma verdadeira parceria entre blogueiro e editora? Parceria significa um acordo que traz benefícios às partes envolvidas, porém não é o que temos visto na prática. Para muitas editoras, essas “parcerias” significam o envio de alguns livros por ano para ser assunto do post. Mas o simples envio de um livro (que normalmente custa em torno de R$ 30,00) não seria suficiente para pagar o valor de um publieditorial na maioria dos blogs.

As editoras não são benfeitoras, distribuindo livros de graça. Muito pelo contrário, estão recebendo o benefício da divulgação. E na maioria das vezes, não se dão ao trabalho sequer de divulgar o trabalho dos blogs parceiros em suas redes sociais.

O trabalho do blogueiro parceiro é frequentemente desvalorizado. O que coloca mais sal na ferida é saber que os blogs maiores recebem os mesmos kits sem nenhuma obrigação. Que parceria é essa?

(mais…)

Página 4 de 431 ...12345678... 43Próximo