18
12
2014

Acabei de Assistir: Gracepoint (Episódio 10 – Series Finale)

gif100
Gracepoint chegou ao seu episódio final e olha, que montanha-russa que foi esse final, viu?

gif103O melhor desse último episódio foi que ele começou exatamente como o último episódio de Broadchurch, e tudo foi seguindo de acordo com a história original: o Detetive Carver pedindo mais doze horas antes de ser definitivamente afastado do posto por motivos de saúde; pedindo também para que a Detetive Miller não fosse colocada como responsável pelo caso… Até a entrevista com o Tom Miller, a respeito dos e-mails que ele trocava com o Danny Solano. Alguns dos e-mails mostrando como a amizade dos dois estava abatida, inclusive com trocas de ofensas, o que os pais dos meninos não sabiam.
gif104
A conversa do Carver com a Ellie na praia, quando ele diz para ela que ela havia feito um bom trabalho no caso (vindo de Emmett Carver, algo estranho) só reforça a ideia de que ele já tem uma suspeita. Então o celular do Danny (que eles já sabem que está com o assassino) é ligado e o CSI manda a localização para o celular do Carver, que despista a Ellie e vai sozinho atrás do assassino. E quando chega lá, surpresa: era o Joe.
gif106
Aí você que como eu já assistiu Broadchurch fica bravo, mas muito bravo. O final de Gracepoint não era para ser diferente?
O Joe é levado para a delegacia, onde confessa que se encontrava com Danny na cabana da praia, e que naquela noite eles tinham ido lá para mais um de seus encontros clandestinos. Conta também que quando tentou tocar em Danny, ele disse não e saiu correndo. Os dois tiveram uma briga já do lado de fora da cabana, quando Danny tentou escapar, Joe o segurou pela blusa e ele caiu, batendo a cabeça em uma pedra no chão e morrendo.
gif107
Aí então aparece toda a história do Detetive Carver contando para a Ellie quem era o assassino, ela indo falar com o marido tentando entender o porquê e perdendo a cabeça e batendo nele, o Detetive Carver pedindo para todos na delegacia que respeitassem a Detetive Miller e tentando fazer com que as coisas ficassem mais fáceis para ela… Nada diferente de Broadchurch, o que foi extremamente frustrante para quem esperava um final diferente, um assassino diferente.
Até que aparece a cena da Ellie contando para o Tom que quem tinha matado Danny era o pai dele. Tom fica muito abalado com a notícia, o que seria de se esperar, exceto… Alguma coisa parece estranha, e Ellie percebe. Ela pede para que Tom conte o que mais aconteceu naquela noite e Tom confessa ter visto o pai saindo de casa e tê-lo seguido até a cabana. Quando Danny saiu correndo, Tom, tentando protegê-lo, pega um remo ou algo parecido do chão e tenta afastar o pai do amigo, quando por acidente acaba acertando Danny e o matando. O pai dele o manda embora, dizendo que tudo que tinha acontecido ali era culpa dele e que ele cuidaria de tudo.
gif108
E aí quem tava xingando todo mundo de Gracepoint por não ter mudado nada no final da série fica de boca aberta e pede desculpas.
Você acha que Ellie tenta contar a verdade? Não. Ela vai visitar Joe na cadeia, conta para ele que sabe o que aconteceu e manda que ele mantenha a sua versão dos fatos, assumindo a culpa toda para si mesmo.
gif111
E o fim, provavelmente escrito com a intenção de deixar algo para uma possível segunda temporada, que definitivamente não vai acontecer tendo em vista os baixíssimos índices de audiência da série, é o Carver percebendo alguma coisa estranha no depoimento de Tom, que ele tem no celular porque a câmera da delegacia havia dado problema na hora, e ligando para a Ellie… que não atende.
É uma pena, porque esse final, bem diferente do final de Broadchurch, poderia ter aberto inúmeras oportunidades para uma segunda temporada. Mostra uma nova faceta de Ellie, uma mãe que faria de tudo para proteger os filhos, imclusive deixar que o marido assuma a culpa pelo assassinato.
gif109
Não acho que ela estava errada, por falar nisso. O marido dela é um pedófilo e, ao contrário da série original que tentou jogar uma centelha de dúvida a respeito das intenções de Joe em relação a Danny, Gracepoint não lhe deu chance nenhuma: tanto Carver quanto Ellie são claros em suas acusações.
Logo, para que deixar o filho de doze anos ter que viver com a culpa (e com todos sabendo que ele matou um amigo, acidentalmente), mesmo sabendo que ele provavelmente não seria preso tendo em vista se tratar de morte acidental, e o marido com a possibilidade de ser solto por não ter prova nenhuma de que houve abuso sexual? E o Joe está certo: foi ele quem causou tudo isso.
Ainda assim, é algo que poderia ser bem explorado numa segunda temporada. Aliás, essa teoria tinha sido uma das mais prováveis quando Broachurch estava sendo exibida pela primeira vez e eu acho que é uma forma melhor de acabar a história.
gif110
Ah, outra mudança legal é que Carver vai passar pela cirurgia e consegue ligar para a filha para avisar, e ela não só dá total apoio como promete para o pai que vai estar lá. Isso é algo que eu espero que um outro detetive lá em Broadchurch também passe, já que no trailer ele parece bem abatido… Mas isso é outra série, que eu realmente mal consigo esperar para assistir.
E quem sabe algum milagre acontece e uma segunda temporada de Gracepoint não saia? Sei lá, coisas mais estranhas já aconteceram… mari
Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments