21
05
2021

De Olho Nela – Kate Stayman-London

Quem aí gosta de reality show? Eu me divirto bastante assistindo, apesar de que acabo “assistindo” pelo twitter. Porém, existe um tipo que eu costumava acompanhar: os no estilo The Bachelor, onde um homem escolhia sua futura esposa dentre 25 candidatas. É mais ou menos nesse universo que se passa De Olho Nela, um romance contemporâneo com uma protagonista gorda. Nele, vemos várias suposições sobre pessoas gordas sendo rebatidas, principalmente aquelas que conectam imediatamente à saúde e obesidade. E ainda conhecemos uma personagem que deve lidar com suas próprias inseguranças em um programa de tv nacional. De Olho Nela foi uma das melhores leituras do ano até agora e por isso quero dividir o que achei com vocês.

Título Original: One to Watch
Autor: Kate Stayman-London
Editora: Paralela
Páginas: 384
AdicioneSkoob | Goodreads

Conhecendo a História

A protagonista da histórias é Bea Schumacher, blogueira plus size. Bea vive bem, tem uma família que a apoia e amigos que estão sempre lá pro que der e vier. Porém, na parte romântica, nem tudo vai tão bem assim. Após uma desilusão amorosa, Bea está tendo dificuldade em encontrar alguém que a faça se esquecer daquele que partiu seu coração.

Ela também é muito fã do reality show É Pra Casar, que funciona com a mesma estrutura do The Bachelor. Entretanto, ao assistir mais uma temporada em que uma protagonista de beleza padrão escolhe entre seus pretendentes, todos também dentro do padrão , ela se revolta. O texto que publica em seu blog questionando o porque de nunca uma mulher fora desse padrão imposto pela sociedade ter sido protagonista viraliza. De repente, a discussão que Bea levanta é assunto de vários programas de tv. Isso ainda coincide com baixos níveis de audiência do programa, o que leva a uma mudança na equipe de produção.

A Mudança

A nova produtora, Lauren, tem a missão de fazer o programa voltar aos tempos áureos e para isso, convida a própria Bea para ser protagonista da nova temporada. A ideia é mostrar ao público que sim, uma mulher gorda tem todo o direito de ser o centro das atenções e buscar o amor. Porém, para Bea, essa não é uma decisão fácil. Ela aceita o desafio, mesmo sabendo de todos os problemas que poderá enfrentar ao se expor.

Acompanhamos então Bea em toda a sua jornada dentro do programa. Essa não é uma jornada fácil e vamos encontrar com alguns personagens desprezíveis, mas também com alguns muito queridos. Ainda conhecemos bem as emoções de Bea e tudo que ela deve enfrentar, inclusive sobre si mesma.

Lendo De Olho Nela

Esse não foi um livro leve de ler. Não é exatamente pesado, mas levanta discussões bastante sérias. Algumas das situações que Bea passa, bem como alguns dos artigos e opiniões publicadas sobre ela (que lemos durante a história) são bastante irritantes. Até mesmo porque nem sempre concordamos 100% com as atitudes de Bea, apesar de entender porque ela age daquela maneira. Achei essa complexidade da personagem muito bem desenvolvida. Mesmo quando sabemos que ela não está certa, conhecemos Bea suficiente para não recriminá-la. É muito fácil criar uma heroína que vai estar certa sempre. Uma pessoa real erra também, e às vezes nem erra, apenas age de uma forma que quem está de fora sabe não ser a ideal. Só é mais fácil para julgar se você não está vivendo a situação na pele.

Previsível?

Outro motivo para essa leitura não ter sido fácil, ao menos para mim, foi não saber com quem a personagem terminaria. Se é que terminaria com algum dos pretendentes, no fim. E isso é uma das razões pelas quais eu, pessoa ansiosa que sou, leio romances: a previsibilidade me ajuda a ficar mais tranquila enquanto lemos a história. É por isso também que sou tantas vezes surpreendida, por achar que sei por onde a história vai. E claro, as autoras de romance sabem disso e sempre colocam um detalhe que nos tira da mesmice.

Porém, com De Olho Nela, Kate Stayman-London tira essa ideia de previsibilidade logo de cara e isso dificultou a minha leitura. Mas me esforçei ao máximo para não ler as últimas páginas do livro. Não me arrependo, gostei muito do final da história. É extremamente coerente com a narrativa e acho a opção correta. Se ela terminou solteira ou casada, e com quem foi? Isso vou deixar você ler para descobrir. Só afirmo que vale a pena, não decepciona de maneira alguma.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
1 mês atrás

[…] mês de maio, como já disse, só li romances. Dois deles, Acorda Pra Vida, Chloe Brown, e De Olho Nela, foram muito bons. Mas muito bons mesmo. O tipo do romance que me faz ter certeza de que esse é […]

trackback
1 mês atrás

[…] recomendo muito essa leitura. Esse livro foi um dos melhores romances que já li no ano, junto com De Olho Nela, e eu acabei lendo praticamente um atrás do outro. Inclusive, já li o segundo, Take a Hint, Dani […]