04
03
2016

Entrevista com Everton Moreira, autor de Pétreos

No post passado, vocês leram um pouco sobre o livro Pétreos, escrito pelo Everton Moreira, parceiro do blog. Agora, vocês vão ler uma pequena entrevista em que ele conta um pouco mais sobre como foi criar esse universo, suas inspirações e planos para o futuro.

petreos01

1. Quais os motivos que o levaram a ambientar a história de Pétreos naquele momento histórico?

Escolhi um ambiente medieval porque queria uma história simples sobre valores; honra, lealdade, amizade; e a temática medieval é confortável para histórias com este teor. O fato de ser professor de história e ser mais ligado a História Antiga e Medieval também contribuiu bastante.

2. Com qual personagem do seu livro você melhor se identifica? Existe algum personagem que foi mais complicado de escrever?

Acho que todos tem um pouco de mim, mas o personagem no qual me vejo está na sequência que está sendo escrita. Quase todos os personagens deste primeiro livro são baseados em pessoas que conheço e conheci, mas não é nenhum deles que me representa. Tenho um apego muito grande pela postura da Iren, baseada na minha avó materna, a verdade é que gostaria de ter a força dela, mais do que a de Sir John ( baseado em meu avô materno). Os dois personagens mais difíceis foram Virtuo e Bernard. Virtuo é inspirado em um ex-aluno e atual amigo, acredito que seja o personagem mais complexo do livro… seus valores e suas emoções… tudo isto torna ele um dos mais queridos, mas também trabalhoso. Bernard é um exceção, não é baseado em ninguém, o conceito dele nasce com a vontade de homenagear Bernard Cornwell que é meu autor contemporâneo favorito; o fato de não ter baseado ele em uma pessoa real fez com que fosse difícil eu imaginá-lo.

3. Como foi o processo de publicação do livro Pétreos? Como escritor, qual a sua visão em relação ao mercado editorial brasileiro?

Difícil. As editoras pequenas e de médio porte são as que realmente trabalham com escritores inciantes. As grandes editoras são inacessíveis. Já as editoras das quais temos respostas, as de pequeno e médio porte, precisam que você colabore financeiramente com a obra. O mercado editorial brasileiro escolhe o comercial, o produto certo da venda, não existe uma abertura real para o surgimento de novos nomes e coisas do tipo.

4. Você cogita a ideia de escrever uma continuação, já que o fim da história apresenta essa possibilidade, ou Pétreos foi concebido como um livro único?

A resposta da segunda pergunta já entrega. Há uma continuação, mas apenas uma, a história desde o inicio foi concebida para ser contada em duas gerações.

5. Pétreos foi o primeiro livro que você escreveu? Pretende se aventurar mais no mundo da literatura?

Pretendo escrever a continuação de Pétreos e tenho o desejo de ambientar uma história durante a Revolução Cubana, contaria a história de um pequeno fazendeiro durantes os eventos na ilha. Penso também sobre um livro com tons poéticos ambientado no mundo circense.


Se você tiver interesse sobre o livro Pétreos, dá uma passadinha na página do livro no Facebook. Para adicionar o livro à sua estante no Skoob, clique aqui. Para informações sobre como adquirir o livro, clique aqui.

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Karol
5 anos atrás

Olá, olá!
Dando uma passadinha rapidinha aqui só para avisar que te indiquei ao Prêmio Dardos, uma tag super bacana sobre blogs criativos. Só clicar no nome do meu blog que vai direto pra postagem, tá?
Desculpa a pressa T ~ T prometo que logo voltarei com mais calma aqui!

Beijos,
Elfo Livre