21
02
2016

Meus (vários) problemas com The Maze Runner

No fim do ano passado, resolvi finalmente ler The Maze Runner: Correr ou Morrer, escrito por James Dashner. Tinha ouvido algumas críticas boas sobre o livro, então fiquei curiosa para saber o motivo de tanto hype.

Acabei lendo a trilogia inteira, um livro atrás do outro e, se você procurar minhas resenhas no Goodreads, verá que a menor classificação da série é três estrelas, para o último, o que normalmente significaria que se trata de uma trilogia que eu gostei bastante.

Porém, isso não é verdade nesse caso. The Maze Runner é o tipo de série de livros em que o enredo e a ação constante acabam por disfarçar problemas na caracterização e desenvolvimento dos personagens, bem como grandes falhas na justificativa para o universo criado pelos livros.

Durante a leitura, acabei por identificar vários desses problemas e resolvi listá-los aqui. Claro, não é um livro que eu desaconselho a ler, aliás acho que é uma leitura envolvente, mas não dá para ignorar que os pontos falhos podem, após finalizada a leitura, deixar o leitor um pouco frustrado.

Basicamente, The Maze Runner conta a história de Thomas, que acorda sem nenhuma memória e descobre que está preso em um labirinto com um grupo de meninos, alguns ali já há algum tempo. Eles não sabem o motivo de estarem ali, apenas tentam sobreviver aos perigos que moram no labirinto. Esse frágil equilíbrio é posto à prova quando, pela primeira vez, uma menina aparece e entra imediatamente em coma após suspirar o nome de Thomas.

Existem muitos problemas com a série, e eu tentei explicar um pouco deles nesse post. Já aviso, porém, que alguns spoilers podem aparecer por aqui.

Ah, e como vou falar sobre problemas que aconteceram durante o livro, pode ser que quem não leu ainda fique um pouco perdido, hahahaha.

(mais…)

15
02
2016

[Blogueiros Geeks] Todo Livro é Uma TARDIS

Todo livro é uma TARDIS, maior por dentro e capaz de nos levar para qualquer lugar no tempo e espaço, assim como a amada máquina do tempo (que é muito mais do que isso) do Doctor em Doctor Who. E os lugares para os quais os livros que nós lemos nos levam podem ser maravilhosos, assustadores, mágicos…lit01

Então, fiquei muito feliz quando um dos temas sugeridos para a blogagem coletiva desse mês no grupo Blogueiros Geeks foi justamente falar sobre “viagens literárias”, ou seja, os locais mais incríveis para os quais você já viajou ao ler um livro.

(mais…)

06
02
2016

[Blogueiros Geeks] Minha Lista Para Um Carnaval Nerd

Carnaval não é a festa para mim. Eu acho legal por ser parte da cultura brasileira e respeito quem gosta, mas como não sou fã nem de muita gente junta pulando, calor ou som alto, vocês podem imaginar como eu fujo da bagunça do carnaval.

Mas tem uma parte muito boa do carnaval que eu amo: o feriadão! Carnaval são quatro dias de folga para você fazer o que quiser, seja correr pro meio dos foliões, seja para, como eu, se esconder entre os livros e séries preferidos que você não tinha tempo para pôr em dia.

Aqui vai a lista dos livros e séries que pretendo ler e assistir até quarta-feira, quando o ano começa no Brasil:

(mais…)

30
01
2016

[Blogueiros Geeks] Os Mais Aguardados de 2016

O tema da blogagem coletiva de janeiro de 2016 não podia ser mais propício: vamos escolher o filme, a série e o livro mais aguardado desse ano que acabou de começar (e aparentemente já gastou um mês, quê???). O problema é ter que escolher apenas um por categoria! Mas vamos lá, né?

O Filme Mais Aguardado

Teremos estréias incríveis em 2016, entre elas Deadpool, Capitão América: Guerra Civil, Doutor Estranho… e isso só da Marvel, ainda teremos grandes estréias da DC Comics também, como Batman vs Superman e Esquadrão Suicida. Ufa, esses são só uma pequena parte dos filmes de 2016. Mas já que só podia escolher um, meu coração foi lufa e leal ao meu primeiro fandom… fantastico

Vai demorar para chegar Novembro…

Série de TV Mais Esperada

Pensei bastante para dar essa resposta, porque em termos de séries, 2016 não trará nada que eu estou particularmente entusiasmada. Claro, teremos novos episódios de Agent Carter, Pretty Little Liars, The 100… Mas acabei escolhendo Luke Cage, que deve estrear em Novembro (eita de novo?) desse ano, se a imagem liberada pelo Facebook da minha querida Jessica Jones significa o que todo mundo acredita que significa. luke-cage

Mas a verdade mesmo é que a novidade que me deixou com um sorriso de orelha a orelha é que Jessica Jones foi confirmada para a sua segunda temporada, o que aliás não é mais do que a obrigação da Marvel e da Netflix, não é mesmo? PS: Eu tenho muitas esperanças que a Jessica apareça em Luke Cage. Afinal, ele apareceu em Jessica Jones, não é mesmo?

Livro Mais Esperado do Ano

Tá, posso roubar um pouquinho? É só que o livro que vou mencionar aqui não teria aparecido na lista antes do começo desse ano, mas agora que eu já li os dois primeiros da série e estou me segurando para não ler o terceiro logo em seguida para aproveitar melhor, não tinha como ser outro.

 theravenkingCom essa capa maravilhosa, o quarto livro da série The Raven Cycle ganhou meu coração antes mesmo de seu lançamento. Maggie Stiefvater e sua mitologia me ganharam por completo e eu mais posso esperar para acabar de ler a saga dos Garotos Corvos e de Blue Sargent.

Quais são os filmes, séries de TV e livros que vocês mal podem esperar para ter em mãos em 2016?

creditos

Siga o blog nas redes socias:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

26
01
2016

Kindle Unlimited: Dicas

Muitas pessoas não conhecem o Kindle Unlimited, um programa de assinatura da Amazon que dá acesso ao usuário a um catálogo imenso de e-books, que ele pode ler à vontade.kindleunlimited

Mas como funciona exatamente? Você tem que ter uma conta no site da Amazon Brasil e só. Muita gente acredita que os e-books vendidos pela Amazon Brasil são só para quem tem o e-reader Kindle, mas isso não é verdade. Você pode ter acesso aos e-books que você comprar na Amazon pelo próprio navegador que você usa, através do Cloud Reader deles, ou então por qualquer um dos aplicativos que eles disponibilizam para celulares e tablets.

Aí, você assina o programa, que custa R$ 19,90 por mês (e como o Netflix, tem aquele período de teste de 30 dias), no cartão de crédito. Para quem está acostumado já a comprar e-books, sabe que esse é um preço que vale a pena, porque existem muitos e-books bem mais caros do que isso.

O Kindle Unlimited então funciona mais ou menos como uma biblioteca virtual: ele dá ao usuário o direito de ter em sua conta 10 livros por vez. Os e-books que estiverem em sua conta poderão ser acessados de qualquer computador, através dos aplicativos para smartphones e tablets e também, se você tiver um Kindle, os e-books também poderão ser acessados dali.

Uma coisa legal é que os e-books que você estiver lendo estarão sempre sincronizados nos seus dispositivos, desde que eles estejam conectados à internet. Ou seja, você pode começar a ler no computador e acabar no seu tablet, sem problemas.

O programa também pode ser cancelado a qualquer momento, então não tem problema: não gostou? Cancela.

Eu tinha algumas dúvidas no começo em relação ao catálogo. Não, não são todos os e-books que estão disponíveis para o Kindle Unlimited. Mas de uns tempos para cá o catálogo aumentou bastante e vários livros novos, inclusive vários da Galera Record e da Editora Draco, estão disponíveis.

Aí vão algumas dicas de e-books disponíveis:

 

perdida

 

Perdida, da Carina Rissi

Sofia vive em uma metrópole e está habituada com a modernidade e as facilidades que isso lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor à menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição.

Após comprar um novo celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa.

Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura às cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam levá-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos…

 

 

 

 

trono

O Trono de Vidro, da Sarah J. Maas.

Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

Existem vários outros títulos disponíveis, inclusive alguns da Meg Cabot, Colleen Hoover, Tammara Webber e até Os Garotos Corvos, da Maggie Stiefvater, está lá também. No meu caso, o Kindle Unlimited me ajuda muito a não falir totalmente no fim do mês.

E vocês, já conheciam o Kindle Unlimited?

Siga o blog nas redes socias:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

20
01
2016

Acabei de Ler: Os Garotos Corvos – Maggie Stiefvater

garotoscorvos

Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos, Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los – até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra – ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca. Gansey tem tudo – dinheiro, boa aparência, amigos leais -, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos – Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco. Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza.

Título Original: The Raven Boys 
Série: The Raven Cycle #1 
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Páginas: 376
Avaliação: 5/5

Vocês tem algum livro na sua estante que está lá, parado, você sabe que vai gostar quando ler, mas por um motivo ou outro, simplesmente vai deixando para depois? Com a série Os Garotos Corvos eu me senti assim. Falta de boas recomendações é que não foi: todo mundo com quem eu conversei sobre a história se derramava em elogios sobre a trama e a escrita da autora. Mas eu demorei um pouco mais para decidir lê-lo.

Uma das razões, porém, eu sempre tive muito clara: eu sabia que o estilo da Maggie Stiefvater proporciona uma leitura densa, complexa. Não é o tipo de livro que você consegue ler sem prestar muita atenção. A narrativa da autora é bem descritiva e acima de tudo, sua construção de personagem e de mundo é minuciosa, o que pode assustar o leitor de primeira viagem.

Não era o meu caso quando resolvi ler esse livro, porém. Já tinha lido A Corrida do Escorpião da autora (inclusive já comentei sobre ele aqui) e por isso já estava preparada. E por isso, acredito, não só consegui ler as primeiras páginas já me ambientando com o universo que a autora criou, como logo comecei a me apaixonar pelos personagens.

E que personagens! A história acaba girando em torno de Blue Sargent, uma garota que vive com sua mãe, tias e mais algumas mulheres da família que são todas médiuns (e que apesar de serem consideradas secundárias, ainda assim são extremamente bem desenvolvidas) e sua amizade com os Garotos Corvos, um grupo de quatro amigos que estudam na Academia Aglionby, que é uma escola para os filhos de famílias ricas e que tem um corvo como símbolo.

Gansey, Ronan, Adam e Noah estão numa missão: encontrar Glendower, um rei que já está morto há muito tempo, mas cujo lenda diz que ele só espera ser despertado e que aquele que o despertar terá seu pedido concedido. Essa sempre foi a missão de Gansey, que aos poucos foi juntando seus amigos para que o ajudassem nessa tarefa.

O interessante do livro é que eu poderia passar horas explicando cada um dos personagens, porque existem muitos detalhes na história de cada um. E, mesmo com todo o desenvolvimento de cada um deles, a leitura não fica pesada e nem se perde nas suas descrições.

Toda a mitologia criada por Stiefvater encanta o leitor e mesmo que a história se prolongue em quatro livros (o segundo e o terceiro, Os Ladrões de Sonhos e Lírio Azul, Azul Lírio, já publicados no Brasil pela Editora Verus e o último, The Raven King, que será lançado em 26 de abril nos EUA), ainda assim dá para ficar muito interessado no que vai acontecer e esperar ansiosamente pelos próximos livros.

Definitivamente, cinco estrelas e favoritado, tanto no Goodreads quanto no Skoob. E vocês, já leram? O que acharam do livro?

Siga o blog nas redes socias:

Twitter | Facebook | Instagram

14
01
2016

Acabei de Ler (e Ouvir): A 5ª Onda – Rick Yansey

Eu coloquei esse post na categoria Acabei de Ler porque sim, ouvir um audiobook também é uma maneira de ler. A 5ª Onda é um livro de distopia young adult que já foi adaptado para os cinemas e tem estréia prevista para o dia 21/01/2016. Aqui no Brasil, o livro foi lançado pela editora Fundamento.

5aondaDepois da primeira onda, só restou a escuridão.
Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram.
Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram.
Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém.
Agora “A Quinta Onda”está começando…

Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva – Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!

Título Original: The 5th Wave 
Série: The 5th Wave #1 
Autor: Rick Yansey
Editora: Fundamento
Páginas: 367
Avaliação: 4/5

Devo confessar que já tinha visto o livro por aí mas nunca tinha me interessado em saber sobre o que era. Então, por acaso, assisti um vídeo no Youtube com uma resenha dele e fiquei bem interessada porque não só fala de um cenário pós-apocalíptico (coisa que eu simplesmente AMO) como toda a tragédia é causada por alienígenas, sinceramente uma combinação perfeita para mim.

Basicamente, a história é contada por alguns pontos de vista diferentes, mas os principais são os da Cassie, uma menina de dezesseis anos e Ben, um menino de dezessete.

No começo do livro, Cassie está totalmente sozinha, tendo sobrevivido às quatro primeiras ondas. Cada uma das ondas trouxe um tipo de exterminação diferente da raça humana. Por exemplo, a primeira das ondas foi um pulso eletromagnético que fritou todo e qualquer aparelho que utilizasse energia. Até carros pararam de funcionar, tudo ao mesmo tempo, o que claro resultou em muitas mortes.A 5ª Onda - Divulgação

Conforme o livro evolui, você vai descobrindo o que foram cada uma das ondas, como elas afetaram a humanidade em geral e também como elas afetaram pessoalmente cada um dos personagens que contam a sua história.

A estrutura do livro é interessante. Os narradores no audiobook também foram muito bons, o que me ajudou a entrar na história. Aliás, queria muito saber o que estava acontecendo, o que ajudou para que eu ficasse ouvindo muito mais do que normalmente faço quando estou no meio de um audiobook.

Achei a revelação do que é efetivamente a 5ª onda meio óbvia, mas nem por isso foi boba. Aliás, esse é um livro com algumas reviravoltas no enredo, mas não achei nenhuma delas surpreendentes, como eu acredito que o autor queria que fossem. Mas isso não quis dizer que eu não gostei, pelo contrário, a história é interessante.

Devo confessar que não fui muito fã das cenas de ação, mas acredito que seja mais por não ser meu tipo preferido de cena. Achei longas demais e muitas vezes apenas uma enrolação para chegar ao ponto final.

Fiquei interessada em ler a continuação. Além disso, esse é o tipo de história que tem um grande potencial para as telas de cinema, então provavelmente vou assistir o filme também, para conferir a adaptação.

E vocês, gostam desse tipo de livro?

Siga o blog nas redes socias:

Twitter | Facebook | Instagram

04
01
2016

Metas de 2016

Feliz Ano Novo para todo mundo que visita o blog! Com o ano começando, sempre vêm as metas a serem cumpridas. Eu particularmente gosto de me propor metas, pois é algo que me incentiva.

2016 vai ser um ano de muitas novidades aqui para o blog. Para ficar por dentro, sigam o blog nas redes socias: tem Twitter, tem Instagram, tem Skoob e tem Goodreads. Tô sempre por lá e adoro conversar com todo mundo, então não precisa ficar envergonhado!

De pertinho. #desafioprimeira #desafiofotográfico

De pertinho. #desafioprimeira #desafiofotográfico

Lá no Instagram, estou tentando participar do #desafioprimeira, o que para mim está sendo um verdadeiro desafio. Mas eu sempre gostei de fotografia e acabei me colocando essa meta de começar a praticar… ainda que eu ainda esteja aprendendo.

Falando em fotografia, vocês já tiveram aqui um post do 9 on 9, em que todo dia 09, um grupo de nove blogueiras posta nove fotos sobre um determinado tema. Logo teremos o segundo post da série, também.

9

Quanto às leituras, em 2016 uma meta muito séria que eu me propus foi expandir um pouco o meu universo de leituras. Uma das maneiras que encontrei para transformar essa ideia em realidade é participar de um projeto criado pela Reniére do blog Palavras Radioativas, que basicamente consiste em ler 12 livros sorteados (um por mês) de uma lista com as 100 leituras essenciais, segundo a revista “Bravo!”.

100

Vocês também vão ver por aqui os livros lidos que foram escolhidos pelo Clube do Livro Geek. É a primeira vez que eu faço parte de um clube do livro e estou bem entusiasmada para ver as novas experiências que ele vai me trazer! O primeiro livro escolhido foi Ubik, que eu já estou lendo!

ubik

Como vocês podem ver, nós teremos muitas novidades legais nesse ano de 2016. Espero que vocês continuem acompanhando o blog e os posts para ver se eu vou conseguir acompanhar tudo isso. *dedos cruzados*

15
11
2015

Acabei de Ler: Isla and the Happily Ever After – Stephanie Perkins

Finalmente li esse livro, que nada mais é que a história final no universo de Anna e o Beijo Francês, cuja história seguiu com Lola e o Garoto da Casa ao Lado e que agora se encerra com Isla e o Final Feliz, já publicado aqui no Brasil. Porém, como eu havia comprado a edição capa dura logo que ela havia sido lançada lá fora, li o livro em inglês mesmo.isla (mais…)

10
11
2015

Gaiman Who? – #AllABoutGaiman

A Mayra, do canal All About that Book, no Youtube, organizou nesse mês de Novembro o All About Gaiman, para comemorar os 55 anos do escritor Neil Gaiman, que faz aniversário nessa terça-feira, dia 10. Achei a ideia muito boa, vários booktubers vão participar partilhando suas impressões sobre as obras do autor e eu resolvi colaborar também de uma maneira que é a minha cara: falando da relação dele com a minha série preferida, Doctor Who.

the-doctors-wife-neil-gaiman (mais…)

Página 3 de 812345678