09
01
2017

Acabei de Ler: De Repente, o Amor – Susan Fox

No fim do ano, recebi um livro da Única, selo da Editora Gente, para falar aqui no blog. Na hora de escolher, resolvi por um gênero que leio bastante, mas não falo muito aqui no blog: o romance hot. Sei que tá muito na moda e eu já li vários. Não tenho problema nenhum em admitir que gosto de romances mais quentes. O problema é achar histórias que sejam realmente boas. A maioria se perde em clichês ou exageros.

Título Original: Love, Unexpectedly 
Série: Wild Ride To Love, #2
Autor: Susan Fox
Editora: Única (selo da Editora Gente)
Páginas: 364
Adicione: Skoob | Goodreads

De Repente, o Amor – A História

De Repente, o Amor, da autora Susan Fox, conta a história de um casal de melhores amigos: o Nav e a Kat. Ele é vizinho dela e sempre quis algo além de amizade. O problema é que ela nunca levou ele a sério. Quando ela pede que ele seja seu acompanhante no casamento da irmã, ele vê a chance de mudar isso. 

Kat vai embarcar num trem para ir ao casamento, numa viagem que demora dias. Nav então decide se encontrar com ela, de surpresa, e incorporar um estranho a cada parada. Dessa forma, ele espera mostrar para ela que também pode ser surpreendente.

Sobre a Leitura

Algo que demorei para me acostumar foi com a mudança de pontos de vista. O livro alterna, um capítulo é contado pelo Nav, o outro pela Kat. Até aí, tudo bem, o problema é que os capítulos do Nav estão em terceira pessoa e os da Kat, em primeira. Sinceramente, não é uma estrutura que eu curto. Prefiro que histórias em primeira pessoa sejam contadas de um único ponto de vista. Ou no caso de múltiplos pontos, que esses estejam todos em terceira pessoa. Aliás, normalmente não gosto de livros em primeira pessoa, ponto final. Mas acabo acostumando no fim.

O desenvolvimento da história tem um bom ritmo e a leitura é fácil. Não é algo que tem muita enrolação e no geral, achei as reações dos personagens críveis. Nada de exagero ou de sentimentalismo barato, que fazem você ficar com vergonha alheia. Também não foi uma narrativa que dependeu de explicar demais as ações dos personagens. Ao invés disso, a autora vai mostrando o passado deles, o que facilita para que o leitor tire suas próprias conclusões.

O livro conta com várias cenas de sexo, lógico. No geral, achei as cenas bem escritas. Apenas o uso de algumas palavras me deixava bem incomodada. Acho que na hora de encontrar sinônimos para tradução, poderiam escolher palavras melhores. Mas isso é mais uma preferência minha do que um problema com o livro.

O livro tem alguns poucos problemas de diagramação e de revisão. Algumas palavras com letras trocadas ao longo dos parágrafos, por exemplo. E como existem vários e-mails transcritos, alguns recuos de parágrafos faltaram e o que era para ser parte do e-mail parece que não é mais, o que faz a leitura ficar meio confusa. Porém, dá para entender, no fim das contas.

Eu fiquei interessada em ler os demais livros da série e, dentre os romances hot que já li, esse foi um dos melhores. E vocês, já leram algum? O que recomendam?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
8 Comment threads
7 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Valérialilian fariasGleyse VieiraFábrica dos convitesMorgana Brunner Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
trackback

[…] citei aqui que gosto de ler um romance hot de vez em quando. É uma leitura divertida… Se não me […]

Célia

Oi, tudo bem? Eu não sou fã de romances hot porém, a história resumida em sua resenha parece ser bem interessante porque não tem romance com exageros.
Assim como você, não gosto de romances escritos em primeira pessoa mas no final a gente acaba acostumando quando a história é bem contada.
obrigada pela dica.
beijos

Tammy (Livreando)

Ouço ótimos comentários sobre esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler achei bem estranho essa mudança de narrativa, provavelmente iria me perder ou custar a engrenar na leitura.
Bjim!
Tammy

Morgana Brunner
Morgana Brunner

Oiii Mari tudo bem?
Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas fico feliz que tenha gostado e desde então trazido a sua opinião para nós, ótima resenha e lindas fotos.
Beijinhos

Fábrica dos convites

Oi Mari, li esta série no ano passado e gostei dela. Não tive problemas com a alternância de narrativa, uma pena que não foi a mesma coisa com você.
Bj, Rose.

Gleyse Vieira

Olá, já peguei livro que também se estruturavam em terceira e primeira pessoa. Não achei um problema, mas acho que depende do enredo, enfim. Não sei se esse tipo de história cabe essa forma de narrativa. De todo modo, essa não é uma leitura para mim. Bjs

lilian farias

Não vejo problemas em gostar de eróticos, eu, particularmente, amo a literatura erótica/pornográfica. São os melhores livros. No último mês comprei vários livros nesse perfil, Hilda Hist, etc. romance romântico erótico de banca já não chama tanto minha atenção hoje, mas eu li um número exorbitante na adolescência.

Valéria

bem, pra ser sincera a estrutura da narrativa em primeira e terceira nao seria problema pra mim,oq que me desmotiva aler é o enredo mesmo,nao me atraiu…
bjs…