Categoria "Acabei de Assistir"
06
03
2017

Assistindo The Walking Dead

Depois do último post sobre algumas dicas para se salvar de um apocalipse zumbi, resolvi falar um pouco sobre minha experiência assistindo The Walking Dead. Para quem não sabe, a série está em sua sétima temporada e é adaptada de uma HQ de mesmo nome.

Eu demorei um pouco para decidir começar. Minha fascinação por zumbis começou quando assisti Resident Evil. Eu sempre gostei da temática de um apocalipse. Por isso, filmes de zumbi sempre me chamaram a atenção. Com Guerra Mundial Z, eu gostei do filme, mas foi o livro que me fez apaixonar de vez. O motivo principal não foram as criaturas em si, mas porque o livro focava em como a humanidade reagiria a uma catástrofe dessa dimensão.

Em The Walking Dead, o foco é exatamente esse. Os zumbis são apenas catalisadores da luta pela sobrevivência. O que realmente está em jogo ali é a forma como a humanidade vai lidar com tudo isso. Até que ponto uma pessoa vai para garantir a sua própria sobrevivência?

Sobre A Série

Basicamente, a série conta a história de um grupo de sobreviventes de um apocalipse zumbi de proporções globais. As grandes cidades caíram. Não há mais governo. Serviços públicos ou qualquer tipo de organização oficial sumiram. Zumbis (ou os Walkers, como são chamados) andam por todo lado e só querem saber de comer qualquer coisa viva.

O grupo é liderado por Rick Grimes. Ele era xerife de uma cidade pequena que acorda de um coma e se depara com o mundo de cabeça para baixo. Após uma tentativa frustrada de encontrar um centro de refugiados em Atlanta, ele acaba se juntando a um grupo que está acampando nos arredores da cidade. Por pura sorte, esse é exatamente o acampamento onde sua esposa, Lori, e seu filho, Carl, estão vivendo. A partir daí, esse grupo vai tentar sobreviver nesse novo mundo, sempre lidando com a ameaça dos zumbis e também de outros grupos de sobreviventes.

Assistindo The Walking Dead Anos Depois

A minha experiência assistindo essa série está sendo diferente. Como comecei tão tarde, as primeiras temporadas quase não vi passar. É uma vantagem de quem começa depois: os episódios já estão disponíveis. E em The Walking Dead, isso significa muito. A maioria dos episódios termina deixando algo no ar que faz você querer ver o próximo imediatamente. O que é bom, pois determina um ritmo rápido para a série. Sempre há alguma coisa acontecendo. E quando as coisas parecem dar uma acalmada, é quando você fica mais atento. Afinal, é certo que algo está para acontecer. 

Eu já sabia alguns spoilers, claro. E essa é uma desvantagem. Quando uma série faz um sucesso como esse, os fãs ficam em polvorosa. E até mesmo quem ainda não assistia acaba descobrindo alguns pontos principais. Nesse caso, as mortes dos personagens não são poucas e sempre tem um impacto muito grande. Várias mortes que foram grandes surpresas quando aconteceram eu já esperava. Não sabia detalhes, mas sabia que iriam acontecer. Por isso, tentei não me apegar a alguns personagens, para ver se não sofria tanto quando tivesse que vê-los ir embora. Não funcionou.

É estranho dizer, mas apesar de ser uma série sobre zumbis, The Walking Dead é muito humana. Não há como não se apegar aos personagens. Eles podem não ser como você, mas lembram alguém que você conhece. Até mesmo os vilões acabam humanos. Eles podem ter ultrapassado limites que nunca deveriam ter sido ultrapassados, mas você entende como eles chegaram lá.

Por tudo isso, meio que me viciei na série. Ainda não cheguei na sétima temporada, mas logo chego lá. E aí vou mudar minha perspectiva. Afinal, vou conseguir evitar spoilers com mais eficácia. Mas confesso que não queria ter que esperar uma semana por um episódio novo. Ou meses por uma temporada nova. Mas quem sabe não encontro outra série para assistir em maratona?

 

01
02
2017

La La Land: Um Filme Sobre Sonhos

É fácil ir ao cinema assistir La La Land: Cantando Estações pensando que se vai assistir a um romance. Eu não fui com expectativa nenhuma. Sinceramente, queria assistir por ser um musical (vocês sabem que eu amo) e por ter ouvido comemtários maravilhosos sobre o filme. Mas nem sabia sobre o que era. Porém, o filme que ganhou todos os Globo de Ouro a que foi indicado e igualou o recorde de indicações ao Oscar de Titanic é mais do que um simples romance. Não, esse musical fala sobre sonhos. E como as nossas escolhas podem levar a eles ou não. Ou como é importante abrir mão de algumas coisas para chegar lá.

Poster Oficial de La La Land

La La Land conta a história de um casal em Los Angeles: Mia e Sebastian. Ela, interpretada por Emma Stone, é uma aspirante a atriz. Ele, interpretado por Ryan Gosling, é um músico apaixonado por jazz. Os dois vão se conhecer e não vai ser amor à primeira vista, mas vai sim ser uma bela história de amor. Em meio a canções e números de dança, a história envolve o espectador e nos faz lembrar dos nossos sonhos. (mais…)

27
01
2017

Acabei de Assistir: DC’s Legends of Tomorrow

Finalmente peguei para assistir a primeira temporada de DC’s Legends of Tomorrow, disponível na Netflix. Das séries da DC, já tentei assistir The Flash e empaquei no meio da primeira temporada de Supergirl. Para ser sincera, tenho mais dificuldade de assistir as séries da DC do que as da Marvel. Mas Legends of Tomorrow eu insisti por dois motivos. Um é que fala sobre viagem no tempo e eu realmente gosto da temática. Outro é Arthur Darvill. Afinal, quem já interpretou um companion em Doctor Who merece minha atenção, né?

(mais…)

13
01
2017

Acabei de Assistir: 3%

Esse ano, a Netflix trouxe uma baita novidade: a sua primeira série original brasileira. E 3% veio com uma história meio distópica, do tipo que não é muito comum aqui no Brasil. Pode ser que você tenha desanimado após ler algumas críticas negativas, mas esqueça elas. Vale a pena sim assistir 3%.

(mais…)

11
01
2017

Desculpe o Transtorno, Precisamos Falar Sobre Rory Gilmore.

Vocês devem lembrar como eu estava contando os segundos para a estréia de Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar. A série da Netflix trouxe uma continuação para Gilmore Girls, depois de quase dez anos. Eu fiquei super feliz para ver como estariam as garotas Gilmore. Fiquei ainda mais ansiosa para ver como estava a Rory, já que ela é quase da minha idade. Mais que isso, é uma personagem de quem eu havia dito que ia amar ser amiga. Mas com a alegria de Um Ano Para Recordar, veio também uma revelação: eu não gosto de quem a Rory se tornou.

(mais…)

05
10
2016

Quem é vivo, sempre aparece.

Sim, eu ainda estou por aqui. Alguns probleminhas não me permitiram postar no último mês, mas eu não desisti do blog, não. Talvez a ressaca do BEDA tenha influenciado um pouco a pausa nos posts, também. Porém, eu decidi não me forçar a postar e depois me arrepender por não ter um conteúdo de qualidade. post-lancamentos

Nós ainda temos várias novidades esse ano. Por exemplo, agora em outubro vem a edição nacional de Harry Potter and the Cursed Child. Também vamos ter o lançamento do O Rei Corvo, o último livro da série Os Garotos Corvos. E não dá para não mencionar The Heart of Betrayal, continuação de The Kiss of Deception, em novembro.  (mais…)

25
08
2016

Séries Que Deveriam Ganhar Um Revival

Estamos na era dos revivals. A Netflix tem ajudado bastante, resgatando séries clássicas e lhes dando novas temporadas. Já aconteceu com Full House, que ganhou o nome de Fuller House, vai acontecer com Gilmore Girls… E aí vem a pergunta: que outras séries também mereciam um revival? Aqui estão as minhas escolhidas: revival-post

(mais…)

24
08
2016

Os Vilões Que Eu Amo Odiar – Liga Nerd Girls

Já faz algum tempinho que entrei para um outro grupo muito legal no Facebook, o Liga Nerd Girls. E estava querendo fazer as blogagens coletivas deles faz tempo, mas nunca dava certo. Nesse mês de agosto, decidi que não ia deixar passar. O tema é bem legal: falar sobre os vilões mais escrotos do mundo nerd. Aqueles que são tão ruins que a gente tem que admirar. E aqui vai minha lista:

viloes-post

(mais…)

15
08
2016

3 Filmes Cheios de Música

Se tem um tipo de filme que eu amo assistir, são aqueles cheios de música. Não digo musicais (se bem que amo eles também) mas aqueles que usam música como parte do enredo. Musicais usam músicas para contar a história, eu acredito. Por isso, nesse post reuni três filmes que tem a música praticamente como mais um personagem.filmes-post (mais…)

10
08
2016

Assistindo Gilmore Girls (de novo).

Quem ama a Netflix já está sabendo: Gilmore Girls vai voltar. Mais especificamente, no dia 25/11, a Netflix liberará quatro episódios de 90min cada trazendo as garotas Gilmore. Cada um desses episódios contará a história de uma estação do ano, portanto os quatro contarão um ano na vida delas. O mais legal é que basicamente será mostrada a vida delas agora, anos depois.gilmore-post

E para comemorar, a Netflix disponibilizou todas as temporadas antigas de Gilmore Girls. O que isso significa? Que estou fazendo uma super maratona para reassistir tudo antes do dia 25/11.

Para quem não conhece, Gilmore Girls é uma série que estreou em 2001 e teve sete temporadas. O tema central é a relação entre Lorelai e Rory Gilmore, mãe e filha que são muito próximas. Uma das razões é o fato de que Lorelai teve Rory quando tinha apenas 15 anos. Logo, a diferença de idade entre as duas ajuda. (mais…)

Página 1 de 9123456789