28
04
2017

Acabei de Ler: A Rainha de Tearling – Erika Johansen

Lembro que em seu lançamento, A Rainha de Tearling fez muito sucesso entre os booktubers americanos. A história mistura distopia com ficção medieval, algo que chama atenção. A sua protagonista, Kelsea, é considerada uma das mais fortes do gênero. Por tudo isso, fiquei bem feliz quando recebi o livro, lançado pela Suma de Letras aqui no Brasil, na malinha de fevereiro do Turista Literário. Porém, embora tenha gostado da leitura, alguns pontos não me impressionaram tanto. E por isso resolvi contar para vocês aqui no blog.

A Rainha de Tearling

Título Original: The Queen of the Tearling
AutorErika Johansen
Série: The Queen of the Tearling #1
Editora: Suma de Letras (selo da Companhia das Letras)
Páginas: 350
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar, clique:

(mais…)

14
01
2016

Acabei de Ler (e Ouvir): A 5ª Onda – Rick Yansey

Eu coloquei esse post na categoria Acabei de Ler porque sim, ouvir um audiobook também é uma maneira de ler. A 5ª Onda é um livro de distopia young adult que já foi adaptado para os cinemas e tem estréia prevista para o dia 21/01/2016. Aqui no Brasil, o livro foi lançado pela editora Fundamento.

5aondaDepois da primeira onda, só restou a escuridão.
Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram.
Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram.
Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém.
Agora “A Quinta Onda”está começando…

Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva – Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!

Título Original: The 5th Wave 
Série: The 5th Wave #1 
Autor: Rick Yansey
Editora: Fundamento
Páginas: 367
Avaliação: 4/5

Devo confessar que já tinha visto o livro por aí mas nunca tinha me interessado em saber sobre o que era. Então, por acaso, assisti um vídeo no Youtube com uma resenha dele e fiquei bem interessada porque não só fala de um cenário pós-apocalíptico (coisa que eu simplesmente AMO) como toda a tragédia é causada por alienígenas, sinceramente uma combinação perfeita para mim.

Basicamente, a história é contada por alguns pontos de vista diferentes, mas os principais são os da Cassie, uma menina de dezesseis anos e Ben, um menino de dezessete.

No começo do livro, Cassie está totalmente sozinha, tendo sobrevivido às quatro primeiras ondas. Cada uma das ondas trouxe um tipo de exterminação diferente da raça humana. Por exemplo, a primeira das ondas foi um pulso eletromagnético que fritou todo e qualquer aparelho que utilizasse energia. Até carros pararam de funcionar, tudo ao mesmo tempo, o que claro resultou em muitas mortes.A 5ª Onda - Divulgação

Conforme o livro evolui, você vai descobrindo o que foram cada uma das ondas, como elas afetaram a humanidade em geral e também como elas afetaram pessoalmente cada um dos personagens que contam a sua história.

A estrutura do livro é interessante. Os narradores no audiobook também foram muito bons, o que me ajudou a entrar na história. Aliás, queria muito saber o que estava acontecendo, o que ajudou para que eu ficasse ouvindo muito mais do que normalmente faço quando estou no meio de um audiobook.

Achei a revelação do que é efetivamente a 5ª onda meio óbvia, mas nem por isso foi boba. Aliás, esse é um livro com algumas reviravoltas no enredo, mas não achei nenhuma delas surpreendentes, como eu acredito que o autor queria que fossem. Mas isso não quis dizer que eu não gostei, pelo contrário, a história é interessante.

Devo confessar que não fui muito fã das cenas de ação, mas acredito que seja mais por não ser meu tipo preferido de cena. Achei longas demais e muitas vezes apenas uma enrolação para chegar ao ponto final.

Fiquei interessada em ler a continuação. Além disso, esse é o tipo de história que tem um grande potencial para as telas de cinema, então provavelmente vou assistir o filme também, para conferir a adaptação.

E vocês, gostam desse tipo de livro?

Siga o blog nas redes socias:

Twitter | Facebook | Instagram

18
09
2015

Acabei de Ler: A Rainha Vermelha – Victoria Aveynard

Depois de muito ler romances históricos, decidi mudar um pouco o estilo de leitura e voltar a ler distopia, um gênero que já fazia um tempo que eu não lia. O escolhido foi A Rainha Vermelha, principalmente, não posso negar, por causa da capa. Essa capa prateada toda cheia de brilho me encantou e eu tive que trazer o livro pra casa.

imageOuvi muitos elogios quanto à história e ao mundo distópico criado aqui, e por isso achei que renderia uma boa leitura. A personagem principal se chama Mare Barrow, e ela é uma vermelha, o que significa que possui sangue vermelho, em contraste aos que têm sangue prateado, que possuem poderes especiais e por causa disso acabaram dominando todos os vermelhos e fazendo deles seus escravos e os mandando para a guerra. (mais…)

03
06
2014

Acabei de Ler: Trilogia A Seleção – Kiera Cass

Eu nunca fiz a resenha do primeiro livro aqui, A Seleção, quando eu li, há algum tempo atrás. No desafio de ler os livros físicos que se encontram na minha lista, acabei lendo, um atrás do outro, A Elite e A Escolha e resolvi fazer a resenha completa, da trilogia inteira.

kieracass  (mais…)

01
06
2014

Acabei de Ler: Cinder (As Crônicas Lunares) – Marissa Meyer

Se você tem a mania horrível que eu tenho, de comprar mais livros do que consegue ler e deixar ir acumulando (não faça isso em casa) provavelmente já passou por essa situação: ter o livro há um bom tempo, ler muito livro meia-boca antes, e quando finalmente chega naquele, ficar com cara de bobo: COMO ASSIM EU NÃO LI ESSE LIVRO ANTES???
cinder

(mais…)

24
05
2014

Acabei de Ler : A Outra Vida – Susanne Winnacker

Um livro com uma garota como protagonista, que se passa num mundo pós-apocalíptco, assolados pela epidemia de um vírus que transforma humanos em criaturas que caçam sua própria espécie (praticamente zumbis)? Claro que eu tinha que ler, né?

outravida

(mais…)

23
10
2013

Algumas Considerações sobre os Spoilers de Allegiant

Distopias são hoje uma grande parte do mercado literário de YA. Afinal, após o sucesso tremendo de Jogos Vorazes, várias outras distopias ganharam espaço, como A Seleção ou Delirium, e claro, Divergente, trilogia escrita pela Veronica Roth que acabou de ter o último livro da série lançado ontem (22/10), Allegiant. Aliás, grandes spoilers já tinham vazado antes do lançamento (com direito a PDF sendo distribuído na internet e tudo), inclusive teve gente que recebeu o livro antes da hora. Mas até que se confirmem os spoilers, a coisa ainda não tinha estourado do jeito que estourou.
 allegiant
E estourou mesmo. Essa não é uma resenha do livro, pois ainda não o li nem mesmo li o tal do PDF, então não posso dar minha opinião nesse sentido. Essa são apenas algumas observações a respeito das várias opiniões deixadas por quem já leu nos sites da internet (eu me concentrei mais nos comentários deixados no site Hypable e na Amazon.com, onde diga-se de passagem, a imensa maioria das reviews são negativas, com uma ou duas estrelas).
E por falar abertamente de spoilers, fica aqui o anúncio: NÃO CLIQUE NO LINK ABAIXO SE VOCÊ NÃO QUER SABER OS SPOILERS TANTO DE ALLEGIANT QUANTO DE JOGOS VORAZES (A ESPERANÇA):
  (mais…)
05
07
2013

Filme vs. Livro: Guerra Mundial Z

Tenho uma confissão a fazer: amo zumbis. Pode parecer estranho, mas sempre tive um certo fascínio por essas histórias de mortos-vivos que conseguem, com uma mordida, transformar outro ser humano em um deles. Guerra Mundial Z, do escritor Max Brooks, acaba de ganhar um filme, um belo blockbuster com Brad Pitt no papel principal. Assisti o filme na segunda-feira, e me interessei ao saber que era “baseado” no livro homônimo. Coloco baseado entre aspas porque, após ter ido atrás e lido o livro em três dias, posso dizer que fora alguns detalhes pequenos, a única coisa que o livro e o filme tem em comum é o título (e não sou só eu que digo isso. Essa foi uma observação do próprio autor).

Vou tentar discutir os dois sem dar nenhum spoiler grande demais, mas se você não viu o filme e não quer saber nenhum detalhe, melhor só ler o post depois de ir ao cinema, ok? Já do livro, ele é tão cheio de detalhes, que nem se eu me esforçar muito consigo estragar a leitura de alguém.

guerrazmundial (mais…)

12
02
2012

A Minha Experiência com Jogos Vorazes – Suzanne Collins

O primeiro livro que eu li em 2012, como eu já falei por aqui, foi justamente Jogos Vorazes, o primeiro livro da trilogia que leva o mesmo nome. Porém, após ter lido os três livros, acho difícil fazer uma resenha para cada um deles, por isso vou falar do que eu achei sobre os três de uma vez só.

É difícil para mim dizer se eu gostei dos livros ou não. Meus sentimentos em relação a série são conflitantes. Tenho amigas que amaram, querem ler novamente para pegar os detalhes… e eu já posso dizer que, no momento, não consigo me ver relendo esses livros .Um filme vai ser lançado em março, o trailer já saiu, e eu não sei se vou conseguir assistir depois da minha reação quando terminei de ler.

Aliás, a sensação que tive foi “Ufa! Acabou, consegui terminar de ler”. Mas aí é que a coisa complica: esse sentimento não é porque Jogos Vorazes é uma série ruim, muito pelo contrário, foi uma das melhores que eu li nos últimos tempos em termos de personagens bem construídos, história envolvente, muita ação e antecipação. Suzanne Collins te mantém na beira da cadeira o tempo todo, esperando para ver da onde vem o próximo golpe. E talvez seja por isso que eu não caí de amores pela série. Simplesmente, não é meu estilo de livro. Fiquei angustiada depois de ler. Sério, tinha hora que eu me pegava com os olhos cheios de lágrimas por lembrar de algum personagem ou algum fato que aconteceu em um dos livros.

Esses livros eu recomendaria para quem gosta de livros de ação, de discussões sobre o poder da TV para controle das massas, sobre como algumas pessoas podem ser totalmente alienadas se recebem do governo o seu “pão e circo” (lembra das aulas de história?). Se você ler ou se já leu, tente adivinhar em que momento do futuro a história acontece.

Um bom conselho para quem vai ler (acho que já dei esse conselho por aqui, mas…): não se apegue a personagem nenhum, a autora não poupa ninguém. Também, se você for uma manteiga derretida como eu, não leia em público, ou você vai ter que explicar para outras pessoas porque está chorando.

É uma série que levanta muitas perguntas mas que não te dá muitas respostas, o que sinceramente não me agrada muito. Muitos personagens secundários você simplesmente precisa presumir o que aconteceu a eles, o que também não gosto muito. E existem algumas cenas que são desnecessárias. Mas, olhando a série como um todo, acho que vale a pena ler. Pelo menos, para mim valeu a pena. Mas, como eu disse, não sei se leria de novo.