22
09
2017

Acabei de Ler: Diário de Uma Garota Normal – Phoebe Gloeckner

Hoje eu trago para vocês uma leitura um pouco diferente das que costumo fazer. Recebi Diário de Uma Garota Normal da editora parceira Faro Editorial e essa leitura me obrigou a sair da minha zona de conforto. O livro, em forma de diário, se propõe a mergulhar na cabeça de uma adolescente de quinze anos. Sem nenhum romance, sem nenhum floreio, sem sutilezas. Essa é uma jornada honesta, crua, sem disfarçar ou fingir que está tudo bem. Esse é um choque de realidade através dos olhos de uma garota normal.

Título OriginalThe Diary of a Teenage Girl: An Account in Words and Pictures
AutorPhoebe Gloeckner
Editora: Faro Editorial
Páginas: 301
AdicioneSkoob | Goodreads

Este é mais um “Diário de Uma Garota Normal”?

Diário de Uma Garota Normal conta a história de uma garota que está entrando no mundo adulto. Minnie tem quinze anos e escreve em seu diário absolutamente tudo o que passa pela sua cabeça.

Logo de cara percebemos que sua família não é estruturada de maneira tradicional. Minnie vive com sua mãe e sua irmã mais nova. A mãe tem um namorado chamado Monroe. Porém, nas primeiras entradas que lemos de seu diário, fica claro que Monroe dá em cima de Minnie, o que a faz despertar para a sua sexualidade.

Isso desencadeia um relacionamento entre os dois, algo extremamente destrutivo. Mas Minnie não é inocente. Pelo contrário, é cínica e coloca tudo o que sente no papel. Esse relacionamento com um homem bem mais velho, bem como os outros vários relacionamentos com garotos e até com garotas, vão moldando Minnie. Gradualmente, bebidas e drogas passam a fazer parte do cotidiano da garota, o que a leva numa saga de autodestruição.

Sobre a Leitura

Esse não é um livro fácil de ler. A autora optou por escancarar a mente de uma adolescente de 15 anos. Sua escrita sem rodeios serve para chocar mas também para demonstrar a jornada de uma garota que ainda está aprendendo muito sobre si mesmo. Essa história não contém nenhuma sutileza, nenhuma promessa de amor verdadeiro ou final feliz. A protagonista não é uma menina perfeita. Aliás, seus defeitos são claros e não são poucos. Minnie é arrogante, cínica e muitas vezes se utiliza do que puder para obter vantagens.

Em momento algum ela demonstra remorso, por exemplo, por estar indo para a cama com o namorado da mãe. Quando conta as aventuras de seus amigos da escola, não parece se preocupar com o que eles estão fazendo. Ela é bem egoísta e muda de ideia muito rápido. Basicamente, seu comportamento é o de um adolescente comum. O problema é que Minnie tem acesso a muitas coisas que a maioria dos adolescentes não tem, o que a estimula a entrar em parafusos de destruição.

A leitura incomoda. Em certos momentos, dá aquela sensação de soco no estômago. Mas acredito que era essa a intenção da autora. Fazer com que nós, os leitores, vislumbrássemos um mundo onde nada é perfeito. Onde as pessoas tem falhas e tomam decisões que podem ser altamente destrutivas. O livro é recheado de ilustrações e partes da história são contadas em quadrinhos. Algumas ilustrações são bem explícitas. Esse detalhe contribui muito para que não exista nenhuma romantização da história de Minnie. Ela é como é e vai contar a história com sua própria voz.

Em vários momentos da leitura, eu ficava bem preocupada com Minnie e com sua forma de ver o mundo. A forma em diário proporciona ao leitor a oportunidade de imergir na intimidade dessa adolescente. É intenso, é surpreendente, mas em sua rudeza, é real.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Beatriz Almeida sobrinho

Fiquei intrigada com sua resenha! Realmente livros que retratam a realidade de forma clara são mais difíceis de ler. Não conhecia esse livro, mas a temática dele é boa, achei interessante!

Abraços

Amanda

Olá,
gostei muito da sua resenha, e me convenceu a ler o livro, que pelo título, eu não leria. Gosto da realidade, dos fatos, da coisa como ela e´, sem mimimi, por isso acho q vou gostar desse livro.

Abraços e boas Leituras!!!

Andréia Zimmer

Muito boa sua resenha, eu tenho uma pequena preguiça de ler as vezes, mas sei que tenho que me esforçar mais, ler é bom né! Muito bom seu post

Graciane

Li sua resenha e me deu raiva da Minnie, como assim, ficar com o namorado da mãe e não sentir sequer remorso?

Ariane Eleuterio

Nossa que livro tenso, fiquei me perguntando se ele tem algo de bom. Com as coisas que falou sobre ele, parece que é uma adolescente muito problemática e me preocupa se no final há uma boa lição, pois caso contrário seria um problemas nossos adolescentes lerem um livro assim.

Fiquei instigada a ler, para conhecê-lo. O que eu gostei foi dessa história de narrativa mesclada com quadrinhos, deve ser bem legal.

Beijos

Mari Westphal

Nunca tinha ouvido falar desse livro… Sua resenha me deixou interessada, vou adicioná-lo à listinha, com certeza! Adoro livros que mostram que a vida não é tão cor-de-rosa assim…

~ Blog Compulsivamente Literária

Ana Crisinah

Ah!! Fiquei super curiosa sobre o livro, eu sempre amei ler livros nesse estilo, livros em formatos de diários sempre foram um dos meus preferidos. <3 Mas fiquei chocada com algumas coisas como por exemplo ela ir para a cama com o namorado da mãe, tipo caraca!! Mesmo assim mantenho a curiosidade para ler. ;D

Beijos!
Ana Crisinah
Youtube Ana Crisinah

Morgana Brunner

Mari querida, lembro-me como se fosse ontem quando recebi esse livro de um sorteio para a leitura, eu fiquei louca guria, nunca pensei que a verdade seria tão escarada, naquela época era uma leitura forte para mim que agora eu vejo que é a realidade, eu nem possuía o blog quando li e acabei nem fazendo a resenha, mas mesmo assim, se tornara um dos meus favoritos.
Beijinhos

Cibele Morales

UAU. Parece ser bem complicado digerir esse livro.
Nunca tinha ouvido falar.
A foto ficou um amor <3 Parabéns
Beijos

Lari

Olá, tudo bem? Caramba, nunca imaginei que a leitura dessa obra pudesse de alguma forma ser difícil… De qualquer forma, fiquei curiosa para ler o livro!

Beatriz Andrade

Eu acho interessante livros que trazem esse choque de realidade aos leitores, mas também acho em alguns casos eu não teria coragem de ler. Esse livro me interessou, só não sei dizer se eu conseguiria gostar da leitura. Com toda a certeza eu me incomodaria em alguns (muitos) pontos, mas deve mesmo ser essa a intenção.

Ana Paula Lima

Oiii!

Achei interessante que é um livro real, sem muito mimimi, mas da mesma forma que é interessante, ele é assustador, né??
Tenho certeza que não vou gostar da personagem principal.

Beijnhos

Fábrica dos Convites

Oi Mari, pode parecer esquisito, mas gostei da sua descrição da Minie, pois não sou muito adepta daqueles personagens certinhos demais. Estes imperfeitos me trazem mais veracidade. Também não me importo com a falta de sutileza da autora. Enfim, tem muitas coisas que me fizeram ter interesse pela leitura.
Bjs, Rose

No Conforto dos Livros

Olá!! 🙂

Eu confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro, mas também não fiquei muito curioso. E o tipo de leitura (desconfortável) que não me chama muito a atenção.

Bem, essa sensação de soco no estomago durante a leitura não me ajudaria muito, assim como toda a ausência de remorso.

Boas leituras!! 😉
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Eliziane Dias
Na boa… O que eu mais amei na sua postagem foi a sua forma de escrever e por isso já valeu. A realidade nua e crua é cruel! e, como vivemos nela, eu leio para fugir da mesma e não para deparar-me com ela. Por isso, dispenso os gêneros dramáticos, no entanto, esse me comoveu pelo sentido de eu querer entender como funciona a questão do título com a história. Porque é irônico pensar que uma adolescente que vivencia todas estas coisas veja todas estas situações com certa normalidade. Bom saber que não há romantizações nas situações abordadas e por… Ler mais
lilian farias
Olha, só pelo título e capa eu não esperava muito do livro, mas lendo a resenha e vendo como a questão do assédio e sexualidade foram tratados, fiquei muitíssimo curiosa. Gosto de livros que fazem chocar, em que os autores desnudam o pior e melhor da mente humana, aliás, me fez lembrar um pouco da anita, é um baita livro, apesar de alguns não entenderem. Eu estou lendo A História do Olho que também traz adolescentes e sexualidade como temática, conhece? Bom “Diário de Uma Garota Normal” não tenha dúvidas que entrará em minha meta de leitura, para mim, a… Ler mais
Daniele

Olá
Tenho um certo problema com livros adolescentes, acho que esse por escancarar a verdade nua e crua de adolescentes sabem o que fazem pode sim vir a me agradar, mas acho melhor esperar um momento mais propício para a leitura.

Liziane Goulart

Oi!
Nossa eu não conhecia esse livro e parece ser um retrato da realidade de muitas meninas que estão entrando na fase adulta, quando não fazemos parte de um mundo assim imaginamos que isso não acontece.
Depois de ler a tua resenha que está perfeita, fiquei bem interessada em ler esse livro.
Beijão!

Raquel Machado

Oi,
Não conhecia o livro mas confesso que não gostei muito.Parece ser bastante real e a protagonista parece ser uma idiota, poxa ir para a cama com o namorado da mãe, cruzes. Não sou hipócrita para acreditar que isso não acontece na vida real infelizmente,mas não sinto a mínima vontade de ler algo assim, afinal procura a leitura para escapar um pouco das coisas complicadas que acontecem no mundo.
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br

Débora Vicente

Mulher, que resenha é essa?! Tô passada!!!
Gostei da sinceridade ao dizer que o livro não tem mimimi, que é uma realidade crua e etc…
Disse sobre o que gostou e sobre o que incomodou e fez isso sem dar spoiler (o que é ótimo pra mim).
Gostei de você mencionar os detalhes que tem o livro (imagens e afins) e foi muito objetiva na resenha!
Parabens! *-*

Camila de Moraes

Olá!
Apesar da sua resenha muito clara e a premissa parecer interessante não é uma obra que eu encararia no momento.
Mas gostei de saber dela através da sua visão!
Beijos!

Tatiana Aponte

Caramba, eu fiquei curiosa pela protagonista egoísta, mas acho que este livro deve causar um incomodo bem forte. E que crocodilagem essa de dormir com o namorado da mãe, hein? Espero que esta menina vá para o inferno de tobogã.
Beijos

Tais Burigo

Oi tudo bem?
Me parece ser um livro bem complicado e duro com a realidade o que não vemos muito em livros no ponto dos adolescentes né? Mas fiquei bastante curiosa com a premissa.

Beijos

Kris Oliveira

Oi tudo bem, fiquei um pouco chocada com esse livro “Em momento algum ela demonstra remorso, por exemplo, por estar indo para a cama com o namorado da mãe.” gente isso não é ser adolescente, não. É ser psicopata. Nossa essa leitura eu dispenso.
Beijoos

Joanice Oliveira

Olá linda,

Eu ainda não conhecia essa obra e vou solicitar a mesma para resenha lá no blog, porque gosto de construções sem rodeios ou romantismos exacerbados.

Beijos!

Kenia Candido

Oi Mari.

Sua resenha mostrou que a leitura é bem complicada, mas não deixa de abordar um assunto sério e interessante. Vou adicionar na minha lista de desejados, por que não conhecia ele e fiquei bem curiosa com a história.

Bjos

Aline Coelho Cury

Nossa que livro, que resenha!!! Fiquei sem fôlego!!!
Quando esse livro foi lançado, nem solicitei pela parceria … Tinha uma noção que me tiraria totalmente da zona de conforto e nem sempre estou preparada pra isso. Mas concordo que livros assim nos fazem pensar na realidade de muitas pessoas. Enfim valeu pela dica e parabéns pela leitura e resenha.

Clayci

Gente e eles ficam juntos até o fim? Nossa..
Eu fiquei intrigada e mesmo sem ler o livro fiquei chocada com a personalidade dela.
Mas isso pq quando falamos sobre “diário” a gente já romantiza, né? rs
Mesmo não te agradando tanto fiquei curiosa para ler e conhecer esse desfecho.

nina

Fiquei curiosa.
Pela minha experiencia garotas de 15 anos são bobinhas e acabam fazendo muitos idiotices.
Minnie parece ser exatamente assim.

Vícios e Literatura

Kamila Villarreal

Olá!

Pra sair da zona de conforto é uma leitura e tanto, não o conhecia, mas adorei a dica, pretendo ler o mais rápido possível. Obrigada pela dica!

Michele Lopez

Olá,
Não conhecia a obra, mas pelo que você descreveu realmente não parece ser uma leitura fácil de encarar por ser tão direta e mostrar tudo o que essa garota de 15 anos está passando sem filtro algum.
Achei bem interessante, mas acho que não é uma leitura que eu queira fazer no momento. Porém, não descarto a possibilidade da leitura no futuro porque fiquei bem intrigada com a premissa.

LEITURA DESCONTROLADA

Suelen Fernandes

Olá!
Eu não conhecia esse livro e fiquei bem impactada com tudo que você relatou na resenha. A história é bem intensa mesmo e me deixou curiosa para saber mais sobre a personagem e tudo que ela pensa.
Adorei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
Beijinhos!

Grazielli

Oie amore,

Como amante de livros de diário e cartas, já tô aqui me coçando pra ler essa belezura.
Parece se tratar de um livro bem gostoso de ler.
Adorei a resenha, parabéns!

Beijokas!

Mara

Nossa, não conhecia esse livro e já estou aqui tipo “QUERO MUITO”…. A história me chamou muita atenção e sua resenha está uma graça!

Déborah

Caramba, tô bem chocada com o título do livro porque ele trata de uma adolescente de uma maneira bem rude.
Não acho que seja tão normal ou cotidiano, mas com certeza mexe porque incomoda.
Me interessei em ler.

Francine Nunes
Olá! A premissa desse livro me incomodou bastante. À primeira vista parece que a autora problematizou o comportamento da protagonista com o namorado da mãe de maneira a colocar ela como vilã e não como vítima… Como não li o livro, não posso ter uma visão holística da obra, mas seria muito interessante se a autora focasse no abuso sexual da adolescente e como isso prejudicou o desenvolvimento psicológico dela. Por esse impressão de que a obra responsabiliza a vítima com base em suas atitudes e inconsequências, normais em um adolescente, mas que exposto a um amadurecimento precoce pode resultar… Ler mais