24
04
2017

Acabei de Ler: As Mil Noites – E.K. Johnston

As Mil Noites foi mais um livro que tive a oportunidade de ler graças ao Turista Literário. A história foge do comum, se passando no meio do deserto. É uma maneira intrigante de conhecer uma nova cultura, ainda que existam muitos elementos fantasiosos no enredo. Foi gratificante sair da minha zona de conforto para conhecer essa história.

As Mil Noites

Título Original: A Thousand Nights
AutorE.K. Johnston
Série: A Thousand Nights #1
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Adicione: Skoob | Goodreads
Para comprar, clique: As Mil Noites

A História de As Mil Noites

As Mil Noites não tem esse título por acaso: é uma história inspirada nos contos das Mil e Uma Noites. Todos já ouvimos falar de Sherazade e de como, para salvar sua vida, a cada noite ela contava uma história diferente para o sultão.

Em As Mil Noites, o rei Lo-Melkhiin já foi casado com 300 garotas diferentes. Todas elas morreram. Porém, como o reino estava próspero, os homens decidiram ignorar isso. Apenas criaram uma regra de que o rei só poderia escolher uma noiva de cada aldeia, até que tivesse levado uma mulher de cada, aí poderia começar novamente.

Quando ele chega na aldeia da personagem principal, ela, para salvar a vida da irmã, atrai o olhar do rei para si, que a escolhe como esposa. Então, já em sua corte, ela começa a lhe contar histórias para prolongar a sua vida. Logo, porém, suas histórias passam a virar realidade, e ela descobre que a fé que seu povo tem nela está lhe dando poderes. E assim, talvez, ela terá uma chance de se salvar.

O Que Eu Achei da História

Demorei um pouco para me acostumar à maneira como a história é contada. A personagem principal, bem como sua irmã e sua mãe e a mãe de sua irmã, simplesmente não tem nomes mencionados. Além disso, ela vive em uma sociedade poligâmica, o que traz várias esposas para o mesmo marido. Ou seja, acaba adicionando mais elementos para a confusão. O rei Lo-Melkhiin é um dos únicos personagens que são chamados pelo nome. 

Porém, depois que você se acostuma, fica mais fácil entrar na história. É um enredo cheio de fantasia, cujos acontecimentos dependem bastante da magia. Mas é algo que chama a atenção, por trazer elementos de uma cultura tão diferente da nossa.

Eu me impressionei bastante com a maneira como o feminino é tratado na história. As mulheres são personagens bem desenvolvidas e sua força está expressa em cada um dos acontecimentos. Ainda, a sororidade entre elas, ou seja, a maneira como se protegem e se admiram, é um elemento presente na obra de forma crucial.

Apesar de nenhuma das personagens femininas ter nome, são elas as protagonistas. É a sua união que muda seu destino. É o seu sacrifício que leva à vitória. São suas escolhas que salvam seu povo.

Uma leitura rápida, porém intrigante. Uma heroína que foge do convencional. A leitura é cheia de descrições vívidas. Os cenários são bem detalhados. É uma leitura bastante sensorial, ou seja, você lê e seus sentidos ficam aguçados.

Eu só não sei se gosto da ideia de existir uma continuação para a história. Sinceramente, acredito que o final desse livro é suficiente para encerrar o conto. Mas, quem sabe?

Já leram As Mil Noites? O que acharam?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

44 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Michelle Graça
3 anos atrás

Gostei da indicação por ser um livro sensorial, no estilo que eu gosto! Mais um que vai pra minha listinha (você vai me levar a falência…rs)

Márcia
3 anos atrás

Adorei a indicação!! vai para minha lista com certeza 😉

Milena
3 anos atrás

Não sei se por causa da capa ou do título, mas nunca me interessei por esse livro :/ não é o tipo de história que eu leio por prazer, sabe? Mas assim que você citou a palavrinha mágica “sororidade” meus olhos brilharam de interesse hahaha

Beijos ♡
misinwonderland.blogspot.com

Kelly Mathies
Kelly Mathies
3 anos atrás

Eu amo quando um livro proporciona essa sensação de sentimento vívidos e aparentes. Parece que os personagens se tornam mais reais e menos imaginários, né? Também sou apaixonada por histórias que envolvem um pouco de fantasia e de magia misturadas a um cultura ♥ Tenho esse livro na minha listinha de desejados desde que foi lançado, mas ainda não tive a oportunidade de conhecer essa espécie de adaptação do conto clássico rs. Preciso ler em breve.

Giovana
3 anos atrás

Parece interessante o livro. Mas o fato de não ter nome da personagem é estranho mesmo. Porque será? Kkk amei, deve ser super fluida a leitura!
Beijos, Gi.
http://girlsabout.blogspot.com.br

kauany
3 anos atrás

Nunca li, mas parece ser tão maravilhosa. Amo livros em que personagens femininas são fortes! To curiosa, para saber o final! Haha, eu amo livros que são detalhados, só que não detalhados demais. XOXO, Kakau

Carolina Monteiro
3 anos atrás

Não conheço o livro, mas achei a história bem interessante. Me deu muita vontade de ler.

http://www.brincandodeolivia.com

Camila Tuan
3 anos atrás

Ainda não li, mas achei engraçado esse lance das personagens não terem um nome, acho que eu ia ficar um pouco perdida.
Mas parece ser um livro bem legal de se ler.

Beijos

Gabi Gouveia
3 anos atrás

Vc acredita que nunca li/assisti ao filme da história mil e uma noites? Fiquei com muuuita vontade de ler esse <3

Ana Letícia Ribeiro
3 anos atrás

Suas resenhas são maravilhosas. Amei a história do livro e já quero ler! <3

Ane Carol
Ane Carol
3 anos atrás

Já li alguns contos de Mil e uma noite e gostei, mas não sei se esse livro faz meu tipo apesar da história. Mas acho que só dando uma chance para descobrir né!

Ingrid Raggio
3 anos atrás

Acredita que sou doida para ler esse livro. Mas ainda não comprei :/
Agora vendo sua resenha , vou tratar de comprar

May Mariano
May Mariano
3 anos atrás

Uaaaaaaaau, indicação super interessante e atrativa.

Karol Rabêlo
3 anos atrás

Eu gosto desses tipos de histórias, por que você deixa sua criatividade rolar sobre os personagens! Adorei sua resenha ♥

Carol Daixum
3 anos atrás

É bom sair da zona de conforto, né? E apesar da história ter um enredo bem interessante e que faz com que a gente conheça outras culturas, não sei se estou numa fase de embarcar em uma leitura assim. Mas no momento certo, acho que embarco sim. =) Ah! Amei a capa! ♥

Beijos, Carol
http://www.pequenajornalista.com

Jade Amorim
3 anos atrás

A capa desse livro me chamou bastante atenção pelo skoob da vida. Adorei a premissa e agora com sua resenha estou com mais vontade ainda de ler.
Adoro histórias baseadas nessa região das Arábias, é bom ler uma coisa diferente pra variar.

Beijos!

Denise Santos
3 anos atrás

Amei conhecer sobre esse livro, fiquei bastante curiosa para ler, gosto de leitura rápida e intrigante o seu texto me deixou com gostinho de quero mais. Amei seu blog, beijos .

Dai Castro
3 anos atrás

Que leitura diferente, esse fato das personagens femininas não terem nomes declarados deve gerar um pouquinho de confusão mesmo, mas me interessei pela história analisando os pontos que você destacou! Sem contar que gostei bastante da edição! Parece bem caprichada!
Beijos!

Geovana
3 anos atrás

Oi! Achei o seu blog pura magia. Toda essa dedicação e esse gosto por leitura, só me faz querer devorar todos aqueles que eu ainda não li na minha prateleira. Ótima indicação! Mal vejo a hora de retornar aqui e explorar mais este teu canto.

Um cheiro! Com amor,
Ge. ♥

Clayci
3 anos atrás

Fico feliz que tenha gostado da história, apesar de parecer confusa no começo rs.
É um título que não chamou a minha atenção, mas que tenho que reconhecer a beleza da capa e toda a cultura por trás da história.

Beijos

Danielle S.
3 anos atrás

Já peguei mil vezes diferentes esse livro nas mãos para comprar, mas algo sempre me segurou… Não sei pq, acho que por ter lido “A Fúria e a Aurora” (livro também baseado em as mil e uma noites), achei meio injusto com esse livro a comparação, pois AMEI “A Fúria”!
Apesar de terem premissas parecidas, depois da sua resenha me parece que as duas vão por caminhos bem diferentes, o que me animou a ler esse livro 🙂
Agora estou no aguardo de uma boa promoção para comprar, hehe

Beijo!

Gislaine
3 anos atrás

Eu estava até me interessando pela obra até o momento que você disse que os personagens não são chamados pelo nome… Pra mim não, dá, fico confusa demais! Vou até tentar ler, mas sem muito compromisso…
Literalize-se