13
02
2016

Acabei de Ler: Sombra e Ossos – Leigh Bardugo

sombraeossosAlina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.

A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.

Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Título Original: Shadow and Bone 
Autor: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
Avaliação: 4/5

Eu enrolei muito para começar a ler a trilogia Grisha, da qual Sombra e Ossos é o primeiro livro. Para vocês terem uma idéia, eu tenho os dois primeiros volumes em inglês, comprados já há alguns anos pelo Book Depository (se você ainda não conhece o site, falo um pouco sobre ele nesse post) principalmente porque eu amei a capa.

Mas aí, sabe como é, outros livros chegaram, a trilogia tinha vários termos próprios e eu fiquei meio intimidada de ler em português. Enrolei tanto que a editora Gutenberg acabou lançando todos os livros em português e eu ainda não tinha lido. Acabei comprando o box e agora eu tenho, além dos dois primeiros em inglês, a trilogia inteira em português.

Mas nesse Carnaval, resolvi tomar vergonha na cara e começar a ler a série, afinal já não tinha mais desculpas. E para minha surpresa, apesar de sim, os termos próprios, como Grishas, Corporalki, Etherealki e Materialki, serem bem diferentes e usados várias vezes durante a narrativa, não é algo que dificulta a compreensão do leitor, contribuindo para uma leitura fluida.

Logo o leitor é envolvido pela história de Alina e o fato de os cenários mágicos serem descritos na medida certa facilita para imaginar as sensações pelas quais passa a personagem principal. O monstro Volcra logo toma forma na sua mente, bem como o medo que resulta de sua aparição. O esplendor do Pequeno Palácio também não é difícil de ser imaginado e com isso, você é transportado para dentro da história.

O universo criado pela autora é rico em magia, mentiras e traições. Porém, algo me incomodou durante a leitura: o romance. Se posso destacar um ponto fraco na leitura, seria o fato de que todo o amor que Alina declara sentir por Maly parece desafiar a lógica, já que não sinto nenhuma reciprocidade. Além disso, quando finalmente nos reencontramos com Maly, nada parece ser desenvolvido e por isso, não consegui ser conquistada pelo personagem. Aliás, o Darkling me parece muito mais interessante do que Maly.

Mesmo com os problemas que tive em relação a isso, ainda assim gostei muito da história e já estou lendo o segundo livro da série, Sol e Tormenta.

E vocês, o que acham desse tipo de livro?

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
3 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Midian SantosAna Paula SialMariAna Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Ana
Ana

Oi, Mari!
Estou para ler essa série mesmo ela sendo bem longe do meu estilo literário!
E uma dica para suas próximas resenhas é falar um pouco da história, fiquei meio perdida.
Beijos,
Ana.
http://www.umlivroenadamais.com/

Ana Paula Sial

Não tinha visto nada ainda sobre essa trilogia e o gostei bastante da sua resenha.
De cara já gosto muito de magia e cenários bem descritos, de uma maneira que não fique arrastado.
Mas odeio esses tipos de romances que não comovem de forma nenhuma.
Mas pelo jeito se esse defeito foi superado pelo todo, vale a pena arriscar a ler rsrs.
bjs

Midian Santos

Eu li toda a trilogia no ano passado, e tudo o que tenho a dizer é: AMEI DEMAIS!
É claro que tem uma coisa aqui, outra ali que desagrada o leitor, por que nada é perfeito e nada agrada todo mundo, mas eu, particularmente, adorei o modo como a autora deu andamento na história e como encerrou também.

Beijos,

http://tordodemorango.blogspot.com.br/