05
09
2015

Acabei de (re)Ler: Entre a Ruína e a Paixão- Sarah MacLean

Sarah MacLean chega no terceiro livro da série The Rules of Scoundrels para contar a história do Duque de Lamont e de Mara Lowe.
nogoodduke

O terceiro dos sócios do The Fallen Angel é também conhecido como o Killer Duke, ou o Duque Assassino, tendo em vista que quando tinha dezoito anos foi encontrado num quarto numa cama  ensanguentada e nem rastro da mulher que deveria estar lá com ele. Para piorar, a mulher é ninguém menos do que a noiva de dezesseis anos do seu pai, que tem três vezes a idade dela.
Todos acreditavam que ele havia assassinado a mulher, mas além de nunca terem encontrado o corpo, ele era filho de um Duque, o maior título da aristocracia, abaixo somente da realeza, e portanto não poderia ser preso.
No The Fallen Angel, Temple, o nome pelo qual prefere ser chamado, é o responsável pela última esperança daqueles que, endividados pelos jogos, querem recuperar sua fortuna. Tudo o que tem que fazer é lutar boxe com Temple e ganhar. Ninguém nunca consegue.
Mas sua vida dá uma guinada quando recebe uma visita totalmente inesperada: Mara Lowe, a mulher que todos acreditam que ele teria assassinado, viva e querendo que ele devolva a fortuna do seu irmão, que está endividado graças às jogatinas no The Fallen Angel. Para isso, ela propõe se revelar para o mundo, tirando qualquer suspeita sobre o Duque e lhe devolvendo a reputação na Sociedade.
Temple sempre teve dúvidas sobre o que realmente havia acontecido naquela noite, já que não tem nenhuma lembrança. Por isso, usando-se da negociação que pode ter com Mara, ele decide arruiná-la perante a Sociedade para obter sua vingança.
O que ele não sabe é que Mara dirige um orfanato para meninos, em sua maioria filhos ilegítimos de aristocratas que os deixam ali para serem criados, deixando uma doação para isso. O problema é que todo o dinheiro do orfanato foi perdido no Angel pelo irmão dela, Christopher, que havia prometido guardar no banco para ela.
Conforme a história vai sendo contada, as razões para Mara ter feito o que fez e o porquê de ter virado uma governanta de um orfanato vão ficando mais claras.
Essa história foca bem nas razões que cada um tem para ter se tornado o que é. Afinal, Mara é responsável pelo Temple ter virado o que virou? E Christopher, será que ele seria uma pessoa totalmente diferente se as circunstâncias de sua vida tivessem sido outras?
É um livro muito interessante, e seu final é o que traz uma baita reviravolta, finalmente revelando um dos maiores segredos sobre Chase. Sua identidade ainda não é revelada, mas a última parte do livro confirma algumas teorias sobre o mistério que existe em torno de sua pessoa.
Lembro que quando eu li, eu fiquei bem surpresa. Gostei bastante da maneira sutil que a autora decidiu para fazer a revelação. E mal podia esperar pelo último livro da série, que foi lançado no fim de Novembro de 2014, e que eu li em apenas dois dias.
mari-transp

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Dieison Engroff

Hoje estou relendo essa resenha pela oitava vez, ou nona, nem sei mais. Adoro esse blog, toda semana acesso e fico vendo as novidades e relendo conteúdo antigo, sou apaixonado por tudo o que é postado aqui. Já comprei muito livro depois de ler as resenhas do blog, sou fã desse espaço. Um abraço, Dieison Engroff, do Rio Grande do Sul.

Mari

Fico muito feliz mesmo por isso, Dieison!