23
03
2018

Aniquilação – Jeff VanderMeer

Aniquilação é um livro que recentemente virou um filme da Netflix. Eu tinha o livro no Kindle há tempos e estava bem interessada nele. Esse é o tipo de livro que normalmente me atrai, mas não estava esperando o que li. A história me chamou a atenção porque eu costumo amar livros com essa temática. Além disso, fiquei conhecendo um novo gênero literário: o New Weird. New Weird quer dizer basicamente “novo estranho” e engloba livros de ficção científica que se respaldam nesse sentimento estranho. Portanto, é o tipo de livro que faz a gente se sentir incomodado. Isso é muito bom, apesar de poder virar uma experiência um pouco desconfortável. Ficou interessado? Eu explico um pouco melhor sobre a história e o filme da Netflix nesse post.

Título OriginalAnnihilation
AutorJeff VanderMeer
Série: Comando Sul #1
Editora: Intrínseca
Páginas: 222
AdicioneSkoob | Goodreads

A história de Aniquilação

Aniquilação é a história contada pela Biológa, personagem que no livro só é identificada por sua formação. Ou seja, no livro não são utilizados nomes. A Bióloga é membro de uma expedição formada por quatro mulheres para a exploração da Área X. Elas foram treinadas e enviadas para colher dados sobre esse misterioso local, uma área onde muitas coisas estranhas acontecem.

Por exemplo, nenhum equipamento eletrônico funciona ali dentro. Isso faz com que as mulheres da expedição tenham que registrar tudo em seus diários de papel. A fotografia digital também não funciona ali, razão pela qual elas carregam câmeras com filme e devem revelar suas fotos. Dentro de seus limites, a fauna e a flora crescem sem intervenção humana. E os animais e vegetação dali são bem diferentes do que já se viu.

Além da Bióloga, são membros da expedição a Psicóloga (que é a líder), a Topógrafa e a Antropóloga. Todas elas passaram por um treinamento anterior para aguentar a expedição. Conforme a Bióloga nos conta sua história, percebemos que essa não é a primeira expedição. Outros já foram enviados ali, em diversas oportunidades, mas na maioria das vezes não voltaram.

Os únicos membros que voltaram de uma expedição anterior não eram exatamente eles mesmos. Eles estavam estranhos e não tinham tantas lembranças de suas vidas anteriores. Mas o Comando Sul, que é um braço das Forças Armadas, tem como missão tentar compreender a Área X. Por isso, continua organizando expedições para coleta de dados.

A experiência de ler Aniquilação

Eu não me lembro de ter lido nada parecido com esse livro. O tal do New Weird faz jus ao nome, porque é exatamente isso: estranho. Ler essa história é tentar entender um enredo que talvez não tenha muita explicação. Dentro da Área X, por exemplo, as regras da lógica não podem ser aplicadas. Seres estranhos habitam por ali. Não conseguimos precisar o que eles querem, ou mesmo se querem algo.

É até estranho tentar explicar o enredo desse livro, porque não há muito como explicar sem dar spoilers. Mas a experiência de leitura é extremamente válida. Principalmente por ser algo tão diferente do comum. É o tipo de história que te deixa cheio de ideias após lê-la.

O filme Aniquilação, da Netflix

O livro inspirou um filme de mesmo nome, distribuído pela Netflix. No elenco estão grandes nomes, como Natalie Portman, Gina Rodriguez, Tessa Thompson e Oscar Isaac. Mas ao comparar livro e filme, percebe-se que muito da essência da obra foi deixada de lado na adaptação. Isso não é necessariamente ruim, já que eu devo concordar que a história do livro não é tão fácil de ser adaptada.

Uma das principais diferenças são os nomes. Enquanto no livro não temos nenhum nome, todas as integrantes do filme possuem nome e sobrenome. Pode parecer besteira, mas muito da atmosfera da história escrita é dada pela insistência da Bióloga de que os nomes não eram mais importantes. Claro que isso seria quase impossível de ser adaptado, mas mesmo assim é uma diferença importante.

Aliás, a Lena (bióloga) é uma personagem bem diferente no filme. A Bióloga passa a imagem de uma mulher bem introspectiva, enquanto a Lena possui uma certa vida social.

Enquanto no filme a Área X é tratada como algo secreto, no livro as pessoas tem conhecimento de sua existência, mesmo que as informações sejam mínimas. Até mesmo o número de integrantes da expedição muda: no filme são cinco e no livro apenas quatro. E não sabemos nada sobre seus passados, algo que tem uma explicação bem elaborada na versão para as telas.

Nenhum aparelho eletrônico funciona dentro da Área X no livro, mas no filme os membros da expedição gravam  vários vídeos com suas câmeras.

Sobre o filme

Por incrível que pareça, achei o filme bem mais viajado que o livro. Talvez tenha sido pela necessidade de que as pessoas compreendessem melhor a história e por isso, o filme acabe apresentando uma solução para o mistério, algo que não fica claro no livro. Ao menos, não no primeiro da trilogia.

Gostei tanto do livro quanto do filme, mesmo que as duas obras nos causem desconforto. Mas ainda acredito que possam ser tratadas como obras distintas, mesmo que o filme tenha sido baseado no livro.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
32 Comment threads
32 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
33 Comment authors
Catharina Mattavelli CostaJis RochaJéssica MeloNeyla PaulaSophia Merkauth Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Lana Silva

Quero ser bem sincera ao falar sobre sua opinião tanto do livro, quanto do filme, pois tudo de modo geral foi uma grande novidade, já que apesar de já conhecer o livro não sabia que se tratava de um novo gênero que trata de ficção cientifica, e algo estranho que nos causa incomodo. A premissa me pareceu interessante, mas talvez por se algo incomum fiquei com um pouco de receio de ler a obra, mas como o filme me pareceu mais compreensivo, acho que será melhor começar por ele. VENHAM PARTICIPAR DO SORTEIO: kit da Tag Livros de fevereiro, O… Ler mais

Bia
Bia

Comprei esse livro e estou esperando chegar, a premissa dele é muito boa e estou mega ansiosa❤

Diego França

Oi, Mari. Como vai?
Eu sempre leio coisas sobre esse livro é acho as capas da trilogia, lindas. Mas nunca senti interesse em ler o livro. Acho que já tive esse “estranhamento” desde esse momento. O que mais me interessa e me chama atenção é essa coisa de trazer à toda o uso de diários e a não tecnologia avançada.

– Bjux,
Diego || Blog Vida & Letras ♥
http://www.vidaeletras.com.br

Robson

Olá …
A postagem é muito interessante o fato s livro virar filme e filme virar livro, assim atende a todos..JÁ o fato de ler ler assistir vou conferir em seguida..
Abraços..

Letícia Guedes

Olá, Mari! Ando meio desligada da Netflix, então ainda não tinha visto esse nome no catálogo. No entanto, tento a impressão de já ter visto a Intrínseca compartilhar coisas sobre a obra. Vou destacar os pontos que mais me chamaram a atenção: – Tratar-se do gênero New Weird. Nunca ter ouvido falar dele me deixou ainda mais curiosa para experimentá-lo. – Ninguém ter nome. Isso me lembrou um pouco da dinâmica de Caixa de Pássaros, um dos meus livros de suspense favoritos. – Haver expedições anteriores das quais ninguém nunca retorna (ileso). Apesar de ser um tema razoavelmente recorrente, é… Ler mais

Marcinha Nunes

Até hoje não assisti um filme que tenha sido fiel a sua versão literária somente assisti os filmes infelizmente mas é bom ter essa percepção acredito…Achei bem confuso o fato das personagens serem apenas suas profissões vejo como se não fossem tratadas como pessoas de forma individual e saber que no filme traz além dos nomes características humanas pessoais…Obrigada pela indicação do filme vou procurar

Luca Creido

Meeeeeeeu Deuuss, quero muito ler este livro. Estou louco pelo filme, mas estou decidido a ler primeiro. Poxa, obrigado pela resenha, me ajudou muito e atiçou meu gosto mais ainda 😀 Valeu mesmo.

Alberto Ellobo

Que texto gostoso de ler!!

Estou a explorar seu blog e gostando muito.

Parabéns!

Camille Pezzino

Eu já o vi várias vezes na livraria, confesso que namoro a capa, mas sempre vou em outro exemplar. Achei interessante o que você comentou e sobre a questão desse novo gênero literário, que creio já ter lido algo, mas não posso ter certeza. Eu não sei se será um dos próximos livros que irei ler, provavelmente não, mas tá aqui separado na minha lista. Ao menos, vou ver o filme para tentar entender esse estranho que você cita. Confesso que a mudança que você mencionou pareceu muito importante porque é como a obra se enquadra, pelo que entendi, mas… Ler mais

Mari Barros

Olá!!!

Não conhecia esse estilo literário e talvez acho que não leria, não gosto muitos e livros assim, Mas essa capa é maravilhosa e sua resenha ficou bem completa.

Mari Barros, Blog Diversamente

Ana
Ana

Oiii!

Eu li uma critica para filme e estava até bem elogiosa, mas eu não me sinto tão a vontade para ler o livro ou ver o filme. Gostei de ver todos os seus pontos e suas considerações.
Mas dessa vez deixo a dica passar.

Beijinhos

Adriana Cardoso

Oi Mari!
Eu vi esse filme como as novidades lá na Netflix, mas não sabia que era uma adaptação. Eu não costumo ler livros com essa pegada ficção científica, mas gosto dos filmes rs
Amei sua resenha.
Bjs
https://almde50tons.wordpress.com/

Isa Miranda

Olá tudo bom? Confesso que esse novo estilo literário acabei de conhecer agora com sua resenha, me chamou atenção pelo fato de ter virado filme no Netflix. Procurei e já coloquei na minha lista para ver mais tarde. Quanto ao livro, sua resenha enfatizou alguns detalhes que fiquei curiosa para ler, o fato de provocar o desconforto atiçou ainda mais para entender o que se passa na história. Ótima indicação. Bjus Isa

Narah

Olá!

Amei a sua resenha! Você expressou muito bem a sua opinião.
É bem difícil encontrar alguém que goste de adaptações com algumas diferenças e ver elogios sobre ambos em seu texto me deixou bastante curiosa para conhecer o livro e assistir ao filme.

Amei! Parabéns.

Beijos | http://www.lerantesdedormir.com.br

Aryanne Andrade
Aryanne Andrade

Sua resenha do livro é bem mais interessante do que próprio file, trabalho super bem feito.

Beatriz Andrade

Eu estou muito curiosa com o livro, assisti ao filme semana passada e até que gostei, mas senti falta de um maior aprofundamento em algumas questões que eu acredito serem mais explicadas no livro. Pelo que vi na sua postagem, o livro é bem diferente do filme e acho isso muito natural acontecer, são artes diferentes e o filme é feito para um público diferente e nem sempre agrada aos leitores, mas como não li o livro eu achei o filme bem legal. Eu tenho o livro aqui em casa há algum tempo e estou só esperando uma brecha na… Ler mais

Fábrica dos convites
Fábrica dos convites

Oi Mari, fiquei sabendo de filme, mas não cheguei a vê-lo ainda. Na verdade, nem o livro eu li. Vou ver se durante a semana eu consigo ver.
Bjs Rose

Dayhara Ribeiro Martins
Dayhara Ribeiro Martins

Quando eu trabalhava em livraria esse livro era tão baratinha nas promoções! Sempre julguei isso como algo tipo “é barato porque não é bom” hoje me arrependo porque vejo como o livro é totalmente diferente do que estamos acostumados e sem dúvida cumpre o que promete.

Fernanda Santos Barroso

Esse filme está na minha lista para assistir e algo me diz que o livro acabou de entrar, mesmo ele sendo “estranho” hahaha Espero gostar como você! Fiquei bem empolgada com o trailer que vi e espero muito mesmo ficar assim quando terminar de assistir e ler!
Adorei a dica!
Abraços

Cabine de Leitura
Cabine de Leitura

Já vi o filme no catalogo Netflix,mas não conhecia a premissa dele, mas só em saber que ele desperta um sentimento estranho na gente me interessa muito. Uma pena não terem seguido o livro e acabaram fazendo tantas mudanças, mas levando em conta que é bem viagem rsrs, quero ver e quem, sabe leio o livro.

Abraços.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Marcia Lopes Lopes

Olá!
Eu não sabia que tinha livro e coloquei ele ontem na minha lista no Netflix e ainda ontem tbm vi várias pessoas colocando post sobre falando muito mal usando #cancelanetflix. Fiquei sem entender, hoje vou assistir.
Foi bom saber que apesar das viagens vc tenha gostado Bjs

marijleite
marijleite

Não sabia da existência desse gênero. A premissa desse livro é interessante, mas excêntrica. Legal ter também sua opinião sobre o filme, que ainda não assisti. Não sei se gostaria dessa história… Mas confesso que estou curiosa para ler.

Ana Caroline

Olá, tudo bem? Já vi outros comentários falando que a história é bem viajada mesmo, por isso ainda não tive oportunidade de lê-lo. Conheci logo que fizeram lançamento do mesmo no BR, mas depois esqueci, e agora com filme reacendeu a vontade de ler. No entanto, não sei se seria o momento ideal. Trazer comparações do filme e livro foi bem bacana. Gostei!
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Maria Luíza Lelis

Olá, tudo bem?
Eu fiquei sabendo deste livro por causa do filme, mas confesso que não me interessei nem por um e nem por outro. New weird definitivamente não é para mim. Gosto de histórias que, mesmo causando um desconforto, façam algum sentido ou cheguem à alguma conclusão.
Pelo que percebi, definitivamente não é caso desta obra.
De qualquer forma, gostei de ler sua opinião e fico feliz que tenha gostado tanto do livro quanto do filme.
Beijos!

Sara Kerolen Souza Oliveira

Oii tudo bem ?
Eu vi esse livro algum tempo eu tenho uma curiosidade grande em ler esse livro com sua resenha fiquei mais curiosa ainda .
Não sabia q tinha filme depois vou da uma procurada depois.

Bjs

Camila de Moraes

Olá!
Eu ainda não assisti o filme e provavelmente não irei ler o livro. Gostei bastante da sua resenha, mas essa pegada com ficção não me atrai pra querer embarcar na trama.
Mas para os fãs deve ser uma boa dica.
Beijos!

ALICE MARTINS
ALICE MARTINS

Oi Mari, tudo bem?

Não conhecia esse livro, mas depois da sua resenha fiquei me coçando para realizar a leitura o quanto antes. O fato de não determinar um nome para personagem é algo que me agrada, pois deixa aquela surpresa. Parece ser uma excelente leitura, com certeza vou procurar o quanto antes!

Beijos!

Sophia Merkauth

Oi, tudo bem?
Já tinha ouvido falas, mais do filme que do livro. Achei interessante e não tinha dando importância até então. Fiquei curiosa para ver o filme depois dos apontamentos que vc fez, quanto ao livro, não sei se leria, ainda estou processando! Adorei a resenha!
http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

Neyla Paula
Neyla Paula

Já assisti ao filme e não gostei, por conta disso nem me animei em ler o livro. Achei o filme bem viajado e em determinado momento cogitei até abandonar porque não estava mais aguentando. Hahahahha
Que bom que gostou de ambos (livro e filme).
Beijos

Jéssica Melo

Olá Mari, não conhecia o livro, mas já tinha visto o filme nas minhas buscas no netflix, pelos seus comentários os dois parecem bem bacanas mesmo que distintos em alguns pontos. Adorei a dica.

Jis Rocha

Olá
O filme está na minha lista de sessão de cinema desse fim de semana, gosto dos filmes da natalie Portman e por isso o coloquei na lista, fora que me foi muito indicado. O livro eu achei que o tinha, até fui olhar na minha biblioteca, mas não tenho, quem sabe mais pra frente encaro a leitira.
Gostei das fotos.
Bjus

Catharina Mattavelli Costa

Oie
uau fiquei curiosa pela leitura e pelo filme, ambos parecem diferente e inteligente, gostei do enredo do que vc disse na resenha, vou procurar ver pelo menos o filme para saber mais sobre

beijois
http://www.prismaliterario.com.br/