09
04
2018

Mais Lindo Que a Lua – Julia Quinn

Livro novo da Julia Quinn, não dava para deixar de ler. Mais Lindo que a Lua é o primeiro da duologia das Irmãs Lyndon. Nesse primeiro livro, conhecemos a história de Victoria. Ela é filha do vigário e, embora isso signifique que ela não é uma simples criada, ainda assim não é um membro da nobreza. Isso quer dizer que ela pode conviver com os membros da nobreza, mas casar com um é algo que não é bem visto pela sociedade. Logo que li a sinopse, já fiquei preocupada com o amor à primeira vista. Ler a história confirmou minhas preocupações. Ainda assim, acredito que alguns pontos sejam interessantes.

Título OriginalEverything and the Moon
AutorJulia Quinn
Série: Irmãs Lyndon
Editora: Arqueiro
Páginas: 300
AdicioneSkoob | Goodreads

Mais Lindo Que a Lua

Victoria é a filha mais velha de um vigário. Quando por acaso esbarra com Robert Kemple os dois se apaixonam à primeira vista. Porém, os dois são muito novos e um casamento seria algo reprovável pela sociedade, tendo em vista a diferença de suas classes. Os pais dos dois tentam impedir, mas eles estão determinados a se casarem. Robert e Victoria são vítimas de uma armação e portanto acabam sendo separados. Devido a tudo que aconteceu, eles se sentem muito magoados um com o outro.

Sete anos se passam e seus caminhos se cruzam novamente. Ela está trabalhando como governanta e cuidando de um menino muito mimado quando Robert aparece como um dos convidados da família. Logo que seus olhares se cruzam, todos os sentimentos voltam. Inclusive a mágoa. Mas manterem-se separados parece impossível e ele acaba fazendo-lhe a proposta de fazer dela sua amante. Victoria, obviamente, não concorda. Porém Robert está determinado a fazê-la sua e não medirá esforços para conseguir o que quer.

Os Problemas da História

O problema desse livro é que existem muitos pontos que acabam irritando o leitor. A questão do amor à primeira vista incomoda muito. A própria Julia Quinn comenta que é uma situação que ela nunca tinha escrito antes. Mas parece forçado. Como todo amor à primeira vista, não convence. Como é possível se apaixonar dessa maneira? Não existe base para todo esse amor.

Outra questão diz respeito aos personagens principais. A Victoria parece uma chata e o Robert fica tentando forçar algo o tempo todo. Após a questão da separação dos dois ter sido esclarecida, você espera que o relacionamento seja resolvido, mas a enrolação continua. Mesmo quando tudo parece estar encaminhando-se para uma resolução, ainda assim os dois parecem se sabotar.

No fim, a leitura acaba se arrastando. Chega uma hora que o leitor só quer que o livro acabe. Mesmo assim, é uma leitura que mata um pouco as saudades de Julia Quinn. Só espero que o segundo livro seja mais envolvente.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Camille Pezzino

Eu li dois livros da Quinn, para teste do gênero e porque falavam que ela era uma Austen. Eu não concordo que ela realmente chegue perto da Jane Austen, mas não é de todo ruim.

Pelo que tu disse, os primeiros livros parecem ser mais interessantes. Obrigada pela resenha! 🙂

Andrea Morais

Olá!
Eu não gosto nada, nada de romances de época, mas é preciso dar um crédito ao pensamento do século XIX: na época em que esse livro provavelmente se passa, o Romantismo era a escola literária da vez e o idealismo e amor à primeira vista eram muito bem quistos, logo, até dá para entender o porquê da autora ter escolhido esse viés para suas personagens, mas concordo com você: amor à primeira vista sempre acaba sendo um pouco forçado e maçante.
Bjs

Gilvana Rocha

Eu adoro os livros de Quinn, mas de tanto ouvir comentários que essa história é arrastada, não me despertou a vontade de ler, vou esperar os próximos. Adorei sua resenha. Bjs

InFan Online

Eu acho que o que se nasce a primeira veista é a paixão, o amor vem com o tempo. Mas para a época que se passa a historia, creio que esse clichê de “amor a primeira vista” era bem visto. Eles tinham até casamento planejado (sério, nem consigo me imaginar me casando com um cara que eu nen conheço ou sinto nada). Enfim, gostei da sua resenha e apesar de tudo, fiquei curiosa para ler o livro,

Me, myself & Her

A história não parece cativar muito… Mas foi uma boa resenha!

http://www.me-myself-and-her.com/

Robson

Olá ..Eu pelo menos ainda não conhecia a história e nem a autora a não ser por comentários por aqui.
Estou escrevendo todos as dicas e livros para posterior conferi-los.

Fábrica dos Convites

Oi Mari, não sou muito adepta do amor a primeira vista, mas gostei deste. Em compensação, concordo com a chatice da Victoria. Achei que após esclarecer os acontecimentos, ela foi meio cabeça dura.
Bjs, Rose

Rafael Botter

Saudações literárias! Oh meu Sagan, mais um livro da Quinn pra minha lista de leituras, confesso que ainda não li nenhuma obra da autora e minha lista só aumenta, já bateu aquela curiosidade nessa obra, pois sua resenha ficou incrível. Bora marcar na lista.

Eliziane Dias
O amor à primeira vista não existe. O que existe é um encantamento, uma paixão que é uma emoção. Mas o amor que é sentimento, é algo que se constrói com o tempo. Histórias que falam de amor à primeira vista eram muito comuns antigamente e é completamente possível a gente se apaixonar à primeira vista. O problema, é que já nos cansamos desse tipo de história. Agora o tipo de história que nos acostumamos a ler é aquela em que o casal não sabe lidar com os próprios sentimentos e fica se esquivando de se apaixonar e o próprio… Ler mais
Alice

Oiii Mari

Esse livro tem dividido bastante as opiniões, até quem é fã da Jlia reconehce que tem esses pontos fracos que fazem a leitura se tornar mediana. Te confesso que não sou muito de romance histórico, e esse lance do amor à primeira vista, que dependendo de como é inserido não convence mesmo, também incomoda. Acho que dessa vez vou deixar a dica passar.

Beijos

http://www.derepentenoultimolivro.com

Nina Tavares

Oi Mari, tudo bem?
Menina, achei que só eu tinha ficado irritada com esse livro e é um alívio saber que não, kkkkkk. A Vitória é bem chata mesmo, mas o comportamento machista e arrogante do Robert me tirou do sério! Fiquei tão incomodada que nem parecia que estava lendo Julia Quinn.
Bjs!

Wanderlea Diogenes de Oliveira

Olá Tudo bem?
Já li outros livros da autora e alguns eu amei e outros não gostei. Sobre esse livro em si pela sinopse eu já sabia que não iria gostar muito, depois veio algumas resenhas negativas e broxei.

Mychelle

Olá.
Eu tenho o pé atrás em relação a essa leitura. Todos dizem que a leitura é diferente e o pior livro da autor. Por mais que eu seja fã da Julia, acho que vou ter que deixar esse livro de lado.
Adore a sua resenha e sua sinceridade.
Bjsss

Neyla Paula
Oi Mari! Então, eu li Mais Lindo que a Lua mês passado e, apesar do meu problema com o Robert, gostei da história. A parte do amor a primeira vista me encantou, acho isso mega fofo em livros. O que mais me irritou foi a postura do Robert. Inicialmente até achei que ele fosse melhorar, contudo 7 anos se passam e o cara continua o mesmo babaca. Tenha dó! Já Victoria eu amei do início ao fim. Esse foi um daqueles livros que dividiu demais as opiniões pela blogosfera e acho que o debate que se formou em torno dele… Ler mais
Maria Luíza Lelis

Oi, tudo bem?
Concordo plenamente com tudo que você disse na resenha. Não achei a leitura de todo ruim, porque mantém o tom divertido característico da Julia Quinn, mas a história se arrastou demais. O romance não convenceu, chega um ponto em que não se sustenta mais a enrolação para eles ficarem juntos e os protagonistas não são dos melhores. Aliás, a Victoria é a mocinha mais insuportável da Julia Quinn.
Mas, estou confiante de que o segundo será melhor. Ansiosa para ler!
Beijos!

Catharina Mattavelli Costa

Oie
a autora é sempre muito elogiada, o que faz com que eu tenha curiosidade pelos livros mas não sei se é bem meu tipo, ainda assim, acho que arriscaria depois de ler sua resenha e tbm para conhecer a narrativa da autora

beijos
http://www.prismaliterario.com.br/

Valéria

vi geral reclamar desse livro, mesmo os fãs mais ardorosos… não sou entusiasta da escrita da autora nem com sua série mais famosa por aqui… passo a dica, mas espero que o segundo livro seja mais envolvente pra vc…
bj…

Kelly Alves

Oi Mari,
Eu tive mais dificuldade com o começo da história do que com o final, Robert me cansou de uma tal maneira que eu só queria dar na cara dele hahahahah, mas até que depois da metade foi. Também espero muito que o segundo seja melhor que o primeiro.

Beijokas

Janaína Hanna

AAAH, fiquei triste com essa resenha, pois achava que a Julia não podia escrever nada ruim, mas vou ler para ter minha própria opinião. Beijos.

Adriana Cardoso

Oi Mari!!
Eu quase comprei esse livro na promoção do dia da mulher na Saraiva, mas por vários motivos, ele acabou não vindo para casa comigo. Ainda bem, pois vi tantas resenhas falando dos pontos negativos e teria chorado se tivesse comprado rsrsrs
Bjs

ALICE MARTINS

Oi Mari, tudo bem?

Já tinha visto muitas pessoas falando deste livro e ressaltando apenas os pontos positivos, você ressaltar o outro lado foi fundamental, pois nos permite abranger nossa visão. Creio que o “amor à primeira vista” também seria algo que iria me incomodar. Mesmo assim, é um livro que quero ler o quanto antes!

Beijos!