19
12
2017

Os 27 Crushes de Molly – Becky Albertalli

Eu confesso que me apaixonei por essa capa logo de cara. No mesmo estilo da capa de Simon vs. A Agenda Homo Sapiens, ela já apresenta a personagem principal, Molly. E Molly é uma menina que já se apaixonou várias vezes, mas nunca fez nada para tornar seus sentimentos claros para a outra pessoa. Os 27 Crushes de Molly, porém, não é um livro que vai discutir sobre cada uma das paixões de Molly. Mas isso eu vou explicando para vocês nesse post.


Título OriginalThe Upside of Unrequited
AutorBecky Albertalli
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
AdicioneSkoob | Goodreads

A História de Molly

Molly vive com suas duas mães, sua irmã gêmea e seu irmãozinho mais novo, que ainda é um bebê. Ela e sua irmã, Cassie, são bem diferentes uma da outra. Inclusive fisicamente, mas também em seus temperamentos. Porém, as duas são muito ligadas e contam tudo uma para a outra.

Essa relação muda quando Cassie começa a namorar Mina. Se antes Molly ouvia todos os detalhes dos relacionamentos da irmã, agora Cassie já quer manter algumas coisas para si. E isso começa a preocupar Molly.

Cassie porém quer resolver o problema e tenta fazer com que Molly saia com um dos melhores amigos de Mina. Porém, mesmo achando o amigo de Mina uma graça, há um empecilho nessa história. Molly começa a trabalhar numa loja com Reid, um garoto que usa camisetas de O Senhor dos Anéis e tênis brancos. E de repente, Reid parece mais interessante do que qualquer outra pessoa.

Mas se as duas começarem a namorar pessoas de turmas tão diferentes, será que isso não vai contribuir para seu afastamento?

Os 27 Crushes de Molly

Existem vários pontos positivos nessa história. Molly é, como se pode ver na capa, uma garota gorda. Apesar de isso ser um problema para a sua avó, por exemplo, Molly não se sente assim. Ela se sente bem com seu corpo e isso é mostrado ao leitor de maneira natural.

A diversidade dos personagens nessa história é bem presente também. Você tem diversidade racial, com não só personagens negros, mas também asiáticos e judeus. As diferenças raciais são expressas e as culturas são mostradas na história também. Você tem diversidade de orientação sexual, com personagens abertamente pansexuais, homossexuais e mesmo que não exista um personagem no livro, a assexualidade é mencionada.

Outro ponto interessante mencionado é a ansiedade da personagem principal. Ela é mencionada várias vezes durante a história, inclusive em relação aos medicamentos que Molly toma. Molly também descreve o que sente quando tem ataques de ansiedade. Isso é importante para desmitificar a ansiedade em si e mostrar que existe tratamento.

Como eu disse, o livro não é sobre os 27 crushes de Molly. Vários deles são citados durante a história, mas a lista é mais utilizada para demonstrar como Molly age quando se apaixona. Seu medo de ser rejeitada faz com que não arrisque e isso acaba se tornando um problema para ela.

A história foca mais nas mudanças do relacionamento entre Cassie e Molly e como nem tudo vai se manter igual para sempre. E como nem sempre isso vai ser algo ruim.

Também achei legal ver um casal homossexual bem na época que o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado nos EUA. Toda a emoção que casais como as mães de Molly devem ter sentido, de finalmente poder casar legalmente, é algo que toca os corações.

Ainda, nesse livro você vê alguns personagens de Simon vs. A Agenda Homo-Sapiens. Apesar de não ser necessário ler aquele livro primeiro, é importante saber que existe um pequeno spoiler para quem não leu.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Jennifer

Já fiquei com vontade de ler esse livro, que capa maravilhosa hein rsrs.
https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

Michelle Russo

Olá tudo bem, estou louca por esse livro, adorei conhecer um pouco mais sobre ele, saber da diversidade do livro me deixou mais empolgada ainda, beijos!

Sandra Mendes

Hey, Mari!

Que legal ver tanta diversidade assim num livro, acho muito bacana! Devagar o pessoal vai ficando com a mente mais aberta, né?
Mas não consegui me interessar pela trama, então vou deixar a dica passar.

Beijos!

Erika Gevarauskas

Confesso que nunca tinha visto esse livro, mas lendo sua resenha fiquei curiosa pra saber mais sobre ele.
Beijos.

Raquel

Oi
Apesar do livro levantar varios temas distintos e super debatidos confesso que o enredo do livro não me chamou atenção não. Deixo a dica passar dessa vez.

Kah Fernandes

Nossa que lindo, eu já tinha visto outras resenhas sobre esse livro mas nunca consegui entender a leveza dele, parabéns, eu adorei sua resenha, não é um livro que dê para ler por agora, mas irei colocar na minha lista, parabéns.

Beijos

Marcelo

Nossa, minha esposa já viu muito este livro por aí e sempre ficou na dúvida se comprava ou não. Agora ela tem onde se basear. Obrigado.

Camila de Moraes

Olá!
Tinha visto esse livro na Bienal e gostado da proposta. Bom poder ler uma resenha para saber mais a fundo sobre a trama. Acredito que vá gostar. Tenho curtido muito esse estereotipo que os autores tem colocados em suas obras fugindo da personagem magrinha, loiras de olhos azuis que arrebata todos os corações.
Dica anotada!
Beijos!

grazi

Eu achei a capa desse livro um amor, e a história parece ser bem empoderadora, o nome não parecer ter muito haver com o conteudo, mas até que fiquei curiosa.

beijos

fiinal de outubro

Quero muito ler esse livro, ta na minha lista faz tempinho mas nunca lembro de compra-lo, sua descrição do livro só me deu mais vontade ainda de ler, beijos.

Tais Burigo

Oi tudo bem?

Por algum motivo eu lembrei de Duplin’ enquanto lia a sua resenha e também super recomendo o livro! Estou adorando ver o quanto as autoras estão diversificando os personagens em seus livros. Realmente essa capa é uma graça, irei ler!

Beijos,

milca abreu

parece ser uma leitura divertida e muito reflexiva. quase não leio esse tipo de conteúdo mas parece um livro bastante válido.
a diversidade é algo que precisa se mais abordada e além disso mais consumida

Thainá Christine

Conheço a autora por causa do hype que Simon vs. A Agenda Homo-Sapiens ganhou quando foi lançado, sendo até hoje muito falado pelos leitores. Admito que por mais que eu tenha ficado curiosa por ambos os livros, incluindo o da resenha, não sei quando eu terei tempo para lê-los. Mas quero muito incluir leituras com personagens lgbt nas minhas metas de 2018, já que esse ano não tive tanto contato como gostaria. De qualquer forma guardo a recomendação para assim que tiver um espaço livre entre as leituras.

Crystal Spinelli

Que lindinho! Adorei saber o enredo, que não é sobre os crushes e sim sobre como ela lida com as ações.. muito legal ter essa personagem tão proxima a realidade de hoje ne… adorei!

marijleite

Olá, ótima resenha. Eu quero muito ler esse livro, pois achei bem bacana toda essa diversidade que a obra traz, mas também pelo fato de amar histórias que tragam irmãos.

fany

Olá linda, tudo bem?
Que livro legal, eu adorei a sua resenha, e amei a capa do livro, é bem bonita mesmo!!
Deu super vontade de ler, irei salvar o nome aqui na listinha, hihi!1
Beijos

Millena

Oii tudo bem? Esse livro parece ser bem interessante e ao mesmo tempo bem real, né? Hoje em dia conflitos assim entre irmãs é sempre bem comum!

beijão <3
http://www.dezoitoluas.com.br

Ane Carol

Já li vários comentários positivos sobre esse livro e em um primeiro momento ela não me chamou a atenção, mas pela tua resenha fiquei curiosa. Gostei também do fato de você citar que existe o risco de spoilers pra quem não leu Simon vs. A Agenda Homo-Sapiens.

Por Amor aos Livros

Confesso que não é uma trama que me chama atenção, mas sua resenha está muito boa! Quem sabe mais na frente eu dê uma chance a esse livro!

Um beijo, Pri

Por Amor aos Livros

Letícia Graziele

Desde quando esse livro lançou fiquei ansiosa para ler e sua resenha me deixou mais curiosa ainda. Adorei.

Beijos.

Alvaro Hendrick

Esse foi um dos livros que eu mais vi sendo divulgado esse ano. Gosto muito da capa, mas não sei se seria uma leitura interessante pra mim. De qualquer forma, gostei do post. Boa sorte com o blog!

Beatriz Andrade

Oi, Mari. Eu já tinha visto apenas a capa do livro, mas não conhecia nada da história. Gostei muito da premissa e a sua resenha me deixou curiosa para realizar a leitura também.

Nilda de Souza

Vou anotar para uma futura leitura. Estou precisando ler livros que saiam um pouco da redoma do casal hétero. Outra questão interessante é a personagem fora dos padrões estéticos. É tão bom ler livro assim. Realmente gostei da proposta do livro.

Beijos

Fábrica dos Convites

Oi Mari, eu li o livro do Simon e adorei, por isso quando vi este livro já me interessei. Não li ainda e nem tinha visto resenha, assim, foi muito bom conhecer melhor o livro. Gostei desta diversidade que a autora abordou, além do fato de nossa protagonista não ser a beldade esquelética.
Bjs, Rose

Bruna Macena

Esse livro parece ser maravilhoso!

Jéssika

Terminei de ler Simon vs. a Agenda Homo Sapiens ontem e me apaixonei pela escrita da autora. Ler essa resenha só me fez ficar mais louca ainda por esse livro! Ele parece ser beeeeem mais profundo que Simon vs. a Agenda foi e já estou ansiosíssima pra ver como a história foi desenvolvida.

Beijos
https://maresialiteraria.blogspot.com.br

Priscilla Fazolli

Oi,
É difícil encontrar um livro que retrate também os asiáticos e os judeus juntos em um mesmo contexto com os negros. É importante trazer cada vez mais essa diversidade e discutir os problemas que eles enfrentam. Não conhecia o livro e obrigada por informar que tem informação sobre Simon vs. A Agenda Homo-Sapiens.
bjs.
Pri.
http://nastuaspaginas.blogspot.com.br/

Alessandra

Não havia me interessado pelo livro, até então.
Eu realmente imaginava que seria algo mais focado nos crushes dela e isso não chamava minha atenção, mas agora mudei totalmente de opinião.

Quero muito conhecer esta protagonista e suas experiências.

Rafaelle Vieira

Oi, Mari!
Não conhecia o livro e mesmo tendo achado a premissa legal, não faz muito meu gênero de leitura por isso não sei se seria uma leitura que investiria para logo, mesmo assim anotei a dica para ler se tiver chance.

Beijos,

Rafa – Fascinada por Histórias

cintia de melo

Eu to precisando muito de uma leitura mais leve (to numa onda de sci fi hahaa) e fiquei bem interessada pela historia. Ja vou ver se baixo no kindle

Viviane Oliveira

Já me conquistou pelo nome. Aliás, está na minha lista de livros para 2018.
Beijos

Supimpa Girl

Marcia Pimentel

Oi.
Gostei muito da sua resenha e parece que a história lhe agradou realmente. Com certeza para quem gosta desse gênero vai gostar muito da história.
Abrçs

Suzana Chaves Linhares

OLá! Confesso que não curto e capa e imaginava a história bem diferente. Mas, que bom que me enganei! Pela sua resenha deu para perceber o quanto a história é interessante e gostosa de se ler, vai entrar para a lista, beijos!

Tatiany Salazar

Olá.
Não conhecia o livro, mas assim como você amei a capa, um ótimo trabalho da editora que só vem arrasando. A premissa do livro é interessante, embora não seja um gênero que curto ler. Mas achei legal a diversidade racial encontrada no livro, isso é realmente incrivel.
Amei a resenha.

Debyh

Olá,
Conhecia só de nome o livro e nossa achei legal o conceito, sempre temos livros de adolescentes com relacionamentos e tal, mas a questão deste é justamente ela não ir pra frente com um. Gostei também de ele envolver um mundo mais abrangente (assim como o nosso) com casais homossexuais.

Debyh
Eu Insisto

Vickawaii

Oi Mari! Então, eu não gosto muito de ler livros do gênero young adult (tá com cara de ser né?) e a história em si não me chamou atenção, mas achei super legal toda essa representatividade que o livro propõe, a começar pela própria capa que não mascara o fato da personagem ser gorda. Eu acho bem importante representar sexualidades diferentes, pensamentos diferentes, pessoas diferentes, e como a leitura é algo que envolve a gente, é uma ótima maneira de criar empatia no leitor. Valeu a dica!

Daniele

Olá
Gostei muito do livro do livro tratar da ansiedade, sofro com isso minha vida inteira, cada vez que estou perto de uma grande mudança tenho uma crise e é terrível.

Jis Rocha

Ola
Interessante essa história, os temas abordados vemos em outros livros,mas sempre um por vez, e não todos em um livro.Boa indicação.
Dica anotada para uma leitura no futuro.
Bjus
Jis Rocha
Blog Cá Entre Nós

Leatrice Cristine da Silva Barros

Oiie

Eu tenho vontade de ler tanto esse quanto o do Simon! Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conferir 🙂

Eu acho as capas tão fofas hahaha

Beijos

Luan

Oi, tudo bem?
Eu adoro essa autora! Já li o do Simon e curti bastante, não vejo a hora de assistir à adaptação nos cinemas! Hm, esse livro está na minha lista já faz um bom tempo, mas ainda não tive oportunidade para conhecer sobre a escrita! Seus comentários só alimentaram ainda mais o meu desejo em ler este livro 😉

Abraços,
http://www.residiu.tk

Angelica

Oi, tudo bem?
O livro está na minha lista desde que fiquei sabendo do lançamento, e adorei saber sobre a questão da diversidade, agora queo mais ainda ler o livro.
Bjs

Ana

Ainda quero ler Simon, mas esse livro me chamo muiiiito atenção. acho que todo o trabalho, de capa, de divulgação, fazem atiçar a vontade de ler.

Aba Luz

Olá, tudo bem?

A premissa me pareceu bem bacana, e pelo que você falou fiquei com a sensação de que as temáticas do enredo foram bem abordadas e confesso que apenas por isso me chamou a atenção, são temas que tem de ser abordados corretamente. Dica anotada!

Beijo!

Joyce Penedo

Ola lindona achei bem interessante o tema abordado no livro, não conhecia o livro mas tenho livro muitos elogios a fluidez da leitura. Dica mais que anotada para a extensa lista de leitura. beijos

Joyce
Livros Encantos