04
05
2022

Reading Journal de Abril e Tudo Que Deu Errado

Mais um mês que acaba, mais um post sobre as leituras feitas. E abril não foi um mês tão bom assim, infelizmente. Pessoalmente as coisas ficaram bastante corridas e tive várias mudanças na rotina. Por isso, meu ritmo de leitura caiu um pouco. Mas mesmo assim, algumas boas leituras foram feitas. E aí, vamos ver como ficou meu reading journal de abril?

Capa de Reading Journal de Abril

A capa do Reading Journal de Abril foi inspirada em piquenique. Eu já fiz algum piquenique na vida? Sim, provavelmente, mas quando eu era criança. Na verdade, gosto mais da estética dos piqueniques do que deles na prática. Por isso mesmo, resolvi usar como inspiração para o mês de abril.

Aproveitei que tinha essa washitape com a cestinha de piquenique e escolhi alguns papéis que lembravam um pouco do tema. A partir daí, fiz uma colagem para marcar o começo do mês. Além disso, aproveitei para usar os adesivos no tema que tinha da Loja Life Paper. Acho que o resultado ficou legal.

Página de Dias Lidos

Mas como nem tudo é como a gente imagina, veio a vez de criar a página dos dias lidos. E aí um errinho acabou se transformando num erro ainda maior e no fim das contas, tive que colar um pedaço de papel por cima para consertar. A página ficou remendada, o que não vou negar, me deixou meio triste. Eu gostei de utilizar nessa página os adesivos e até a folha do bloco de anotações que recebi do Clube Flores Petalum. Mas confesso que por causa do erro ali do meio, essa página meio que desandou.

Porém, isso é algo que aprendi com o reading journal. Nem sempre vai ser como eu imaginei. Às vezes vou errar e não vai dar para consertar. O jeito é aceitar e aprender com meus erros.

Os Livros Para Ler

As outras páginas do reading journal de abril seguiram o mesmo tema, com a mesma paleta de cores. Consegui manter um pouco mais coeso e por isso achei que ficou bom. Até mesmo a página de notas seguiu o mesmo padrão. Inclusive, pude finalmente usar a minha washitape de gatos e livros. Ok, essa não ficou bem no tema, mas de alguma forma, combinou.

Os Lidos No Mês

Eu li onze livros em abril. Não foi um mês que ouvi muito audiobook. Como eu disse, minha rotina mudou bastante e por isso acabei tendo menos tempo para isso. Porém, acabei lendo mais em ebook.

Os Recebidos de Cópia Antecipada

Foi um mês que li bastante as cópias antecipadas que recebi de alguns livros. Li The True Purpose of Vines, um romance de época que sai um pouco do cenário inglês. Ele se passa em Portugal e conta um pouco da cultura portuguesa da época e de como se fazem os vinhos, por isso gostei bastante. Outro que li foi It Takes Tea To Tango, um romance neo-zelandês com uma protagonista de mais de 40 anos. Foi bem interessante.

Também tive a oportunidade de ler uma cópia antecipada da Penny Reid, que é uma autora que eu gosto bastante. O livro novo dela, Ten Trends to Seduce a Bestfriend, foi um pouco mais profundo do que eu esperava. Tocou em alguns assuntos sérios e não foi tão focado no romance do casal principal. Mas eu gostei bastante mesmo assim.

Os últimos lidos que foram cópias antecipadas foram Blame It On the Vodka, um friends-to-lovers que deveria ter mandado alguns de seus personagens pra terapia, mas que como história foi bom; e Let Me Stay. Esse usou o clichê da irmã do melhor amigo e aquilo do irmão super protetor. Esse daqui só vai gostar quem realmente curte o clichê.

Mais alguns romances

Falando sobre livros que não foram recebidos para resenha, tivemos algumas boas leituras também. Getting Hotter foi republicado como Trouble Maker e é da Elle Kennedy, a mesma que escreveu O Acordo. Não gostei tanto assim. Já o próximo, Beauty and the Baller, eu gostei bem mais. É um inspirado em A Bela e a Fera, mas ele é treinador de futebol americano e ela é uma daquelas que foi eleita a Rainha do baile de formatura.

O único audiobook foi a nova novella da Ali Hazelwood, Below Zero. Acho que das três novellas da série essa talvez tenha sido minha preferida. Achei a história bem bonitinha, com aquela pitada de hot que torna tudo mais interessante. Para quem não ouve audiobook mas lê em inglês, os ebooks começaram a ser publicados.

Os Nacionais Que Li em Abril

Por fim, li três nacionais no mês de abril. O primeiro foi o mais novo romance da Rê Lustosa e uma continuação de Confissões de Uma Terapeuta. Na verdade, é um livro da mesma série, mas com outra protagonista. Também curti muito. Li também Apaixonado no 1º Tempo e acho que nunca tinha lido um romance hot que se passasse tão perto da minha casa. Gostei da ideia de usar um time de futebol do interior para escrever uma série. Com certeza, pretendo ler os próximos. O último do mês é o Amor nos Bastidores, que se passa com um casal de atores que protagonizaram uma novela. O cenário é bem interessante, só não sei se gostei tanto das expressões usadas nas cenas mais quentes.

E foram essas as leituras de abril. Você aproveitou o mês passado para ler? Qual seu livro preferido?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Lucy
1 mês atrás

Mesmo com o errinho, seu book journal tá lindo!
Não sei se vou continuar com o meu…
Mas quero a washi tape de gatinhos e livros!
Bjos

Camila Faria
27 dias atrás

Seu trabalho com o journal é muito bonito, parabéns!
Adoro essa ideia de registrar as leituras, ainda mais de uma maneira tão linda.
Eu li bastante em abril, esse mês estou bem mais parada, lendo pouco.

Beijos :*