19
06
2018

Uma Irmã – Bastien Vivès

Eu tenho me aventurado bastante com graphic novels. Essa é uma oportunidade que a parceria com a Editora Nemo, do Grupo Autêntica, tem me proporcionado. A graphic novel que eu vou apresentar para vocês hoje é a Uma Irmã. Ao contrário das anteriores que eu li, essa tem uma história mais pessoal. Aqui acompanhamos Antoine, um menino de treze anos, em sua jornada de muitos primeiros. É uma história sobre descobertas que são comuns a muitos meninos.

Título OriginalUne Soeur 
Autor: Bastien Vivés 
Editora: Nemo
Páginas: 216
AdicioneSkoob | Goodreads

Uma Irmã

Uma Irmã é a história de Antoine. Ele, seus pais e seu irmão mais novo vão passar as férias de verão na casa de praia da família. Porém, enquanto estão indo para lá, sua mãe recebe a notícia de que uma amiga perdeu o bebê.

Para dar uma força para essa amiga, os pais de Antoine a convidam para passar as férias com eles. Ela traz a sua filha de dezesseis anos, Hélène, para passar os dias na praia com eles. E é com Hélène que Antoine vai se encantar e passar por todas as novas experiências.

Sobre a História

A história tem um foco bem sensual. Antoine tem treze anos, que é uma idade em que os meninos começam a explorar a sua sensualidade. Mas não é apenas esse tipo de experiência. Antoine está dando seus primeiros passos de pateta no mundo adulto. Isso significa também cuidar do irmão e enfrentar outras pessoas, entre outras situações não muito agradáveis.

Sair da barra da mamãe e ter que resolver seus próprios problemas nem sempre é fácil e é isso que Antoine está aprendendo. A chegada de Hélène, com seu corpo de mulher, abre novas possibilidades a ele. Hélène é uma menina que tem um espírito aventureiro mas que foi criada de uma maneira bem mais permissiva que Antoine.

A impressão que tive lendo a graphic novel é que Hélène percebe que Antoine é bastante ingênuo e portanto acaba decidindo ajudá-lo a ser mais adulto. E isso significa também guiá-lo por suas primeiras experiências sexuais com uma menina.

Hélène o instiga a experimentar bebidas alcoólicas, além de conhecer pessoas mais velhas. É um ritual pelo qual todos os adolescentes passam e por isso foi muito bem ilustrado nessa novel. Por isso, acho que talvez meninos se identifiquem bastante com a história.

Foi uma leitura bastante diferente, além de uma maneira nova de contar a história em HQ. Gostei bastante da experiência de leitura, apesar de acreditar que eu não seja o público-alvo para ela.

E vocês, já leram algo assim?

Esse livro foi cedido em parceria com a editora.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

15 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ana Catarine Mendes da Silva
4 anos atrás

Apesar de não ter me interessado pela história em si, sou apaixonada por Hq’s e achei o traço dessa muito lindo! Curti bastante a resenha <3

Livros da Beta
4 anos atrás

Não costumo ler graphic novels mas tenho vontade de experimentar. Quanto ao enredo deste livro, não me atraiu tanto. Desta vez passo a dica.

Bjs

Eita Carlos
4 anos atrás

Amo HQ! Ainda não tinha ouvido falar desse, ele parece ser muito bom! Vou adicionar ele na minha lista!

Thiago Lima
4 anos atrás

Nunca li algo assim, achei bem interessante, e amo HQs, deve ser incrível.

Alice Martins
Alice Martins
4 anos atrás

Oi Mari, tudo bem?

Ainda não conhecia a obra, mas depois da sua resenha já fiquei querendo lê-la o quanto antes. Estou em um projeto de ler mais HQ’s e esta parece uma excelente para ir pra lista, principalmente pelos assuntos tratados.

Beijos!

Rayanni A.
4 anos atrás

Olá, tudo bem? Confesso que não leio nada de HQ, mas sempre fico curiosa quando vejo um post assim!
Irei procurar e quem sabe não seja o empurrão que preciso para adentrar esse universo que tem milhares de leitores.
Um beijo.

Bruna
Bruna
4 anos atrás

Que fofa a história, passeio de verão é sempre acompanhado de momentos.
Gosto de histórias desse tipo um romance adolescente, muito legal também essa ilustração.

Raíssa Zaneze
4 anos atrás

Oi Mari! Eu amo as graphics da Nemo. Já tive a oportunidade de ler algumas e o trabalho deles é mt bonito e caprichoso. Fiquei bem curiosa com a história que apresenta, até porque a proposta é bem real, como você disse. Vou colocar na lista de leituras. Parabéns pela resenha. Beijos
https://almde50tons.wordpress.com/

Tahis
Tahis
4 anos atrás

Olá!
Não conhecia essa Grafic, eu não sou de ler,mas acho lindo e fico mega curiosa para ler algum. A história em si, não despertou muito o meu interesse, mas fiquei curiosa.

beijos!

Paula Marcondes
4 anos atrás

Está aí um gênero que não me chama a atenção. Apesar de ter adorado sua resenha, não é o tipo de leitura para mim.

jaque reis
4 anos atrás

Nossa que demais! Eu também não costumo ler graphic novels mas a sua resenha me deixou muito curiosa. Fora que a capa é linda! Adoreia resenha, preciso ler urgente <3

Camila
4 anos atrás

Oi, tudo bem?
Já conhecia o título através de umas outras resenhas, e por mais que eu já tenha lido alguns graphic novels e goste bastante de alguns dos títulos da Nemo, esse não me chamou tanto a atenção. Passarei a dica dessa vez!

Bjs
Blog Tell Me a Book

cila-leitora voraz
4 anos atrás

Oi Mari, sua linda, tudo bem?
Pela idade do personagem, achei que a história seria mais inocente, mas confesso que fiquei incomodada com o que essa menina faz com ele. Mesmo que seja mais propriamente do universo dos meninos, não acho legal pegar um garoto de 13 anos e iniciá-lo na bebida e em outros assuntos. Achei ela uma péssima influência para ele. Por isso acho que não conseguiria ler.
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

Mara
4 anos atrás

Oiiii, eu adoro as publicações da Nemo e estou louca para ler essa HQ… Adorei ler a resenha e sua opinião,só fiquei mais curiosa ainda pela história!

Driely Meira Almeida
4 anos atrás

Oiee ^^
A única graphic novel que li foi uma do Percy Jackson, e até que gostei. Eu ainda não conhecia “Uma irmã”, e o começo da premissa me chamou um pouco a atenção, mas foi só…haha’ acredito que não sou – também – o público alvo deste livro, até porque não é, nem de longe, o tipo de livro que eu costumo ler. Mas parece ser uma boa para os leitores “certos” 🙂
MilkMilks ♥