19
06
2018

Uma Irmã – Bastien Vivès

Eu tenho me aventurado bastante com graphic novels. Essa é uma oportunidade que a parceria com a Editora Nemo, do Grupo Autêntica, tem me proporcionado. A graphic novel que eu vou apresentar para vocês hoje é a Uma Irmã. Ao contrário das anteriores que eu li, essa tem uma história mais pessoal. Aqui acompanhamos Antoine, um menino de treze anos, em sua jornada de muitos primeiros. É uma história sobre descobertas que são comuns a muitos meninos.

Título OriginalUne Soeur 
Autor: Bastien Vivés 
Editora: Nemo
Páginas: 216
AdicioneSkoob | Goodreads

Uma Irmã

Uma Irmã é a história de Antoine. Ele, seus pais e seu irmão mais novo vão passar as férias de verão na casa de praia da família. Porém, enquanto estão indo para lá, sua mãe recebe a notícia de que uma amiga perdeu o bebê.

Para dar uma força para essa amiga, os pais de Antoine a convidam para passar as férias com eles. Ela traz a sua filha de dezesseis anos, Hélène, para passar os dias na praia com eles. E é com Hélène que Antoine vai se encantar e passar por todas as novas experiências.

Sobre a História

A história tem um foco bem sensual. Antoine tem treze anos, que é uma idade em que os meninos começam a explorar a sua sensualidade. Mas não é apenas esse tipo de experiência. Antoine está dando seus primeiros passos de pateta no mundo adulto. Isso significa também cuidar do irmão e enfrentar outras pessoas, entre outras situações não muito agradáveis.

Sair da barra da mamãe e ter que resolver seus próprios problemas nem sempre é fácil e é isso que Antoine está aprendendo. A chegada de Hélène, com seu corpo de mulher, abre novas possibilidades a ele. Hélène é uma menina que tem um espírito aventureiro mas que foi criada de uma maneira bem mais permissiva que Antoine.

A impressão que tive lendo a graphic novel é que Hélène percebe que Antoine é bastante ingênuo e portanto acaba decidindo ajudá-lo a ser mais adulto. E isso significa também guiá-lo por suas primeiras experiências sexuais com uma menina.

Hélène o instiga a experimentar bebidas alcoólicas, além de conhecer pessoas mais velhas. É um ritual pelo qual todos os adolescentes passam e por isso foi muito bem ilustrado nessa novel. Por isso, acho que talvez meninos se identifiquem bastante com a história.

Foi uma leitura bastante diferente, além de uma maneira nova de contar a história em HQ. Gostei bastante da experiência de leitura, apesar de acreditar que eu não seja o público-alvo para ela.

E vocês, já leram algo assim?

Esse livro foi cedido em parceria com a editora.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
15 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Driely Meira AlmeidaMaracila-leitora vorazCamilajaque reis Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Ana Catarine Mendes da Silva

Apesar de não ter me interessado pela história em si, sou apaixonada por Hq’s e achei o traço dessa muito lindo! Curti bastante a resenha <3

Livros da Beta

Não costumo ler graphic novels mas tenho vontade de experimentar. Quanto ao enredo deste livro, não me atraiu tanto. Desta vez passo a dica.

Bjs

Eita Carlos

Amo HQ! Ainda não tinha ouvido falar desse, ele parece ser muito bom! Vou adicionar ele na minha lista!

Thiago Lima

Nunca li algo assim, achei bem interessante, e amo HQs, deve ser incrível.

Alice Martins
Alice Martins

Oi Mari, tudo bem?

Ainda não conhecia a obra, mas depois da sua resenha já fiquei querendo lê-la o quanto antes. Estou em um projeto de ler mais HQ’s e esta parece uma excelente para ir pra lista, principalmente pelos assuntos tratados.

Beijos!

Rayanni A.
Rayanni A.

Olá, tudo bem? Confesso que não leio nada de HQ, mas sempre fico curiosa quando vejo um post assim!
Irei procurar e quem sabe não seja o empurrão que preciso para adentrar esse universo que tem milhares de leitores.
Um beijo.

Bruna
Bruna

Que fofa a história, passeio de verão é sempre acompanhado de momentos.
Gosto de histórias desse tipo um romance adolescente, muito legal também essa ilustração.

Raíssa Zaneze

Oi Mari! Eu amo as graphics da Nemo. Já tive a oportunidade de ler algumas e o trabalho deles é mt bonito e caprichoso. Fiquei bem curiosa com a história que apresenta, até porque a proposta é bem real, como você disse. Vou colocar na lista de leituras. Parabéns pela resenha. Beijos
https://almde50tons.wordpress.com/

Tahis
Tahis

Olá!
Não conhecia essa Grafic, eu não sou de ler,mas acho lindo e fico mega curiosa para ler algum. A história em si, não despertou muito o meu interesse, mas fiquei curiosa.

beijos!

Paula Marcondes

Está aí um gênero que não me chama a atenção. Apesar de ter adorado sua resenha, não é o tipo de leitura para mim.

jaque reis

Nossa que demais! Eu também não costumo ler graphic novels mas a sua resenha me deixou muito curiosa. Fora que a capa é linda! Adoreia resenha, preciso ler urgente <3

Camila

Oi, tudo bem?
Já conhecia o título através de umas outras resenhas, e por mais que eu já tenha lido alguns graphic novels e goste bastante de alguns dos títulos da Nemo, esse não me chamou tanto a atenção. Passarei a dica dessa vez!

Bjs
Blog Tell Me a Book

cila-leitora voraz

Oi Mari, sua linda, tudo bem?
Pela idade do personagem, achei que a história seria mais inocente, mas confesso que fiquei incomodada com o que essa menina faz com ele. Mesmo que seja mais propriamente do universo dos meninos, não acho legal pegar um garoto de 13 anos e iniciá-lo na bebida e em outros assuntos. Achei ela uma péssima influência para ele. Por isso acho que não conseguiria ler.
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

Mara

Oiiii, eu adoro as publicações da Nemo e estou louca para ler essa HQ… Adorei ler a resenha e sua opinião,só fiquei mais curiosa ainda pela história!

Driely Meira Almeida

Oiee ^^
A única graphic novel que li foi uma do Percy Jackson, e até que gostei. Eu ainda não conhecia “Uma irmã”, e o começo da premissa me chamou um pouco a atenção, mas foi só…haha’ acredito que não sou – também – o público alvo deste livro, até porque não é, nem de longe, o tipo de livro que eu costumo ler. Mas parece ser uma boa para os leitores “certos” 🙂
MilkMilks ♥