08
10
2019

A Dama Mais Apaixonada – Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway

Há alguns dias, vim aqui contar para vocês sobre a leitura de A Dama Mais Desejada. As autoras decidiram fazer outro livro com a mesma ideia. Ou seja, uma história única mas que conta a história de três casais diferentes. Então, as três se reuniram novamente e escreveram A Dama Mais Apaixonada. Não é uma continuação do primeiro e nem se passa no mesmo lugar, mas mantém a ideia das histórias que se entrelaçam. Eu já tinha gostado bastante do primeiro e quando vi a oportunidade de colocar o livro na TBR da Maratona Romance de Época, não resisti. Por isso, cá estou eu para apresentar para vocês a história de A Dama Mais Apaixonada e seus três casais.

Título OriginalThe Lady Most Willing… 
AutorJulia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway
Série: A Dama Mais… #2
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
AdicioneSkoob | Goodreads

O começo da história de A Dama Mais Apaixonada

Tudo acontece por causa de uma maquinação de Taran Ferguson. Ele é um escocês que nunca se casou nem teve filhos, apesar de seus vastos esforços de espalhar suas sementes (palavras dele, não minhas). Ele então se cansa de esperar que seus dois sobrinhos se casem e produzam herdeiros e resolve dar uma ajudinha na escolha das noivas.

Como? Simples: ele vai até um baile de inverno e rapta três damas para que seus sobrinhos escolham entre elas. Claro, ele e seus homens não são exatamente um primor da eficiência. Por isso, quando abrem as portas da carruagem, descobrem cinco pessoas lá dentro.

A história de Catriona Burns e do Duque de Bretton

Os dois que não estavam na conta de Taran são Catriona e o Duque de Bretton (ou Bret, que é como a maioria o chama). Catriona foi raptada por um lapso e o Duque… bem, a carruagem era dele. Catriona é a que melhor conhece Taran e a que vive nas Terras Altas, por isso não tem nenhum problema em reclamar. Logo de cara, Taran pergunta para ela “o que ele estava fazendo ali” e ela responde, na lata: “foi você que me raptou”.

É ela também a responsável pelas melhores avaliações da situação. É muito engraçado, porque ela é extremamente honesta. E é isso que chama a atenção de Bret.

Catriona é filha de um proprietário de terras e por isso nunca teve ilusões de se casar com alguém da nobreza. E por isso Taran não a havia sequestrado de propósito. Aliás, ela nem seria apresentada ao Duque de Bretton. Mas como de repente eles são os dois que estão sobrando, acabam passando mais tempo juntos.

E logo começam a se interessar um pelo outro. Na verdade, eles são um casal de bobos apaixonados que é uma delícia de ler. Sabe, quando você fica feliz que um achou o outro e torce muito para que eles sejam felizes? A Catriona e o Bret são assim. A história deles foi uma delícia de acompanhar e eu ficava feliz com os pequenos relances dos dois nas outras histórias.

Fiona Chisholm e Byron, o Conde de Oakley

Fiona e sua irmã, Marilla, são duas das sequestradas por Taran. Enquanto Marilla está em uma missão para arranjar um marido, custe o que custar, Fiona só quer um pouco de paz. Ela tenta, a todo custo, fazer com que a meia-irmã mais nova tenha algum juízo, mas não é bem sucedida. Fiona também tem uma mancha em seu passado. Seu noivo havia morrido quando caiu tentando escalar para a janela de seu quarto. Ninguém pareceu se importar de que Fiona nunca tinha dado ao noivo essa liberdade.  No final das contas foi a reputação dela que foi atingida.

O Conde de Oakley, Byron, é um jovem bastante conservador. Ele estava determinado a escolher e casar-se com a dama mais apropriada, mas acabou pegando sua noiva beijando o professor de dança. Desde então, ele se fechou ainda mais. E agora seu tio parece determinado a matá-lo de vergonha raptando moças para passar alguns dias no castelo, já que as estradas estavam bloqueadas pela neve.

Ele chega a pensar seriamente em casar-se com Marilla, mas ela é um pouco demais. Com a mania de basicamente se atirar em qualquer homem que considere um bom partido, Marilla assusta os seus pretendentes. No fim das contas, acaba se escondendo dela na biblioteca, que é onde Fiona também está escondida.

Os dois conversam e se apaixonam, mas Byron não sabe do passado de Fiona. Quando descobre, fica um pouco abalado, afinal queria algo conservador e Fiona foge disso. Eu gostei bastante de Fiona e fiquei indignada com seu pai e sua irmã, que aparentemente não se importam com ela.

Lady Cecily e Robert, o Conde de Rocheforte

Robert é um conde francês. Isso quer dizer que seu título é bem duvidoso, graças à relação conturbada da França com sua nobreza. Ele deixa que os outros acreditem que é um libertino e que não se importa com nada, mas isso não é verdade. Ele é o herdeiro de Taran, afinal é algumas semanas mais velho que Byron, mas não tem nada em seu nome. Além disso, o castelo, a grande herança de Taran, está se deteriorando. Mas o que Robin (como todos o chamam) não conta é que está administrando seus vinhedos na França e em alguns anos, eles darão lucro.

Lady Cecily é vista por todos como uma mulher tímida e sensata. Exatamente conservadora. Mas o que ninguém sabe é que Cecily é bastante determinada e estava decidida a se casar por amor. Essa ideia aliás ganhava a aprovação de seus pais, que só queriam que ela fosse feliz. Porém, ela já estava decidindo de encontrar o grande amor de sua vida. Isso é, até olhar nos olhos de Robin.

Esse é um caso de amor à primeira vista para as duas partes. Apesar de ter sido uma história bem escrita, confesso que senti um pouco mais de substância. Infelizmente, num amor à primeira vista, é isso que acontece. Não se precisa justificar ou desenvolver o romance. Por isso, não foi a minha parte preferida da história, mas ainda assim, foi um casal interessante.

A Finalização

A Dama Mais Apaixonada é uma história rápida e divertida e acredito que seu final cumpra bem esse papel. Dá para se divertir com os personagens engraçados e suas colocações. Ainda acho que a primeira história foi a melhor, principalmente por causa de Catriona, uma personagem honesta e direta.

No mais, A Dama Mais Apaixonada cumpre o que promete com uma história leve e divertida entre três casais que encontram o amor. Mesmo que seja de uma forma imprevisível.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar
8 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
FooDicasGaroto de Outro PlanetaDeisyBianca RibeiroMaria Rafaela Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Ana de Souza

Nossa que artigo fantástico, por isso que estou quase todos os dias visitando e lendo seus artigos. Porque sempre tem conteúdos interessantes e de qualidade.

Beijos!!

Meu Blog: Loteria Vida Cap

Gustavo

Não li nada da escritora ainda, mas essa obra parece ser formidável, com um enredo intenso, fluído e repleto de surpresas. Excelente dica de leitura.

Nique Bittencourt

Já ouvi falar da autora, mas não tive a oportunidade de ler nenhum ainda. Fiquei interessada na leitura e vou procurar por aqui.

Maria Rafaela
Maria Rafaela

Olha que livro bacana.
Adorei a sua resenha! Ainda não tinha visto esse livro, mas achei a história muito boa. Adoro enredos que são assim mais leves e engraçados, a leitura fica mais fluida.
Irei ler.

Bianca Ribeiro

pra quem gosta desse tipo de leitura e dessas autoras, realmente o livro é um prato cheio, eu já vi varias pessoas falando super bem do livro, mas não é muito meu estilo de leitura.
Porém, amei seu texto, muito fantastico e suas fotos ficarm perfeitas, minhas nossa!

Deisy
Deisy

Nunca li nenhum livro dela, mas toda vez que vejo uma resenha fico com vontade, esse enredo parece ser bem interessante.

Garoto de Outro Planeta

Oi, tudo bem? Que bonita essa moldura que você colocou no Kindle! As fotos são sempre bonitas nos seus posts.

Confesso que não costumo ler romances de época, pelo menos não estou muito nessa fase, e pelo título e a capa eu acabei julgando ser um livro clichê. Só que a sua resenha me despertou interesse na obra. Quem sabe dou uma conferida.

FooDicas

Amei conhecer o livro “A dama mais apaixonada”. Gosto muito de livros de romances históricos e já quero ler este também. <3

Beijos,

FooDicas