18
10
2015

Acabei de Ler: À Procura de Audrey – Sophie Kinsella

Sophie Kinsella, autora conhecida internacionalmente por seu livro “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”, veio ao Brasil na última Bienal do Livro do Rio, principalmente para divulgar seu mais novo trabalho, seu primeiro livro YA chamado À Procura de Audrey.procuraaudrey

Nele, conhecemos Audrey, uma menina de quinze anos que se encontra em processo de recuperação, depois de ter passado algum tempo internada por causa de alguns problemas psicológicos causados pelo bullying que sofreu na escola. As consequências são óbvias para aqueles que conhecem Audrey: ela usa óculos escuros, não consegue olhar nos olhos de ninguém (a não ser do seu irmãozinho de quatro anos) e não sai de casa. Audrey entra em pânico só de pensar em conhecer alguém fora do seu círculo familiar. O único lugar que aceita ir é até o consultório de sua terapeuta.

Mas as coisas começam a mudar quando conhece Linus, melhor amigo de seu irmão mais velho. Quando Linus passa a frequentar sua casa, aos poucos ele vai conversando com Audrey e a ajudando a tentar coisas novas.

A primeira coisa que devo falar sobre esse livro: ele é engraçado, o que já é marca registrada da autora em seus chick-lits. As interações entre os membros da família de Audrey são de rolar de rir em alguns momentos. Sophie Kinsella tem o dom de criar situações absurdas e hilárias.

Outra coisa que me alegrou muito foi ver a maneira como a autora apresentou o quadro clínico da Audrey. Foi algo feito de maneira correta, utilizando os termos certos e sempre com muito respeito pelas pessoas que sofrem desse tipo de problema.

Porém, eu tive alguns problemas com o livro. Não consigo concordar com a maneira como o personagem de Linus foi utilizado. Em alguns momentos, pareceu que a autora queria dar o crédito da mudança de Audrey totalmente ao relacionamento dela com Linus, num sentido de que o amor curou, e isso tirou um pouco o crédito da própria Audrey, que é quem estava passando por todo o problema e quem efetivamente estava se abrindo para o processo de cura.

Também me incomodou a maneira como Linus falava sobre a doença de sua vó. Parecia que pela demência dela ser algo esperado devido à idade, estava tudo bem falar dela como se fosse uma “velha louca”.

Ah, e aqui tem um pequeno spoiler (não leia se você não leu o livro ainda):

Não consegui concordar com a decisão da autora de não explicar pelo que a protagonista passou. Dá para imaginar, claro, e o livro é focado nesse processo pós-trauma, então me parece lógico que a própria Audrey não queira falar sobre isso, mas ao mesmo tempo a narrativa acaba criando expectativas em relação à uma grande revelação que no final não acontece, o que acaba sendo frustrante.

Enfim, foi um livro divertido e inteligente que trata do problema do bullying sob um novo prisma, e isso é bem interessante. Foi uma boa leitura, mas acho que não alcançou as minhas expectativas e que ainda havia espaço para melhorar. Mas recomendo o livro. mari

avatar
6 Comment threads
6 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
MariDai CastroCarla BiancaClayciAmanda Almeida Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Bruna

Oie! Eu, particularmente, amei muito o livro, pois me identifiquei em vários pontos. De todo modo, acho que Sophie podia aprofundar um pouco mais! Beijos

http://www.chezb.com.br

Amanda Almeida

Oi Mari, tudo bem?
Já li algumas resenhas bem positivas quanto a esse livro, e estou muito curiosa para engatar a leitura, pois gosto de mais da autora.
ótima resenha flor.
Abraços,
Amanda Almeida

Clayci

Ahhh não vejo a hora de ler a história!! Estou adorando ler as resenhas que ando encontrando *_*

A capa é linda e a autora é Maravilhosa <3

Carla Bianca

Eu sempre ouvi falar da autora mas nunca li nenhum livro dela.
Acho interessante livros que abordam temas atuais e se esses ainda trazem humor, acho bacana.
Gostei do seu ponto de vista na resenha 🙂
Beijinhos
http://meroodetalhe.blogspot.com.br/

Dai Castro

Eu sempre vejo muitas resenhas sobre os livros dessa autora, mas ainda não li nenhum. Acho que nesse momento estou optando por algo que fuja um pouquinho da realidade, como livros de fantasia e ficção. Mas, dentro da sua proposta, o livro me pareceu interessante por abordar o bullying e suas consequências com inteligência e humor. Beijos!

trackback

[…] tempo que eu não lia um livro da Sophie Kinsella. A autora, conhecida pelo livro Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, é sempre citada por seus […]