17
02
2016

Acabei de Ler: O Refúgio do Marquês – Lucy Vargas

refugio“Agora você é meu refúgio e, com certeza, o mais belo”.

Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes.

Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.

Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.

Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.

Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?

Autor: Lucy Vargas
Editora: Charme
Páginas: 310
Avaliação: 3/5
Adicione: Skoob | Goodreads

O post de hoje não é apenas sobre um romance histórico, como também é sobre um livro escrito por uma autora nacional. Lucy Vargas é carioca e já tem vários livros publicados, mas esse foi o meu primeiro contato com a escrita da autora.

Meu amor por romances históricos não deve ser novidade para ninguém, afinal, vivo dando dicas de livros por aqui. Mas O Refúgio do Marquês encontrei quase por acaso, no Kindle Unlimited. A sinopse me pareceu interessante, a capa me chamou a atenção e eu decidi dar uma chance para a história. Não me arrependo.

Aqui, nos é contada a história de Caroline Mooren, uma mulher jovem porém já viúva. Seu primeiro casamento não foi muito feliz e, mesmo seu marido tendo sido um Barão, ainda assim não deixou muita coisa para ela, de forma que ela aceita a proposta de uma parente para que vá viver com o filho dela e tome conta de sua propriedade, contratando empregados, treinando os que já estão ali e fazendo as reformas necessárias na casa, que está caindo aos pedaços.

É assim que ela conhece Henrik, o Marquês de Bridington, um homem rude que esconde muitos segredos. Ah, e ele é casado. Sua esposa, porém, é enferma e não sai da cama, mas seus gritos e suas acusações sem fundamento logo mostram a Caroline que seu trabalho ali é bem mais complicado do que imaginava. Há também a filha do casal na história, uma criança criada com amor pelo pai, mas que sofre com a fúria da mãe. Além disso, as moças da região vêem em Henrik uma oportunidade de casamento, já que acreditam que logo ele ficará viúvo.

A premissa da história não é nada inovadora e não é difícil adivinhar qual o caminho que a história vai tomar. A personagem principal é uma mulher com convicções fortes, mesmo tendo um passado um tanto quanto problemático. É interessante observar sua amizade com a marquesa viúva, a mãe de Henrik, e também como ela toma as rédeas de uma situação que parece impossível.

A narrativa é envolvente e mesmo que não traga muitas surpresas, ainda assim faz com que o leitor se importe com os personagens e queira saber o destino deles. É uma leitura rápida e de fácil compreensão. Uma crítica porém que eu sinto que devo fazer é, sendo a autora brasileira, por que não ambientar seu romance histórico no Brasil? Eu entendo a atração pelos títulos de Duque, Barão e etc. e pelos decoros britânicos, mas sinto falta de romances históricos que tragam o Brasil como cenário. Por que não inovar nesse sentido?

Mas fico feliz de ler uma autora nacional e ver que nossa produção de livros para lazer também tem recebido atenção.

Já leram algum livro da autora? E romances históricos que se passem no Brasil?

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Cris

Não conhecia esse e gostei da história (e da capa), me pareceu interessante, me lembrou Jane Eyre rs Mas eu concordo, é difícil achar romance de época que se passa no Brasil… Tenho uma amiga que faz anos que esta escrevendo uma história de época no Rio, mas ela nunca termina rs Se um dia terminar, vai ser muito bom, porque pelo pouco que ela me contou eu já fiquei louca para ler rs
Beijos! =**

Paty

Não sou a maior fã de romances, mas gosto muito quando são romances históricos. E confesso que essa resenha me prendeu e fiquei super curiosa pra ler, especialmente porque adoro apoiar autores nacionais <3. Vou aproveitar o meu Kindle Unlimited também, hahahahahaha \o/.

Beijo!

Simone

Prefiro romances mais atuais, mas não que eu não leia os de época, achei a história bastante interessante.
http://www.charme-se.com/

Clayci

Apesar de gostar de romances históricos, não consigo me prender em alguns por causa dos costumes da época e etc.
Eu não conhecia essa história, e mesmo parecendo clichê sua resenha prendeu a minha atenção ^^

Vanessa Bayer

Adoro conhecer autores nacionais novos, fico tão feliz por eles! Mas é uma pena eu não curtir muito romances históricos, acho meio boring ): Vou procurar saber mais sobre a autora! Um beijo ♡

Tati

To me sentindo horrível porque além de não conhecer o livro não conhecia a editora! ME BATE?
Eu amooooooooooooooooooooo romances históricos e saber que é um livro nacional só me deixou com mais vontade de conhecer!

Novembro Inconstante

Stéfhanie

Romances históricos são amor!
Meus preferidos são da Jane Austen, mas o Refúgio do Maquês parece ser muito bom.
Vou colocar na listinha.

Beijo

Maíra Azevedo

Eu sempre tenho interesse em conhecer romances históricos, mas até agora não comprei um livro sequer para começar a ler. Só ouvi falar na série de Julia Quinn. Seria ela clichê como os outros romances?
Esse livro que você comentou parece interessante, mas também não me surgiu muita curiosidade em ler, já que não traz muitas surpresas. Mas foi uma boa resenha. Obrigada por apresentar mais opções!
Beijinhos!

Milena

Amo romances <3 *-*! Obrigada por compartilhar a resenha, não tinha ouvido falar deste livro!!!
mihsblog.worpdress.com | Projeto Vai Um Café?

trackback

[…] escrevi sobre O Refúgio do Marquês, lembro que comentei sobre a minha vontade de ler romances históricos nacionais que se passassem […]

trackback

[…] sou uma apaixonada por romances de época, vocês já sabem. Quando li O Refúgio do Marquês, comentei como gostaria de ler um ambientado no Brasil. O mais próximo que cheguei disso foi […]

wpDiscuz