06
09
2021

Bombshell – Sarah MacLean

Finalmente ele está aqui: Bombshell, a história da Sesily Talbot e do Caleb Calhoun. E se você já leu a série Escândalos e Canalhas, lembra da Sesily como a irmã da Sophie, de Cilada Para Um Marquês, e Seraphina, de Perigo Para Um Inglês. As irmãs Talbot são conhecidas como as Irmãs Perigosas e Sesily é, talvez, a mais perigosa de todas elas. E já conhecemos Caleb também, pois ele é o sócio de Seraphina. Além disso, já havia ficado claro que havia algo entre Sesily e Caleb, mas que ele meio que fugia disso.

Porém, essa história acabou ficando parada e a Sarah MacLean lançou uma nova série, The Bareknuckle Bastards, que começou a ser publicada em 2018. Aqui no Brasil, a série foi traduzida como Bastardos Impiedosos e teve seu primeiro livro publicado pela Gutenberg como A Noiva do Bastardo. O segundo, A Dama e o Monstro, será lançado no dia 30/09/2021. Mas lá fora a trilogia já está completa, por isso já inclusive temos o primeiro da nova série da Sarah. Esse é Bombshell, o primeiro livro da série Hell’s Belles.

Título OriginalBombshell
AutorSarah MacLean
Série: Hell’s Belles #1
Editora: Avon (EUA)
Páginas: 400
AdicioneSkoob | Goodreads

Bombshell: a história de Sesily e Caleb

Antes do seu livro, o que sabíamos da Sesily é que ela era a mais perigosa das Irmãs Perigosas. As irmãs Talbot ganharam esse apelido da sociedade londrina por estarem sempre envolvidas em escândalos. O termo original é The Soiled S, fazendo uma referência às cinzas das minas, pois é assim que o pai delas ficou rico e ganhou o título de nobreza.

No início de Bombshell, vemos Sesily receber um convite bastante elaborado, mas não conseguimos entender logo de cara que convite é esse. Logo descobrimos que ela é convidada para participar de um grupo de mulheres que se organiza para fazer justiça. Isso porque muitas mulheres sofriam na mão de nobres e a sociedade simplesmente fingia não ver.

As “Hell’s Belles”

As quatro mulheres são vistas como estranhas pela sociedade e cada uma tem uma função, uma habilidade especial. Temos Lady Imogen Loveless, que é especialista em explosivos, mas é vista pela sociedade como uma solteirona atrapalhada. Temos a Srta. Adelaide Frampton, uma dama tímida, quase invísivel, um patinho feio que nunca se transformou em cisne. E por fim a Duquesa de Trevescan, que casou muito nova com um duque que prefere o isolamento na Sícilia. A Duquesa, porém, se recusou a perder sua juventude esquecida num lugar remoto e voltou para Londres. Ali, com o dinheiro e o título, uniu mulheres com os mais diferentes talentos para agir quando a sociedade preferia fingir que o problema não existia.

O Retorno de Caleb

Quanto a Caleb, ele passou a maior parte dos últimos dois anos nos Estados Unidos. Basicamente, fugindo de Sesily e do que quer que sente por ela. Logo fica claro que Caleb esconde segredos, e não qualquer segredos, mas segredos perigosos. Ele foge porque quer proteger Sesily, Seraphina e todos os que ama. E não pode contar esse segredo para ninguém.

Mas não consegue deixar de prestar atenção em tudo que Sesily faz, e logo a segue para lugares onde uma dama não deveria ir. Pelo menos, se não quisesse se ver envolvida em escândalos. Mas Sesily é mestre em escândalos e sabe utilizá-los muito bem para que a sociedade só veja o que quer. Essa é sua habilidade.

As Aventuras em Bombshell

Bombshell é um livro de romance, sim, mas com muita aventura. As Hell’s Belles (algo como As Belas do Inferno, mas que com certeza terá outra tradução oficial) podem ser comparadas à espiãs, cientistas… São justiceiras, determinadas a punir homens da alta sociedade que fazem o que quiser com as mulheres em suas vidas. Inclusive espancá-las e matá-las. Quando tais homens são nobres, a sociedade simplesmente vira os olhos, e é essa injustiça que elas querem corrigir.

Por isso, temos várias cenas de luta mesmo e também de tensão, com muita espionagem e perigo. Novamente, os Bully Boys, um grupo de homens determinado a vandalizar e aterrorizar todo estabelecimento de mulheres ou para mulheres, aparecem por aqui. A história é que a Rainha Vitória, embora mulher, não aceitava que mulheres tivessem liberdades. Os Bully Boys eram uma consequência desse posicionamento da rainha.

Eles já tinham aparecido na série Bastardos Impiedosos. Inclusive alguns estabelecimentos haviam aumentado sua segurança por causa deles, como O Outro Lado, a parte para mulheres do Anjo Caído, da série Clube dos Canalhas. Por aí a gente vê que todo o universo da Sarah está interligado.

O Relacionamento de Sesily e Caleb

Mas nem só de ação é feito Bombshell. Pelo contrário, muitas cenas são cheias de tensão sexual entre os personagens principais. A química entre Sesily e Caleb é clara e comanda o tom do livro. Além disso, existe uma afirmação da necessidade de igualdade entre os dois, o que eu particularmente gostei bastante. Assim como da importância do respeito pelas escolhas de cada um. O relacionamento dos dois é  baseado nisso, na luta de Sesily em fazê-lo entender de que ela pode e vai tentar protegê-lo. E nele finalmente entendendo que não pode protegê-la de tudo.

As Escolhas da Sesily

Além disso, Bombshell tem sua protagonista fazendo certas escolhas incomuns para esse gênero literário. Como acompanho a Sarah faz tempo e li quase todos os seus livros, venho percebendo a mudança em suas personagens. Não que a Callie, de Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar, já não fosse alguém que quebra padrões para a época. Porém, cada vez mais as mulheres que protagonizam seus livros ousam mais. E Sesily é talvez a que mais quebra o molde. A maneira como Sesily escolhe viver sua vida pode levar a julgamentos uma mulher hoje. Por isso, ter uma personagem desenvolvida dessa maneira num romance de época é renovador.

Minhas Esperanças Para o Futuro da Série

Com toda essa interligação no universo das séries que a Sarah criou, tem algo que eu quero muito que aconteça. Sei que é uma possibilidade grande, porque parece estar sendo preparado já há alguns livros. O que eu quero é uma união das protagonistas da Sarah, estilo Os Vingadores, para lutar contra o mal. Juntas, cada uma com sua personalidade e sua habilidade, unidas, derrotando os Bully Boys.

Eu necessito ver essa união. Imagina só, ver a Lady Georgiana de Nunca Julgue Uma Dama Pela Sua Aparência, a Grace de Daring and the Duke e as Hell’s Belles, juntas? Eu preciso disso MacLean, me dá.

Vale a pena ler?

Sim. Com certeza. Porém, confesso que não foi exatamente fácil de ler em inglês. Acho que o fato de os segredos serem descobertos por etapas me deixou um pouco perdida no começo. A apresentação da série foi para mim um pouco confusa. Mas isso é porque eu ainda não entendia toda a história. Se eu reler o livro, com certeza vou entender melhor e talvez até pegar detalhes que perdi na primeira leitura. Principalmente dos primeiros capítulos.

Agora é aguardar. Acredito que essa série terá quatro livros (o Goodreads confirma essa ideia), um para cada uma das Belles, terminando com o livro sobre a Duquesa de Trevescan. Já dá para entender quem serão os pares de cada uma. Pela forma como foi apresentado, eu achava que o próximo livro seria o da Lady Imogen e do Thomas Peck. Mas aparentemente a Sarah já confirmou no seu podcast que o próximo, Heartbreaker, é o livro da Adelaide e do Duque de Clayborn. Esse tem a publicação prevista para 2022.

Como sempre, estou bem entusiasmada para ler os próximos livros. A Sarah MacLean continua a ser uma das minhas autoras preferidas e Bombshell só confirmou isso, mais uma vez.

Vocês também estão ansiosos? Para quem já leu Bombshell, o que achou?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

 

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Lucy
Lucy
1 mês atrás

Adorei, Mari! Eu tenho que me atualizar com a Sarah, mas os últimos livros dela estão tão carinhos… mesmo os e-books, quase vale a pena comprar o físico.