07
12
2017

Dear Heart, Eu Odeio Você! – J. Sterling

Dear Heart, Eu Odeio Você!, da autora J. Sterling, é um dos mais novos lançamentos da Faro Editorial. Esse romance contemporâneo me chamou a atenção. Quando li a sinopse e fiquei sabendo um pouco mais sobre a história, quis muito conhecer o casal Cal e Jules. Apesar de ter gostado da leitura no geral, algumas partes não me agradaram muito. Mas como sempre, vou explicar para vocês o que para mim foram os pontos positivos e negativos da leitura.

Título Original: Dear Heart, I Hate You!
AutorJ. Sterling
Editora: Faro Editorial
Páginas: 286
Adicione: Skoob | Goodreads

A história de Dear Heart, Eu Odeio Você!

Jules é uma mulher totalmente focada na sua carreira. Porém, relacionamentos anteriores já lhe mostraram que essa sua determinação pode significar problemas em sua vida amorosa. Um de seus ex-namorados reclamava muito de sua falta de atenção e de como ela o deixava em segundo plano. Mas Jules não pede desculpas por isso, pois realmente gosta do que faz e quer muito crescer em seu trabalho.

Numa conferência fora de Los Angeles, onde mora, Jules conhece Cal. E logo se encanta com ele (e seus lábios, principalmente). Os dois passam os últimos dois dias dela na cidade juntos, apesar de não irem para a cama. Mas se dão super bem, trocam telefones e quando Jules volta para a Califórnia, continuam a trocam mensagens e ligações.

O grande problema desse relacionamento é a distância, afinal os dois moram em lados opostos dos Estados Unidos. Porém, estão extremamente atraídos um pelo outro, por isso mantém contato, mesmo sem por rótulos em seu relacionamento. Cal entende o foco de Jules no trabalho e os dois conversam bastante sobre isso. Ele também ama o que faz (é consultor financeiro; ela, corretora de imóveis). Os dois dão vários conselhos profissionais um para o outro.

Até que, depois de pouco mais de um mês trocando mensagens, Cal não aguenta mais e resolve passar um fim-de-semana com Jules. Ele então compra as passagens e vai para Los Angeles. O tempo que os dois passam juntos é maravilhoso, mas curto. Mas tudo corre bem e ele vai embora parecendo mais apaixonado do que nunca. E aí… bem, ele se assusta e faz uma canalhice sem tamanho com ela. Não vou contar muito sobre o que acontece depois, porque acho que é spoiler demais. Só vou dizer que é uma das piores coisas que alguém pode fazer nessa situação.

E aí cabe ao leitor julgar se as ações de Cal merecem perdão.

Lendo Dear Hear, Eu Odeio Você!

Vou falar primeiro sobre o que para mim não caiu tão bem na leitura desse livro. Uma das coisas que me incomodou foi que rola um instalove. Para quem nunca ouviu o termo, instalove é quando dois personagens se conhecem e dois minutos depois, já estão apaixonados um pelo outro. Eu tentei interpretar aqui como atração, mas a palavra apaixonada aparece por ali, logo no segundo dia que os dois estão se conhecendo.

Também tem um pouco daquela história de que a Jules não é como as outras garotas, e vocês já sabem que eu não consigo entender o que tem de errado com as outras garotas. Por que para exaltar as qualidades de uma personagem feminina eu tenho que fazê-la competir com as outras mulheres? Desnecessário, né? É bem pouco dessa ideia que aparece na leitura, mas ela está ali e isso me incomodou um pouco.

Mas mesmo com essas falhas, ainda achei que a leitura valeu a pena. É uma leitura fácil e leve, a história é envolvente, daquele tipo que você não quer largar o livro. Um dos diferenciais desse livro que mais me agradaram foi ver uma protagonista que é focada em seu trabalho e que não se desculpa por isso. Mesmo quando ela está na bad por conta da canalhice que o Cal apronta (e é uma baita canalhice), ela não deixa a carreira de lado.

Vamos falar da história em si?

Confesso, não consigo visualizar uma boa razão para perdoar o Cal. Eis um personagem que não me conquistou e só me irritou. Ele foi extremamente imaturo e se um cara fizesse comigo o que ele fez com a Jules, não sei mesmo se o perdoaria.

Eu dei graças que a Jules conseguiu superar toda a mágoa que ele causou, mas ainda acho que ela o perdoou rápido demais. Óbvio, se ela tivesse feito ele rastejar por dez anos, eu ainda acharia que ela o perdoou rápido demais, então não sei se tenho um parâmetro muito bom nessa situação, hahaha.

A melhor amiga dela, a Tami, é uma figura muito interessante e eu meio que quero um livro com a história dela. Aliás, quero fotos de suas lentes de contato coloridas e malucas, especialmente a tal da cor-de-rosa que faz os olhos dela ficarem vermelhos. E que tipo de cara consegue ficar em dúvida se os olhos dela são naturalmente daquela cor? Porque de acordo com o livro, vários fazem essa pergunta e eu fiquei meio pasma. Aliás, Jules tem várias amigas mulheres, o que eu acho super importante num romance como esse.

Como sempre, a edição da Faro está fantástica, com vários detalhes lindos na diagramação que fazem a experiência de leitura ainda mais rica.

Acho que quem gosta de romances com um pouco mais de drama vai curtir bastante a história. Com certeza, é o tipo de leitura que nos leva numa montanha-russa de emoções, em que você torce pela protagonista e sofre com ela.

Vocês gostam de leituras assim? Tem algum livro para recomendar? Deixe nos comentários, vou amar conhecer as suas indicações.

* Esse livro foi recebido em parceria com a editora. 

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Priscyla

Confesso que também não gosto dessa coisa de se apaixonar instantaneamente como você descreveu, mas todo o restante da premissa me chamou bastante atenção. Gosto de romances dramáticos e acho que vou dar uma chance pra esse livro. Fiquei super curiosa sobre o que o Cal fez com ela!

Um beijo, Pri :*

Por Amor aos Livros

Cabine de Leitura

O livro é uma graça, lindo mesmo. O enredo parece ser envolvente, que faz a leitura fluir. Os pontos que não curtiu faz o romance superfícial, não convencer muito, mas no mais o livro parece bom. Deixo a dica anota.

Beijos.

Larissa

uma ótima descrição do livro, fazendo o conteúdo do livro ser envolvente e prende o leitor.

Raquel

Que história mais dramática da Jules e Cal. Confesso que eu também passo um pouco de raiva desses romances dramáticas. Mas a história parece ser bem interessante. Gostei da sua resenha!
Abraços

Emy

1 – Eu amei o seu blog! Parabéns!
2 – Nossa senhora, você me instigou muito a ler esse livro! Eu adoro livros que nos fazem passar por uma montanha russa de emoções!

Beijos e sucesso com o blog!

Fernanda Barroso

Nunca tinha ouvido falar desse livro até agora, mas confesso que fiquei com vontade de conhecer. Fiquei muito curiosa com o que o Cal faz e com medo também, porque dependendo da besteira, acho que eu não perdoaria também. É, não tem jeito, esse livro acabou de entrar para a minha lista! haha

Cris

Oi Mari, td bem? Confesso que gosto de sofrer com o personagem, e na real sofro mesmo kkkkkk. Então essa montanha russa emocional é que me deixa cativa em leitura, adorei sua resenha me deixou curiosa sobre o livro. Vou deixar uma indicação pra vc, Se eu te perder de Cristina Valori. Bjs!

Jonas Henrique

Não é o tipo de livro que me prende com facilidade. Mas a premissa é interessante e possui um enredo bem construído. Para quem gosta desse tipo de leitura é um bom livro.

Débora Costa

Eu não gosto muito de enredos que ensinam a mulher a perdoar erros absurdos do par romântico. Na verdade, eu ando bem saturada de livros assim. O cara apronta poucas e boas, a personagem quase se destrói por dentro e no final a garota perdoa? Não gosto!

Sandra Mendes

Hey, Mari!

Não sei qual foi a canalhice, mas já decidi que não perdoo! rsrs
Não sou fã de instalove tb, não. Enfim, já vi que esse não é um livro pra mim, não sou fã desse tipo de leitura. Vou deixar a dica passar. Beijos!

Beatriz Andrade

Olha, estou de saco cheio de livros com esse romance instantâneo. Tem umas autoras nacionais que ficam de bico quando a gente reclama disso e convocam um batalhão de leitoras dizendo que se apaixonaram à primeira vista e hoje são casadas e felizes. Affs!
Voltando ao livro, eu não conhecia nada sobre ele, mas já tinha visto a capa no instagram. Eu gostei muito da sua resenha, supersincera e detalhada. Não me senti interessada em realizar a leitura, mas há que goste

Raíssa

Ai! Eu to participando de um sorteio pra tentar ganhar esse livro. Fiquei, assim como você, muito curiosa por ele. Quase sempre o instalove me incomoda. Acho que tem que ser a melhor explicação do universo, pra que eu aceite de boa. Fora isso? Chamem de atração, pelo amor haha
Eu to puxando os cabelos pra saber qual a mancada do Cal. Rola um spoilerzinho não? Haha
Amei a digramação. O que é essa contra capa?!
Adorei sua resenha. Mesmo com pontos negativos, me deixou mais animada pra conhecer ele.
Beijos!

https://almde50tons.wordpress.com

tamara padilha

Oi! Curto romances meio dramáticos, e confesso que você me matou de curiosidade aqui quanto a canalhice que o personagem masculino apronta! Acho que essa paixão instantânea também seria um ponto de muito incômodo para mim, mas adorei a dica, pois nunca tinha ouvido falar na obra.

Nina Spim
Oi, tudo bem? Eu fico tão feliz por ler uma resenha assim, sabe? Sei que já vim aqui outras vezes e fiquei muito satisfeita por ler você criticando padrões machistas e tóxicos às mulheres. De verdade, eu agradeço muito por isso, porque o que eu mais vejo é gente lendo sem questionar o que está lendo, e eu acho isso extremamente preocupante. Se eu tivesse lido esse livro, eu tenho certeza de que questionaria esses pontos negativos que você mencionou. Apesar de eu ser romântica, eu não gosto de instaloves, e, como demissexual, não de tramas que se baseiam na… Ler mais
Larissa - Srta. Bookaholic

Oi, tudo bem?
Eu não conhecia esse livro e confesso que quando vi a capa fiquei um tanto curiosa, mas lendo seus comentários desanimei bastante, pois percebi que não iria gostar muito da história, Assim como você não gosto de instalove e esse Cal iria me irritar muito. Enfim, dispenso a dica, mas adorei a resenha.

Beijos :*

Anne Pimentel

Ei mari. Esse livro está entre minhas próximas leituras. Com certeza vou gostar e também ressaltar esses pontos negativos que você citou, pois eles também me incomodam muito e não passa despercebido sempre que leio algo assim.
Vamos ver qual vai ser minha opinião! Rs.

Beijos
Anne
Literatura Estrangeira

Morgana Brunner

Oiii Mari tudo bem?
Que demais essa resenha, é bom quando gostamos de um livro e assim realizamos a leitura, não é um tipo de romance que me atrai muito, mas é ótimo ler a opinião de outras pessoas.
Beijinhos

Fábrica dos convites

Não tinha lido resenha do livro ainda. É sempre complicado perdoar uma pessoa, ainda mais quando gostamos dela. Estas paixões instantaneas me deixam com pé atrás, mas isso depende da forma como o autor, ou autora escreveram…
Bjs, Rose.

Bianca Rocha

Oie
Alguns personagens são imperdoáveis e irritantes mesmo kk Confesso que não fiquei interessada em ler esse livro, por isso passo a dica. Mas a resenha está incrível, principalmente pela sinceridade em ressaltar os pontos positivos e negativos. Amei.
Bjos, Bya!

wpDiscuz