13
03
2016

Minha Autora Favorita

Esse é o último dos posts dessa semana especial para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Para fechar a semana com chave de ouro, hoje o post foi inspirado por mais um dos temas sugeridos para esse mês no grupo Blogueiros Geeks: minha autora favorita.

jk01

Quem leu a tag que eu respondi sobre Mulheres na Literatura já sabe sobre quem eu vou falar por aqui: JK Rowling, a autora da série Harry Potter. Não poderia ser diferente. Pode parecer exagero para alguns, mas sim, eu posso dizer com segurança que Harry Potter mudou minha vida. Não tanto no sentido de que a história tenha feito um impacto tamanho que eu mudei de vida drasticamente, mas sim no sentido de ter conhecido pessoas que me fizeram vislumbrar oportunidades que antes eu não teria visto. Esse blog é um dos vários exemplos disso. 

Também não posso dizer que JK Rowling foi a autora que me iniciou no mundo da leitura: quando Harry Potter apareceu na minha vida, em 2000, eu já era uma leitora compulsiva, que vivia se escondendo na biblioteca da escola nos intervalos para poder ler algo novo. Porém, JK Rowling foi sim uma parte importantíssima na minha vida de leitora, já que acabou me apresentando ao mundo dos livros de magia e fantasia e ainda influenciou o universo literário de tal maneira que deu oportunidade para que vários outros livros fossem publicados. hp

Joanne Rowling (o Kathleen é uma homenagem a avó de Jo) é uma escritora britânica que teve uma vida difícil antes de conseguir que seus livros fossem publicados. Muitas fontes citam que Joanne costumava escrever em pequenos cafés com a sua filha primogênita dormindo no carrinho, ao lado dela. Ela se divorciou do primeiro marido que era português (razão pela qual ela entende nossa língua) e então voltou para o Reino Unido com sua filha Jessica ainda bebê, onde passou algum tempo recebendo o auxílio-desemprego do governo britânico.

Quando conseguiu publicar o primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal, após várias respostas negativas, Joanne acabou adotando o pseudônimo JK Rowling, para evitar que meninos desistissem da história porque a mesma havia sido escrita por uma mulher (já tinha citado isso aqui). Ninguém esperava que Harry Potter fizesse o sucesso que fez, mas logo a história da vida de Jo tinha mudado drasticamente.

Hoje, a autora já publicou, além dos sete livros da série Harry Potter, mais três que a complementam, Quadribol Através dos Tempos e Animais Fantásticos e Onde Habitam, que foram escritos para que o lucro com suas vendas fosse destinado à caridade, e Contos de Beedle, o Bardo.

Também são da autora o livro Morte Súbita e, sob o pseudônimo de Robert Galbraith, O Chamado do Cuco, O Bicho-da-Seda e o terceiro livro da série que ainda não foi publicado no Brasil, Career of Evil. Enquanto Morte Súbita vai explorar vários personagens que vivem numa pequena cidade do interior e todas as suas maquinações, os livros escritos sob o pseudônimo Robert Galbraith acompanham a história de Cormoran Strike, um detetive e sua secretária/ajudante Robin.

Tudo o que JK Rowling escreve é envolvente, ainda que eu deva admitir que Morte Súbita não é meu gênero de livro preferido. Mesmo assim, ela descreve a natureza humana de forma aprofundada e seus personagens são extremamente complexos. Gostei bastante de O Chamado do Cuco e logo lerei também O Bicho da Seda. É o tipo de história que te cativa logo de cara e faz não querer parar de ler. 20160219060138!Harry_Potter_Cursed_Child_Play

Ainda nesse ano, será apresentada em Londres a peça Harry Potter and the Cursed Child, que irá contar a história de um dos filhos de Harry. O roteiro da peça será publicado no mundo inteiro e já bate vários recordes de venda. E, é claro, em Novembro teremos a estréia mundial do filme Animais Fantásticos e Onde Habitam, que contará a história de Newt Scamander, “autor” do livro (que é para mim o filme mais esperado do ano). fantastico02

Por todo o seu histórico, inclusive todas as doações que ela faz para várias instituições de caridade, eu particularmente admiro JK Rowling não só como escritora, mas também como pessoa. Ela escreveu grande parte da minha adolescência e seus personagens me acompanharam por momentos difíceis. Não há como escolher outra autora para um post como esse.

E quem é a sua autora favorita? Deixe aí nos comentários!

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

barra_bg

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

16 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Poly
4 anos atrás

J.K. Rowling <3
Uma das minhas autoras preferidas. Admiro ela de montão. Ela fez parte da minha adolescência toda. Os livros de HP me acompanharam desde os 13 anos e isso é lindo demais.
A mulher é f*dona mesmo e merece respeito.
Bjuxxxxx

Bela
4 anos atrás
Cris
4 anos atrás

Ela também é uma das minhas autoras preferidas e ela despertou o prazer da leitura na minha vida porque até então eu lia muito pouco. Eu tinha uns 11 anos quando li Harry Potter e até então eu lia mangás ou livros com desenhos bonitos (já tinha sangue de design rs). HP veio e mudou tudo pois comecei a ler vários outros tipos de livros e apaixonei total por esse mundo ♥ A história de vida da Rowling é muito inspiradora também ♥ Ela só não é minha preferida porque eu sou muito fã de Jane Austen, mas ela é… Ler mais

Clayci
4 anos atrás

E alguém duvidou que a escolha da Mari seria essa mulher maravilhosa? Alguém? hehehehe
Impossível não admirar o trabalho e ela né?!

Joice
4 anos atrás

Ela é mesmo uma escritora e pessoa incrível. Eu posso dizer que cresci com HP. <3 O filme que conta a história dela é incrível! Essa mulher é admirável. Minha escritora favorita é brasileira: Lygia Fagundes Telles. Beijo, tenha uma ótima semana. <3

Midian Santos
4 anos atrás

Hey!
A J.K. não é a minha favorita, mas está entre as mais amadas, com certeza!
Tô mega ansiosa pra Animais Fantásticos 🙂

Beijos,
http://tordodemorango.blogspot.com.br/

Evelyn
Evelyn
4 anos atrás

Ia redigir o mesmo post com a mesma autora como referência, difícil não vir o nome dela na cabeça, né? A Jo é uma pessoa maravilhosa e uma escritora de primeira, super inspiradora e admirável. Ótima escolha! <3

http://www.allthingsblue.com.br

Chell
4 anos atrás

Eu só virei leitora compulsiva DEPOIS de HP, hahaha diferente né?
Acho que foi em 98… por ai rsss JK inspira muito =D