05
03
2021

A Livraria Dos Achados e Perdidos – Susan Wiggs

Olá, leitores ávidos de romance desse blog. Já se estressaram hoje com fiscal de leitura alheia no Instagram? Porque parece que a moda agora é pegar um exemplo de livro de um gênero e generalizar bastante para menosprezar quem lê. Mas não vou entrar muito nesse assunto, afinal não é esse o motivo desse post. Para relaxar, vamos falar sobre um romance gostoso que também tem o bônus de se passar numa livraria. Sim, A Livraria dos Achados e Perdidos conta com várias citações maravilhosas sobre livros que deixa o coração do leitor mais leve. Aqui no blog tem post de outros livros assim, como A Pequena Livraria dos Sonhos e A Pequena Livraria dos Corações Solitários. Além disso, essa história fala sobre luto, sobre decepções e sobre coragem para mudanças. Eu curti muito a leitura e por isso quis compartilhar aqui com vocês.

Título Original: The Lost and Found Bookshop
Autor: Susan Wiggs
Editora: Harlequin
Série: Bella Vista Chronicles
Páginas: 368
AdicioneSkoob | Goodreads

A História de A Livraria dos Achados e Perdidos

Nesse romance conhecemos Natalie que logo no começo perde a mãe e o namorado num acidente. Então, acaba decidindo deixar o emprego estável que tem para cuidar da livraria que a mãe deixou. Além disso, seu avô, que morava com sua mãe, também precisa de cuidados. Isso porque começou a apresentar sinais de demência, confundindo Natalie e sua mãe ou ainda esquecendo da morte da filha.

Isso tudo é para Natalie um baita choque. Para piorar a situação, ela descobre que A Livraria dos Achados e Perdidos está mal financeiramente. E ainda que o prédio precisa de vários reparos, inclusive para garantir a segurança de seu avô. Mas pelo menos isso sua mãe já estava providenciando.

Natalie então é surpreendida por Peach Gallagher, um faz-tudo que será responsável por fazer o prédio histórico de São Francisco onde se localiza a livraria ficar novo em folha. Peach é um homem um pouco mais quieto, mas sempre solícito. E é também um pai orgulhoso da pequena Dorothy, uma leitora ávida e cliente da livraria.

Lendo o Livro

A Livraria dos Achados e Perdidos é o tipo de romance que emociona sem entretanto ficar dramático demais. A história sabe mostrar bem os sentimentos de Natalie em relação ao luto e ao medo quanto ao futuro. Também temos algumas partes contadas por Andrew, o avô de Natalie, e podemos sentir como a demência o está afetando. Achei essa parte interessante, afinal não é comum que livros sejam narrados por personagens que contem sobre sua luta contra a perda da própria memória.

Peach é um personagem que também narra um pouco da história e é claro que existe mais sobre ele do que se deixa transparecer. O romance entre os dois é construído de acordo com a personalidade dos dois e não é o ponto central da trama. Mas a história em si encaixa e faz desse livro uma das melhores leituras do meu mês de fevereiro.

Eu particularmente gostei muito da leitura, apesar de achar que a resolução foi um pouco apressada. Existem outras tramas que acontecem durante a história também, e isso faz a leitura ainda mais envolvente. Fora os trechos de outras obras e todas as citações a respeito do amor aos livros que conquistaram meu coração de leitora.

Vocês são como eu e amam um livro que se passa em livrarias?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Subscribe
Notificar-me quando houver
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Adriana Moreira
26 dias atrás

Oi, Mari!

Eu estou lendo esse livro no momento e estou muito satisfeita com essa leitura, também sou apaixonada por esses livros com “livraria” nos seus títulos.
Ainda não avancei muito, mas estou com altas expectativas. Amei seu post.
Estou apostando todas as “minhas fichas” que a Natalie vai conseguir reverter aquela situação da livraria.
Abração,

Drica.