27
01
2017

Acabei de Assistir: DC’s Legends of Tomorrow

Finalmente peguei para assistir a primeira temporada de DC’s Legends of Tomorrow, disponível na Netflix. Das séries da DC, já tentei assistir The Flash e empaquei no meio da primeira temporada de Supergirl. Para ser sincera, tenho mais dificuldade de assistir as séries da DC do que as da Marvel. Mas Legends of Tomorrow eu insisti por dois motivos. Um é que fala sobre viagem no tempo e eu realmente gosto da temática. Outro é Arthur Darvill. Afinal, quem já interpretou um companion em Doctor Who merece minha atenção, né?

Em Legends of Tomorrow, Arthur Darvill interpreta Rip Hunter, um Mestre do Tempo. Sim, eu já comecei a rir aí, afinal Doctor Who é a história de um Senhor do Tempo. As similaridades não param aí. Rip Hunter vai ao Conselho dos Mestres do Tempo pedir para que eles interfiram na história da Terra. Um vilão imortal chamado Vandal Savage está conquistando o mundo e semeando caos e destruição no futuro da humanidade. Os Mestres do Tempo negam o pedido, já que não podem interferir na linha do tempo assim.

Mas Rip Hunter tem um motivo muito especial para querer impedir Savage: ele é o responsável por matar sua família no futuro. Então, contrariando o Conselho, ele rouba uma nave que viaja no tempo (sim, eu tô rindo de novo) e reúne uma equipe de pessoas com super-habilidades para lhe ajudar nessa tarefa. Alguns dos personagens já apareceram em outras séries da DC, como Sara Lance em Arrow, por exemplo.

Assistindo Legends of Tomorrow

Apesar de não conhecer muito a história pessoal de cada um dos personagens, não achei esse conhecimento prévio necessário para acompanhar a história. A série conta com muitas cenas de ação e luta e com muitos efeitos especiais que, se comparados com os usados em outras séries de TV, são bons. Fora que a simples habilidade de poder escrever em várias eras diferentes deixa o próprio roteiro mais dinâmico. É bem mais fácil lutar contra o tédio em séries onde em uma semana se está no futuro, em outra voltamos ao Velho Oeste, não é?

O desenvolvimento da história e dos relacionamentos entre os personagens é outro ponto que achei bem trabalhado. É interessante notar como as mais diferentes histórias acabam se enrolando e se transformando em uma só. Cada um dos personagens tem sua própria história bem trabalhada, o que também é um ponto positivo.

Um ponto fraco ainda é a atuação, que em algumas cenas é extremamente forçada. Sério, eu fiquei meio com vergonha alheia em algumas cenas. Outro diz respeito a própria viagem no tempo. Desculpem, mas depois de tanto tempo assistindo séries que trabalham o tema, eu já analiso esse tipo de enredo de forma diferente. E os Mestres do Tempo são piores que os Senhores do Tempo em Doctor Who, e isso é algo sério. Para quem não pode interferir na história, ter como uma das punições simplesmente apagar a pessoa da linha do tempo não me parece lógico. Ora, se a pessoa deixar de existir, consequentemente não poderá mais cometer o crime pelo qual foi julgada culpada, não é? Isso é um paradoxo simples. Eu ainda não me conformei com isso.

Mas apesar disso, eu considero a série uma boa forma de entretenimento… Mesmo que eu particularmente ache que existam vários buracos na história.

E você, já assistiu? O que achou?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Maria Carolina

Já coloquei essa série na minha lista e depois deste post, fiquei com mais vontade ainda.

Porre de Leitura e Livros

Nossa que legal, para ser sincera não tinha o conhecimento dessa série, quero assistir , gosto da ideia de senhor do tempo é o tipo que me agrada

Helana Ohara

Oie.
já vi muita gente falar dessa série e também acompanhei por um tempo um menino que resenhava cada episódio, mas te confesso que não assisti.
Acho que esse ponto negativo dela, da atuação também iria me trazer muito incomodo..
Beijinhos, Helana ♥
In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

Cíntia Carmellin

Oi, essa série ainda não assisti. Amo o universo dos super heróis, atualmente estou assistindo Arrow. Abraços.

Esther

Olá Mari, tudo bem?
Eu comecei a assistir essa série devido a presença de alguns personagens que conheci em Flash e Arrow. Estou gostando bastante, mas Flash ainda é minha favorita. Ah, SuperGirl é a que menos gosto, mas dizem que a segunda temporada está melhor.
Beijos!

Rob Camilotti

Oi, depois de assistir Santa Clarita e Punhos de Ferro e Preacher, estava em dúvida sobre qual seria minha próxima série da Netflix. Apesar de ter lido a resenha continuei na dúvida. Os erros que apontou me desmotivara completamente, hehe.

Enfim, decidido: vou ver Sense8, haha

Abraço, Mari.

Thaisa

Que legal esse post! Fiquei com muita vontade de ver a série! Estou começando a assistir séries de super heróis e com certeza essa será a próxima!
Beijos

Luma Vieira

Olá Mari, ainda não assisti esta serie, mas gostei da sua maneira de retrata la, até mesmo quando falou a respeito da atuação e e de sentir vergonha alheira. Beijos

3 2 1 Ação!

Ainda não consegui gostar das séries da DC e concordo plenamente que a atuação é de chorar de tão forçado rsrs, porém eu queria assistir um episódio do LoT que aparece uma versão jovem do George Lucas (sou muito fã de Star Wars). Queria assistir Flash, mas é tão malhação que eu perco a vontade rsrs

Jade Amorim

Menina, eu não aguentei assistir três episódios dessa série. Achei ela péssima, as atuações super amadoras, a história super fraca… e olha que eu assistia Flash, Arrow e tudo o mais. Hoje dessas séries só continuo vendo Gotham, as séries da DC tão muito ruins. rs

Beijos

Rodrigo Costa

Apesar de curtir filmes de heróis dificilmente assisto alguma série do gênero. Até agora só “o Demolidor” me pegou. Gostei da review mas ainda não me apeteci.

Jalysson Waldorf

Só comecei a ver essa série por causa da Mulher Gavião. Ela se tornou em Flash a minha personagem favorita. Apoiaria algo dela, não em conjunto como essa série. Não gosto de alguns dos personagens e me desanimei com a enrolação dessas coisas de viagem no tempo e tal… Abandonei, mas quero retornar pra ver se melhorou.

Thainá dos Santos

Oiee!

Sou bem suspeita pra falar porque AMO as sérias da DC e LOT é uma das minhas queridinhas kkkk

Comigo acontece o contrário, empaco nas da Marvel. AOS é a única de lá que de fato acompanho.

Tem umas cenas que realmente dá vergonha alheia e alguns efeitos ficam a desejar, mas mesmo assim ainda assisto.

Beijos

wpDiscuz