06
03
2016

Acabei de Ler: Obsidiana – Jennifer L. Armentrout

obsidianaComeçar de novo é uma porcaria.

Quando nos mudamos para West Virginia antes do último ano de curso, eu tinha me resignado ao sotaque engraçado, ter conexão de internet ruim e me cansar da vida monótona como uma ostra… Até que eu vi meu vizinho sexy, tão alto e com esses impressionantes olhos verdes. As coisas pareciam estar melhorando.

E então ele abriu a boca.

Daemon é insuportável e arrogante. Nós não nos damos bem. Nada, nada bem mesmo. Mas quando um estranho me atacou e Daemon congelou o tempo, literalmente, com um movimento de sua mão… Bem, algo aconteceu… Inesperado.

O sexy alienígena que vive do outro lado da rua.

Sim, você ouviu direito. Alien. Acontece que Daemon e sua irmã têm uma galáxia cheia de inimigos que querem roubar suas habilidades, e o toque de Daemon fez com que eu parecesse um daqueles sinais luminosos em Las Vegas. A única maneira de sair dessa viva é ficar colada a Daemon até que minha “luz” extraterrestre se apague.

Isso se eu não matar a Daemon antes, claro.

Título Original: Obsidian
Série: Lux #1
Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 320
Adicione: Skoob | Goodreads

Modelo2-4

Você já deve ter ouvido essa história antes. A menina que gosta de livros se muda para um lugar novo e então conhece um cara lindo, maravilhoso, gostoso, daquele tipo que não existe, e aí ela descobre que ele aparentemente não gosta dela, até o momento que ele tem que salvar a sua vida e então um grande segredo vêm à tona.

Clichê? Com certeza. Mas é a maneira como o clichê é utilizado em Obsidiana, despretensiosamente, que faz toda a diferença. Katy está se mudando para uma cidade no interior de West Virginia com sua mãe, que decidiu que uma mudança de ares seria boa para as duas. Ao chegar na casa nova, a mãe dela logo descobre que elas serão vizinhas de dois adolescentes que parecem ter a mesma idade da Katy e por isso incentiva a filha a ir até lá e conhecê-los.

O problema é que Daemon (que aparece logo de cara sem camisa) apesar de ser lindo, gostoso, etc. é muito mal educado e logo de cara já cria uma impressão muito ruim. A irmã gêmea dele, a Dee, é justamente o contrário: é super simpática e logo faz amizade com a Katy.

Conforme a história de Obsidiana se desenrola, Katy descobre o segredo dos dois irmãos: eles não são desse planeta. Algo que não é, obviamente, um spoiler, já que está na capa do livro, na sinopse… E conforme ela vai entendendo melhor o universo dos dois, ela consegue entender também todos os medos de Daemon em relação à aproximação dela com Dee e todos os perigos que ela corre. O problema é que cada vez mais Katy e Daemon devem ficar juntos, para que ele possa protegê-la.

O enredo tem vários problemas. As explicações dadas pela autora tem muitas falhas, parece não haver nada que os aliens conseguem fazer (esqueça Superman: o negócio é ter um Luxen te protegendo, ok?) e os vilões da história não parecem ter um motivo muito claro para atacar, apenas… inveja?

Existiram muitas partes do livro inacreditáveis. Mas como a escrita da autora é leve e descontraída, sem maiores dramas apesar das cenas de ação, a leitura acaba sendo envolvente e divertida. As brigas entre Katy e Daemon são rápidas, nada de dramalhão mexicano.

A Katy é uma personagem engraçada e real. Para você ter uma ideia, ela tem um blog literário e isso não é algo que some da vida dela quando ela se aproxima de Dee e Daemon. Ela não deixa de ter uma vida ou outras amizades por causa das confusões em que se mete por ter na vida essas pessoas de outro planeta. Katy também tem uma personalidade forte e nunca fica na posição de donzela indefesa, algo que me impressionou bastante, já que parece que o enredo inteiro de Obsidiana parecia estar caminhando para isso.

O Daemon é um típico protagonista de YA sobrenatural e só não é um saco de aguentar porque a Katy e a Dee acabam colocando ele nos eixos. Ele é o mais forte, o mais poderoso, o super hiper, o que tem todos os poderes e ainda olhos verdes e um peitoral de matar, sim, mas nem por isso ele escapa de ser alvo do sarcasmo da Katy. A dinâmica entre o casal flui de maneira diferente da maioria dos romances paranormais, o que é um ponto positivo e que acabou salvando o livro para mim.

Por toda a despretensão dessa história, eu me diverti bastante e com certeza vou querer ler o resto dos livros, até porque quero ver se a autora melhora em suas explicações a respeito dos aliens e suas motivações.

Já leram um livro assim? O que acharam?

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

Deixe um comentário

Notificar-me quando houver
avatar
Tati

Mesmo você dizendo que a história tem pontos que sobressaem sobre outras no mesmo estilo acabei ficando com preguiça de ler o livro, sabe? Acho que o último que consegui ler nessa coisa de garota-introvertida-ama-livros-garoto-bonito-demais-idiota-gosto-ou-não-dele foi a saga Dezesseis Luas, detalhe: em 2013. Maaaaas se um dia eu mudar de ideia com relação ao enredo, tá na listinha! haha
Alias, obrigada por me indicar pra Tag Este ou Esse, vai ser meu próximo post <3
Beijos!

Novembro Inconstante

Inês

Não é o meu género de leitura mas para quem gosta deve ser bom 🙂
http://livrosepapel.blogspot.pt/

Giully

Sempre olho para a capa desse livro e penso “nháaaa serio?”.
Sua resenha é bem interessante, mas ainda não acho que seria um livro que eu leria.
Bejos

Marcia Pimentel

Oi,
Eu adoro as capas dessa série.
Já tinha lido o livro.
O livro pode até ter uma história clichê, gosto de história clichê, mas gostei da história.
Gostei muito da sua resenha.
Abrçs

Paty Souza

Gosto de fantasias mas as Falha nas explicações e no enredo são desanimadoras.

Maria Victoria

Olá!
Não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas esse tipo de história não me cativa muito, principalmente por conta dos clichês. Mas acredito que seja aquele livro ideal pra quando você quer algo descontraído e está sem muitas ideias de leitura, né?
Sua resenha ficou muito boa 😉

Luana

Oi Mari. Me divirto com sua sinceridade ao apontar as falhas de construção da trama, hauahau. Bom saber que mesmo tendo visto falhas, gostou muito da obra.
Eu acho essa capa genial e gostei muito de saber mais do que trata.
Bjsss

Milena Nones

Olá!
Eu já li alguns comentários sobre esse livro e confesso que fico um pouco dividida. Apesar de possuir os prós, possui também os contras. Portanto, é aquele livro que acabo deixando para depois, mas que tenho plena consciência de que só lendo mesmo para conseguir chegar a alguma conclusão. Gostei de sua resenha.

Beijos

Hoje é dia de livro

Já conhecia a obra, talvez até daria uma chance para ela, mas pela diversão que você cita em sua resenha! Adorei a resenha!

Hoje é dia de livro

mais*

Thaís Oliveira

Oie
Noooossa! Tá aí uma série que ainda não tenho interesse nenhum de conhecer. Todo mundo fala e tal, mas a sinopse não consegue me convencer…
Como sempre digo, trata-se de uma questão de gosto.
De qualquer forma, é bom saber que agrada muita gente.
Bjo

Ana Caroline

Olá, Mari.
Estava correndo de livros com continuação e nunca tive a mínima vontade de ler esse livro. Mas sua resenha me deixou com uma pitada de curiosidade para conhecer a história.
E também adorei o duplo sentido da frase que está na capa do livro, HUAHAUHA

janiele

Oieee, li o livro e gostei bastante, mesmo tendo seus clichês e tudo mais, é um livro muito divertido neh?

Nina

Oii
Eu nunca tive muito interesse neste livro, e após ler sua resenha, com os pontos que você levantou, acho que eu não gostaria mesmo! Pra começar não sou fã de aliens e já cansei desse tipo ‘perfeito porém arrogante’ de protagonista.

Vícios e Literatura

Camila França

Oiii flor!! A história mesmo não sendo meu estilo chama a minha atenção…
Minha amiga leu e amou, o livro é sua a cara dela que aaama romances! 🙂
Parabéns pela resenha! Gostei dela ter sido bem sincera!
Beeeijos

Amanda Luizari

Apesar da resenha falando tudo que o livro tem de bom ,eu apenas consigo pensar em: clichê haha Sério, apesar de curtir romances, esse livro não me animou não, sei lá devo estar sem saco pra esse tipo de história >.<

Driely Meira

Oiee Mari ^^
Olha, eu vou ser sincera, não gosto de livros com aliens e coisas do tipo…haha’ mas eu gostei muito de “A hospedeira” e “A Irmandade de Copra”, além de “Crave a marca”, então não posso falar que não curto algo sobrenatural assim…haha’
Acontece que estou fugindo um pouco dos YAs da vida, então no momento “Obsidiana” não é prioridade para mim. Mas eu sempre vejo o pessoal falando superbem da série, então estou curiosa para conhecer. Muito curiosa.
MilkMilks ♥

Suelen Fernandes

Olá!
Eu tenho esse livro e ainda não li. Tenho curiosidade em conhecer os personagens e espero gostar da história. Pena ela não ter sido perfeita, mas acho que os pontos negativos não devem atrapalhar.
Adorei a sua resenha.
Beijinhos!

trackback

[…] Você é, portanto, um new adult da mesma autora de Obsidiana. Eu gostei daquele livro, tanto que já comentei sobre a leitura aqui no blog. Por conta disso, resolvi dar uma chance a Espero Por Você. E foi bom… Mas nem tão perfeito […]

wpDiscuz