23
08
2019

Para Começar a Ler Romance Histórico

Estava eu conversando com duas amigas no Twitter quando uma delas disse que gostaria de se aventurar nos romances históricos. Ou romances de época, como você preferir. E nós começamos a dar dicas de livros bons para quem está começando a ler esse gênero. Ora, como eu amo ler esse tipo de livro, achei que estava mais do que na hora de dar dicas para começar a ler romance histórico. Afinal, quais os melhores livros de romance histórico para quem nunca leu, mas tem curiosidade? Quem quiser, pode navegar pela tag aqui do blog que vai encontrar vários títulos legais para ler. Mas para ficar mais fácil, resolvi reunir num post só os melhores (que eu conheço) para quem está começando. Nesse post, serão só dicas de romances já lançados no Brasil.

 

 

1. Julia Quinn

Julia Quinn é uma rainha do gênero. Já citei ela e seus livros várias vezes aqui, mas é sempre bom lembrar. Um ótimo livro para começar é O Duque e Eu, o primeiro da série dos Bridgertons. Ele reúne várias características: tem personagens carismáticos, o romance é desenvolvido de forma bem envolvente… Julia Quinn também mostra vários costumes e hábitos da época.

O bom é que se você gostar de O Duque e Eu, vai ter muito material aí pela frente. No blog também já falei de O Visconde Que Me Amava e Um Perfeito Cavalheiro. A série Os Bridgertons tem oito livros, um para cada um dos irmãos. Mas se por acaso alguma coisa na escrita de Julia Quinn não lhe agradar, não tem problema. Existem outras autoras para você testar.

2. Tessa Dare

Outra dica de autora legal para começar a ler romances históricos é a Tessa Dare. Sua série Spindle Cove traz uma pequena vila onde as mulheres que não se encaixam nos padrões podem ser elas mesmas. Eu acredito que essa série seja uma ótima introdução à escrita de Tessa Dare. Suas protagonistas realmente saem do comum, o que eu aprecio bastante. Além disso, as suas histórias tem um equilíbrio muito bom entre a parte emocional e a de ação e aventura.

Um dos meus livros preferidos dela é Uma Semana Para Se Perder. Eu amo a Minerva, uma geóloga numa época em que mulheres não o podem ser. E também amo como ela muda o Colin, que levava a vida numa tranquilidade só, se divertindo sem compromissos, até conhecê-la.

 

3. Sarah MacLean

Quem me conhece sabe que eu não consigo indicar romances históricos sem mencionar a Sarah MacLean. Sim, Julia Quinn foi a autora que me introduziu a esse mundo mágico, mas foi lendo os livros da Sarah que o amor se enraizou. Ela coloca suas mulheres em posições de poder, mesmo que não o pudessem ter na época em que viviam. São mulheres que vão ser donas de estabelecimentos, verdadeiras rainhas de seus domínios, ainda que tenham de exercer tal poder sem aparecer totalmente.

Algumas das minhas protagonistas favoritas são da Sarah. Então, sugiro para começar a série O Clube dos Canalhas, mesmo que exista uma outra antes. A história de cada um dos quatro sócios do Anjo Caído é envolvente, e quando você chega na história de Chase… bem, é ler para entender.

 

4. Lisa Kleypas

Eu acredito que Lisa Kleypas também seja uma boa dica, mesmo que eu não tenha amado a série dela dos Hathaways. Mas a nova, dos Ravenels, estou amando e inclusive tenho alguns posts aqui no blog sobre os livros que já foram lançados em português. Para começar a ler romance histórico, acho uma boa.

5. Lorraine Heath

Lorraine Heath me encantou com o seu Codinome V, um romance com uma protagonista curiosa que me fez apaixonar. E agora comecei a ler a nova série dela, Sins for All Seasons. Os seus personagens são um pouco mais rudes e ao mesmo tempo mais moles, se é que isso faz algum sentido. Mas é com certeza uma ótima dica para quem quer conhecer melhor esse tipo de livro.

Tem alguma outra dica? Algum outro livro que indicaria? Deixe nos comentários.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver