11
03
2016

[Blogueiros Geeks] Personagens Femininas Que Me Inspiram

E para continuar a semana de posts especiais sobre as mulheres, hoje o post é inspirado por um dos temas sugeridos pelo grupo Blogueiros Geeks para Março. Vou apresentar para vocês algumas mulheres da ficção que me inspiram. Essas personagens femininas contam a sua história, tem suas fraquezas e suas fragilidades mas também são fortes e acima de tudo decidem os seus caminhos, não dependendo de outras pessoas para isso.

personagensfemininas

1. Jessica Jones

jj09

Ah, Jessica Jones. A investigadora particular que vive em Hell’s Kitchen tem muitos demônios pessoais para enfrentar, e acaba se utilizando de bebida para isso. Num primeiro momento, alguns podem criticá-la, achá-la fraca, mas quanto mais nos aprofundamos em sua história, mais descobrimos que na verdade Jessica é uma sobrevivente, alguém que viveu um relacionamento abusivo por muito tempo, relacionamento esse em que era obrigada a satisfazer a vontade de outra pessoa sem nem ao menos ter chance de negar.

“They say everyone’s born a hero. But if you let it, life will push you over the line until you’re the villain. Problem is, you don’t always know that you’ve crossed that line. Maybe it’s enough that the world thinks I’m a hero.”

Jessica Jones me inspira porque ela continua. Porque ela poderia simplesmente parar de se importar com tudo e com todos, mas ela ainda se importa. Porque sua amizade com a irmã adotiva, Trish, é o relacionamento mais importante da série. Porque às vezes ela erra, porque ela se permite gritar e reclamar e porque está disposta a se sacrificar se isso significa que outras mulheres não passarão pelo que ela passou. Sim, Jessica Jones me inspira a ser melhor. Mesmo que ela mesma ainda não tenha chegado lá.

Ah, e ontem um artigo com a Melissa Rosenberg, roteirista de Jessica Jones, foi publicado no Uol e vale a pena a leitura, pois ela discute todas as dificuldades de ser uma roteirista num universo dominado pelos homens e de adaptar uma personagem como a Jessica para a série da Netflix.

2. Rey

rey

A Rey mal chegou e já roubou meu coração. O que dizer dessa pequena caçadora de sucatas, que vive tão sozinha em Jakku, um planeta quase que inteiro um deserto, lutando para conseguir o mínimo de comida para a sua própria sobrevivência?

“I can handle myself.”

Mas Rey é tão mais do que isso. Com as habilidades que foi desenvolvendo para sobreviver em Jakku, Rey conhece as naves e suas peças, sabe pilotar (e acaba pilotando a Millenium Falcon), luta muito bem e sobrevive como ninguém. Mas é sozinha e vive na esperança de que sua família, que ali a deixou, volte para levá-la de volta. Rey, que impressionou ninguém menos que Han Solo, a ponto de ele lhe oferecer uma posição como membro da tripulação da Falcon. Rey, que é uma Jedi e ainda tem muito a aprender.

Preciso explicar como fiquei feliz com a personagem ou por que ela me inspira?

3. Rose Tyler

tenxrose02

Essa é uma personagem para a qual já declarei meu amor algumas vezes através de postagens aqui no blog, e sempre vou ser uma daquelas que não admite que falem mal da minha “Defender of the Earth”. Sério, você pode até não gostar dela – é só não ser por um desses motivos, mas não fale isso perto de mim porque vou começar a enumerar todas as razões pelas quais você está errado (e sim, você está errado).

You don’t just give up. You don’t just let things happen. You make a stand. You say “no”! You have the guts to do what’s right when everyone else just runs away!

Rose é uma personagem que evoluiu tanto durante sua jornada em Doctor Who. Sempre se importando com as pessoas que ela conhecia, querendo saber mais de suas vidas. Sempre determinada. Rose pode até ser um pouco egoísta em certos momentos, mas ela também cresce e aprende com isso. Enfim, Rose Tyler me inspira por ser, acima de tudo, humana.

4. Agent Carter

agcarter

A agente Peggy Carter, primeira manda-chuva da S.H.I.E.L.D., foi também a primeira personagem feminina a ganhar uma série da Marvel. A personagem apareceu primeiro em Capitão América: O Primeiro Vingador. Peggy Carter teve uma participação importante na Segunda Guerra Mundial e não só isso, mas a personagem representa a participação das mulheres diretamente na guerra, algo que devia ser mais reconhecido.

I know my value. Anyone else’s opinion doesn’t really matter.

O interessante com a Agente Carter é que ela acaba por ter que lutar para ganhar o seu espaço. Ela é melhor em seu trabalho do que muitos dos agentes homens, mas ainda assim acaba tendo como função arrumar os arquivos ou buscar o almoço de seus colegas homens. Com certeza, uma personagem inspiradora.

5. Rose Hathaway

rose04

Personagem principal da série Academia de Vampiros, Rose Hathaway é uma Dhampir e seu dever é, portanto, proteger os Moroi, como sua melhor amiga, Lissa Dragomir. O interessante da série de livros escrita por Richelle Mead é que foca bastante na amizade e no elo que existe entre Rose e Lissa, que é descrito de uma forma muito aprofundada.

Some part of you will always … fight to cling to life and experience all it has. That’s why you’re so reckless in the things you do. You don’t hold back your feelings, your passion, your anger. It makes you remarkable. It makes you dangerous.

Rose é impulsiva, é passional, é leal, é determinada… Ela comete erros sim, mas isso só faz com que a personagem pareça ainda mais real. É uma pena que o filme adaptado do primeiro dos livros, embora tenha um elenco extremamente interessante, acabou errando bastante e não foi bem aceito pela crítica e pelos fãs da série, o que acabou com as chances de termos a continuação. Mas os livros estão aí e valem a leitura.

E vocês, quais as personagens femininas que te inspiram?

Siga o blog nas redes sociais:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

barra_bg

avatar
6 Comment threads
6 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Amanda T.Maria LourdesMarinaMariIsabele de Paula Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notificar-me quando houver
Giovana Oliveira

Eu sempre fico ~wow~ ao lembrar que a Rey impressionou o Han Solo <3
A amizade de Jessica Jones e Trish é a coisa mais linda, que a Trish apareça muito em os defensores! Peggy Carter rainha mesmo *-*

Não apenas a Rose Tyler, mas eu amo a humanidade de todas as companions, elas erram sim, mas os que elas fazem de certo é tão inspirador!

Cecília Maria

Meu Deus, mas só tem maravilhosa nesse post!! A Rey, meu Deus, queria tanto ser e poder impressionar Han Solo!!! A Peggy preciso dizer alguma coisa? Eu só assisto a série porque acho a personagem incrível! E tudo que você falou da Rose Tyler é mais do que verdade, o amadurecimento dela ao longo da série é visível e inspirador, amo tanto <3

Isabele de Paula

Tenho uns problemas com a Rose Tyler, mas deixa pra lá. Pra manter a política da boa vizinhança. rsrsss

Jessica Jones e Rey vieram pra dar um refresh nas nossas referência femininas na TV e cinema. Sou apaixonada pelas duas.

Voltando a Doctow Who, minhas preferidas são Donna (amor eterno) e River Song, que posso chamar de Eu. rs

Bjs

Marina

Jessica Jones e Rey <3
Jessica Jones foi a série revelação de 2015 para mim. Não esperava nada, porque nunca acompanhei a comic dela. Mas mesmo quem acompanhou, disse que a série foi muito boa. E a atriz se superou.

Maria Lourdes
Maria Lourdes

Oi, Mariana, sua linda! Você sempre me surpreende, sempre à frente e expressando os nossos pensamentos! Já havíamos conversado sobre Jessica e Rose, e concordo também com Rey – claro! A série Sussurros e Divergente também me marcaram muito com mulheres fortes. Mas sobre as companions,não posso esquecer de Martha. A mulher que percorreu o mundo para salvãr o Doctor – e que foi mulher suficiente para sair fora antes que fosse tarde demais. Queria que muitas de nós fossem tão fortes para não se deixar escravizar pela paixão, mesmo por um homem que valha a pena, mas que não… Ler mais

Amanda T.

Oooi! Tudo bem? Sou nova lá no grupo Café com Blog e tô dando uma passadinha pra conhecer seu trabalho. Adorei o cantinho! Já virei fã só de ver essa TARDIS linda maravilhosa no topo dos seus posts. Ótima sua seleção, só mulheres maravilhosas, fortes e realmente inspiradoras. Jessica Jones está muito mais pra anti-heroína nos padrões clássicos, mas abriu meus olhos para muita merda que acontece por aí no mundo. A história pode ser fictícia e com elementos fantasiosos, mas representa muito bem o que acontece com milhares de mulheres por aí. E trouxe uma discussão muito importante sobre… Ler mais