30
10
2017

Planners Para 2018

Quem já usa planners, já está se programando para 2018. Como a maioria dos planners são anuais, com o fim de ano, chega a hora de pensar no próximo. Ou nos próximos, se a sua organização precisa de mais de um. E como esse tipo de instrumento para organização ficou bem mais popular, apareceram várias opções novas. Algumas, inclusive, nacionais e disponíveis em papelarias.

Nesse post, eu reuni alguns modelos que estarão disponíveis para 2018. Quem sabe você não se inspira e encontra o ideal para lhe acompanhar no ano que vem?

(mais…)

22
03
2017

Mudanças: Como Estou Usando Meu Planner

Pode ser que eu já tenha falado aqui, mas o modo como a gente usa os planners vai mudando. Essas mudanças acontecem porque a gente vai adaptando a forma de planejar conforme nossa rotina muda. Juntando a isso o fato de que eu tenho vários planners, acabo alternando entre eles de acordo com as minhas necessidades.

Até o fim do ano passado, estava usando o Meu Querido Planner da La Pomme para tudo. O problema dele é o tamanho. Não dá para levar na bolsa, apesar de ter espaço para todas as anotações. Eu acabava usando um planner argolado no tamanho personal quando precisava carregar.

Mas aí a Meg & Meg lançou no final do ano passado lançou o seu planner. Já sou apaixonada pelos produtinhos da loja, são todos muito fofos. Tem cadernos, lápis, post-its… Tudo em cores pastéis e decorado com coraçõezinhos e detalhes em dourado. O planner segue o mesmo estilo. O meu é o dálmata pink e nem preciso dizer que me apaixonei logo de cara.

O tamanho dele é ótimo, nem tão pequeno que falte espaço, nem tão grande que atrapalhe na hora de carregar. O layout dele é vertical, ou seja, os dias da semana estão em colunas. Isso para mim é ótimo, pois é o mesmo estilo do Meu Querido Planner e do Happy Planner. Essas mudanças são essenciais para se tirar o maior proveito do planner.

Quanto à frequência do planejamento, continuo fazendo uma vez por semana. Todo domingo eu sento para preencher os planos da semana seguinte. Eu dou uma atenção especial para segunda e terça-feira, tentando detalhar o máximo possível. Durante a semana, vou complementando os dias conforme as tarefas vão sendo realizadas e os imprevistos acontecem.

No meu planejamento, acho importante ter uma certa flexibilidade. Por causa do meu estilo de vida, sim, mas também porque se eu fico muito frustrada por algo que não aconteceu, o fato de ter que mudar tudo afeta bastante o meu emocional. Por mais que fosse muito mais fácil deixar para lá, eu não consigo, então meu modo de planejar vai se adaptando a isso.

Minhas listas de tarefas acabam sendo mais sobre o trabalho, mesmo. Coloco ali as metas para o dia, o que acaba sendo um controle para que eu consiga dar atenção a todas as áreas que são minha responsabilidade.

Eu uso adesivos nesse planner também, mas não é como os layouts que eu posto no Instagram (já me segue lá?). Não uso tanto para decoração, apesar de que acabo decorando também. Uso as caixinhas para dar um destaque maior para o que é mais importante para o dia.

Mudei um pouco a maneira de planejar nos outros planners. Principalmente porque eles são datados e não tenho coragem de deixar eles em branco. Estou fazendo Memory Planner, ou seja, um diário em que coloco o que aconteceu durante a semana. Estou amando o resultado, é ótimo para olhar as semanas passadas e lembrar de tudo o que aconteceu.

Atualmente, também estou tentando encontrar maneiras de fazer um Reading Planner. Logo, logo, compartilho por aqui algumas ideias legais para quem também tem vontade de ter um.

E vocês, já mudaram a maneira de planejar?

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

25
01
2017

Utilizando Melhor Seu Planner – Planejamento Pessoal

Aí você resolveu começar 2017 com o pé direito e começar a utilizar um planner. Depois de investir em um ou então montar o seu (tem dicas aqui no blog sobre isso), você tá com ele lá, bonitinho. Mas como utilizar o planner? Qual a maneira de tirar o melhor proveito do seu planner? Aqui vão algumas dicas de quem já está há algum tempo nesse mundo. 

(mais…)

08
07
2016

Como Faço Meu Planejamento Semanal

Uma dúvida que muitos têm quanto aos planners é como começar a utilizar. Afinal, depois que você adquiriu o seu planner, como fazer o planejamento semanal? Não existe uma regra, cada um tem que encontrar o seu jeito. Mas uma ideia é descobrir como outras pessoas usam o planner, assim você pode começar a testar. planejamento

Pensando nisso, resolvi mostrar aqui no blog como eu faço o meu planejamento mensal. A verdade é que acabei utilizando várias ideias que vi pela internet. Fui testando e conforme encontrava algo que funcionava, incorporei ao meu método. Espero que possa lhe ajudar a encontrar algo que se adapte bem à sua rotina.

1. Organização do planejamento mensal.

Antes de começar a planejar minha semana, eu sempre checo a minha visão mensal no planner. Por isso, procuro deixar essa seção sempre atualizada. É na visão mensal do planner que eu marco aniversários, feriados e eventos, como casamentos, por exemplo. Assim, quando chega a hora de planejar minha semana, sei quais são os acontecimentos que devo passar para lá. Outra forma de fazer isso é marcar com antecedência na página da semana, usando notas adesivas (os post-its). Quando for planejar a semana, é só tirar e anotar com caneta. Esse método também é muito bom para eventos que podem mudar de data: é só mover a anotação de lugar. planejamento02

2. A decoração da semana.

Depois de ter uma ideia do que vai acontecer de diferente naquela semana, chegou a hora de tirar os adesivos e as washis da caixa. Tenho uma coleção de adesivos para planner, alguns mais funcionais e outros nem tanto, e uso eles toda semana. Na maioria das vezes, escolho um tema ou um esquema de cores para saber quais vou usar. Então, faço uma decoração mais básica, lembrando de deixar espaço para os compromissos que acontecem toda semana e para o que mais pode aparecer.

Normalmente, reservo um espaço para montar uma lista com minhas tarefas do dia. Também acabo colocando aqueles adesivos full box, ou seja, aqueles que preenchem o espaço de uma caixa. Por fim, utilizo adesivos que remetam às atividades corriqueiras, como por exemplo minhas aulas de pilates ou contas a pagar.

Já a barra lateral, uso para duas funções: anotações gerais e hábitos que eu queira seguir. Por exemplo, sempre anoto os dias em que cumpri minha meta de ler pelo menos 50 páginas por dia. Assim, é um incentivo para que eu continue a leitura atual. Além disso, é interessante observar quais dias não li e porque acabei não o fazendo. planejamento01

3. Anotações.

Chegou a hora de pegar a caneta e anotar tudo o que você quer fazer durante a semana. Às vezes, ajuda muito colocar os objetivos mais gerais da semana na barra lateral de anotações. Vou me organizando dia-a-dia, repassando mentalmente todos os compromissos e anotando o que é importante. Se lembro de algo, volto na mesma hora para anotar no local certo.

O importante é deixar todas as informações que você precisa de forma acessível. Quanto mais claras foram suas notas, mais você vai conseguir entender tudo só com uma olhadinha. E o objetivo do planner é facilitar a sua vida nesse sentido.

Tudo pronto, é hora de fechar o planner e começar a semana, certo? Só que não. Lembre-se de abrir o seu planner todos os dias, se possível carregue ele com você. É importantíssimo que você o alimente com as novas informações que vão aparecendo. Isso facilitará e muito sua vida.

Eu repito esses passos toda semana e sempre atualizo o planner antes de dormir. Vejo o que foi cancelado, o que foi adiado e o que surgiu que vai exigir minha atenção. Também anoto os compromissos que vão sendo marcados. Por isso acabo consultando o planner várias vezes ao dia.

E é assim que faço meu planejamento semanal. Como vocês fazem? Deixem aí nos comentários, às vezes pode funcionar para mim ou para mais alguém.

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads

29
06
2016

Será que ter um planner é para mim?

Várias pessoas acreditam que não conseguiriam usar um planner, porque mal conseguem usar uma agenda. Recebo vários comentários nesse sentido nos posts sobre planejamento. Será que o planner funcionaria para você? Resolvi então contar um pouco da minha experiência, porque também pensava assim. sera (mais…)

03
06
2016

Como Montar Um Planner? – Parte 1

Como quem visita o blog com frequência já sabe, aqui você encontra uma série de posts sobre planner, explicando o que é, como começar e até com algumas dicas de como decorar e como utilizar mais de um ao mesmo tempo. Porém, algo muito comum é que, pelo preço do planner ser tão alto em algumas das lojas aqui no Brasil, muitas pessoas preferem montar seu próprio, o que além de sair mais barato, ainda tem a vantagem de poder ser personalizado de acordo com suas necessidades pessoais. montarplanner

Por que montar seu próprio planner?

Um dos fatores que mais encarecem o produto final é o excesso de opcionais (sem a opção de tirar), que acabam não sendo utilizado por todos. Por exemplo, meu planner da La Pomme tem uma seção de folhas coloridas no final. O que, num primeiro momento, é muito legal e deixa muito bonito.  Mas depois fiquei pensando: para quê eu vou usar? Qual a finalidade disso? No fim das contas, só serviu para deixar ainda mais caro e pesado.

Essa é uma razão pela qual montar seu próprio planner, do zero, pode ser uma ótima ideia. Vou logo avisando: dá trabalho. Sinceramente, como vocês sabem, não montei os meus, comprei todos prontos, principalmente porque não tive coragem de ir atrás de tudo o que precisava. Mas se você tiver tempo e paciência, é algo divertido de se fazer e eu vou enumerar algumas dicas para você: (mais…)

20
05
2016

Mais de Um Planner?

Logo que eu comecei a me interessar por planners e a participar de grupos sobre esse assunto, fiquei espantada com a quantidade de pessoas que tem mais de um planner. Mais de um pode significar, nesse caso, dois, três ou dez. Não conseguia entender qual a praticidade de se adquirir vários planners, afinal aí as informações ficariam espalhadas em vários lugares e qual a vantagem disso? Meio que destruía o propósito da organização.planners00

Mas aos poucos fui entendendo que sim, dá para usar mais de um planner. E é usar mesmo, tirando aquelas pessoas que colecionam planners ou que usam os adicionais para outros objetivos, como transformar numa espécie de diário.

Quando eu postei uma foto com os três planners que tenho em casa, uma amiga me perguntou como que eu conseguia usar todos. E aí eu tive a ideia de escrever esse post para compartilhar com vocês como eu faço. planners01

Primeiro de tudo: eu tenho três planners porque decidi comprar primeiro o da A. Craft, que é no estilo fakedori ou traveler’s notebook. Foi usando ele que eu percebi que sim, eu iria me adaptar bem a um planner, mas ao mesmo tempo descobri que o espaço que ele oferece é muito pequeno para minhas necessidades, além de eu ter achado complicado escrever nos caderninhos quando eles ainda estão presos à capa, de modo que toda anotação que vou fazer, tenho que tirar o bloco que vou usar do lugar.

Tendo isso em conta, resolvi investir num planner do tipo caderno. O meu é o da La Pomme, loja nacional. Eu pesquisei bastante antes de me decidir por ele, já que eu já sabia, por exemplo, que o tamanho e o peso dele fariam a ideia de carregá-lo por aí um pouco impossível. Mas como a ideia era usar ele em casa mesmo, decidi que era uma boa ideia. planners03

O terceiro planner que aparece naquela foto específica lá de cima não é, na verdade, o que eu considero um planner. Isso porque eu comprei ele no Aliexpress em 2013 (!!!) e ele ficou encostado. Hoje eu aproveito o tamanho dele para anotar todos os posts e outras informações importantes relacionadas ao blog. E só.

Eu acabei não resistindo e se você me segue no Instagram (se ainda não me segue, o que está esperando?) adquiri recentemente um Happy Planner lindo, maravilhoso e divo. O que mais me atrai nesse tipo é a encadernação tipo ARC, com discos que permitem que você tire e coloque folhas novamente, como se fosse um fichário. Se vocês se interessarem, faço um post falando só dele. Esse só começa em Julho e vai até Dezembro de 2017.

Como não estou usando o Happy Planner, não posso explicar como vou usá-lo, porque nem eu sei ainda. Mas os outros eu posso: o planner da La Pomme eu utilizo como o principal. Como eu disse, ele fica em casa, mas é onde o planejamento da minha vida pessoal, profissional, financeira e blogueira se encontram. Todas as anotações importantes são feitas nele.

Já o da A. Craft funciona mais para anotações rápidas. Se eu preciso levar um planner para algum lugar, pode ter certeza que é o A. Craft que vai comigo. Ali é tudo mais resumido, alguns compromissos ficam só com as suas iniciais mesmo, de modo que eu bata o olho e saiba do que se trata. planners02

E como eu disse, o que eu comprei no Aliexpress é mais uma reunião de ideias para o blog, mesmo. É nele que eu decido que dias vou programar os posts e o assunto de cada um deles, por exemplo. Também utilizo um aplicativo no celular para ajudar nessa organização, o Trello, mas acho um lugar para anotar tudo no papel essencial.

Algumas pessoas dividem seus planners por assuntos, como por exemplo tem um planner só para as tarefas domésticas e familiares, outro só para assuntos de trabalho e outro só para os estudos ou a dieta e rotina de exercícios. Acho muito legal, mas confesso que não conseguiria dividir dessa maneira. Pelo menos, não no momento. Pode ser que essa forma de organização me sirva no futuro, porque acho que às vezes pode ser bom mudar  tudo.

Também tem gente que prefere ter um único planner onde reúnem tudo, o que pode funcionar muito bem também. O ideal é procurar o que funciona melhor para você e se organizar com o método e o número de planners que você se adapte melhor.

O que você acha da ideia de ter mais de um planner?

Já participou do sorteio que está rolando aqui no blog?

SORTEIOCARINA

Siga-me por aí:

Twitter | Facebook | Instagram

Skoob | Goodreads